Seia, 20 fev 2020 (Ecclesia) – As Jornadas do Conhecimento 2020 em Seia, na Diocese da Guarda, têm como tema ‘A bioética e o valor da vida, no presente e no futuro’ e decorrem entre 28 de fevereiro e 22 de maio.

Os promotores da 13.ª edição ‘Jornadas do Conhecimento’ informam que esta iniciativa começa com a intervenção do bispo da Guarda, D. Manuel Felício, sobre ‘Bioética: uma leitura a partir dos documentos da Igreja’, e do padre Joaquim Pinheiro com o tema ‘implicações sociais da bioética’, às 21h00, do próximo dia 28, na Casa Municipal da Cultura de Seia.

No dia seguinte, a partir das 10h00, a pergunta ‘Para que serve a vida humana?’ dá mote ao retiro que vai ser orientado pelo padre Henrique Rios (Jesuíta), na Casa de São José, também em Seia.

As Jornadas do Conhecimento são organizadas pela ‘Galeria Paz de Espírito’, pelos Arciprestados de Seia e Covilhã, da Diocese da Guarda, a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, e o Centro Académico Pastoral UBICASP.

A organização informou (dia 18 de março) que em virtude da pandemia do coronavírus Covid-19 as conferências “estão suspensas até ao final do mês de março”, quando serão avaliadas as conferências agendadas para os meses de abril e maio.

Segundo o programa, em março iam realizar três encontros: ‘Bioética: a vida numa questão’ (dia 18); ‘Deixar morrer, não é matar’ e ‘os desafios éticos da atualidade’, seriam dias 25 e 26 de março.

A 13.ª edição das Jornadas do Conhecimento no dia 30 de abril tem previstas as intervenções do presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida e do bispo de Viseu, formado em enfermagem, respetivamente, sobre ‘a vida integral sob a perspectiva bioética, com foco no cuidador informal’ e ‘bioética numa sociedade plural’, às 21h00, na igreja paroquial de São Martinho, em Seia.

A 15 de maio, no Dia Internacional da Família, o convite é para uma Caminhada pela Vida, a partir das 21h00, em Seia.

‘A bioética e o valor da vida, no presente e no futuro’ é o tema geral das Jornadas do Conhecimento 2020, que terminam no dia 22 de maio, a partir das 21h00, na igreja paroquial de Carragosela, em Seia, com o padre José Nuno Silva, capelão do Santuário de Fátima, e o vigário geral da Diocese da Guarda, o padre Manuel Matos.

CB 

[Noticia atualizada dia 18 de março]

Partilhar:
Share