Religiosas querem «contribuir e despertar» para «consequências da pandemia», como «o vírus da solidão»

Lisboa, 01 out 2020 (Ecclesia) – As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus vão promover iniciativas, entre 9 e 18 de outubro, para debater o impacto da pandemia na saúde mental.

“Pretende-se acima de tudo contribuir e despertar para a reflexão das consequências da pandemia na sociedade, entre elas o ‘vírus da solidão’”, explicam as religiosas, em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

A Clínica Psiquiátrica de S. José, um centro das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, preparou um programa de reflexão e de celebração pelo Dia Mundial da Saúde Mental, que se assinala anualmente a 10 de outubro, envolvendo outros centros das religiosas na zona da grande Lisboa, bem como dos irmãos de S. João de Deus, o ramo masculino.

O programa começa um evento de âmbito técnico, pelos meios digitais, onde o diretor clínico do Centro Psicogeriátrico Nossa Senhora de Fátima, o médico psiquiatra Rui Albuquerque, vai expor um estudo realizado recentemente sobre o ‘Impacto da pandemia em pessoas com reserva cerebral diminuta’, a partir das 11h00 do dia 9 de outubro.

Ainda nesse dia, às 15h00, a Clínica Psiquiátrica de S. José acolhe a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que vai percorrer os centros das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus e dos Irmãos de S. João de Deus até ao dia 18 de outubro.

No Dia Mundial da Saúde Mental, o cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, vai presidir à Eucaristia, às 11h00, na Clínica Psiquiátrica de S. José.

Em seguida, a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima vai ser acolhida na Casa de Saúde da Idanha (Sintra), às 10h30, do dia 12 de outubro; na Casa de Saúde Santa Rosa de Lima (10h30) e no Centro Psicogeriátrico Nossa Sra. de Fátima (15h00), a 13 de outubro; e na Casa de Saúde do Telhal, dos Irmãos de S. João de Deus, nos dias 14 e 15 de outubro, regressando à Clínica Psiquiátrica de S. José para ali permanecer até 18 deste mês.

As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus informam que, por causa da pandemia da Covid-19, “todos estes momentos celebrativos são de âmbito interno” e vão procurar que alguns possam ser transmitidos pelos meios digitais.

O Instituto das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus é uma Instituição Particular de Solidariedade Social com fins de Saúde, que presta assistência e cuidados especializados no acompanhamento e tratamento integral da pessoa portadora de doença mental, deficiência física e/ou psíquica, ou outras patologias, tendo em conta as necessidades e urgências de cada tempo e lugar.

Em Portugal têm 12 estabelecimentos: oito em Portugal continental, dois na Região Autónoma da Madeira e dois na Região Autónoma dos Açores.

CB/OC

Partilhar:
Share