Calendário

Jul
6
Seg
UCP: Faculdade de Ciências Humanas reflete sobre «ecocultura» no futuro pós-pandemia
Jul 6_Jul 11 todo o dia

Lisboa, 26 jun 2020 (Ecclesia) – A Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa vai dinamizar a sua Lisbon Summer School 2020 dedicada ao tema “Ecoculture”, no futuro pós-pandemia, de 6 e 11 de julho, e vai realizar-se em formato online.

“O tema não podia ser mais pertinente. Numa altura em que se debate os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre o meio ambiente, a Summer School será dedicada à reflexão sobre a inter-relação entre cultura e meio ambiente, examinando a crescente consciência do impacto negativo das atividades humanas”, explica a diretora académica do Lisbon Consortium e coordenadora do Mestrado em Estudos de Cultura.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, pela Universidade Católica Portuguesa, Diana Gonçalves afirma que, “mais do que nunca, importa discutir a necessidade de repensar, reconceptualizar e redefinir” a relação entre humanos e o mundo não humano.

A décima edição da Lisbon Summer School da FCH-Católica conta com oradores como com Lawrence Buell, Ariel Salleh, Viriato Soromenho-Marques e a coreógrafa  Vera Mantero, que mostrará a sua obra ‘O Limpo e o Sujo’, para refletir sobre a ecocultura no futuro pós-pandemia.

A Faculdade de Ciências Humanas informa que Ariel Salleh vai abrir a Summer School com uma palestra sobre ecofeminismo, uma das suas áreas de investigação, e Viriato Soromenho-Marques falará sobre valores sociais no presente momento de crise ambiental.

Entre os oradores principais, a organização destaca Lawrence Buell, prestigiado académico da área da literatura americana e da ecocrítica da Harvard University (professor emérito) e autor de obras seminais como Literature and Environment (2011), The Future of Environmental Criticism (2005).

A iniciativa do Lisbon Consortium da Faculdade de Ciências Humanas da UCP, que “promove a articulação entre o mundo artístico e o mundo académico”, vai decorrer, pela primeira vez, em formato online, entre 6 e 11 de julho, reunindo professores, curadores, artistas e jovens investigadores para uma semana de palestras, apresentações, debates e atividades artísticas que pretendem “provocar a reflexão sobre a cultura e arte contemporâneas”, este ano com mais de 100 participantes de 30 nacionalidades, de todos os continentes.

CB

UCP: Academia Júnior da Faculdade de Ciências Humanas em formato virtual
Jul 6@9:30_Jul 10@13:00

Foto DR – Academia Júnior na UCP

Lisboa, 26 Jun 2020 (ECCLESIA) – A Academia Júnior da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (UCP), para alunos do 9.º ao 12.º ano, realiza-se, de 06 a 10 de julho, em formato virtual.

Esta semana “virtual” na universidade vai ser “uma experiência única de descoberta da vocação profissional”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

«Ateliê de Media Digitais», «Viagem ao outro lado do ecrã: a tradução audiovisual», «Transforma o mundo à tua volta!» e «Psicologia: Inside Out» são alguns dos ateliês temáticos que compõem o programa desta edição.

Estes ateliês vão dar a conhecer a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e as suas cinco licenciaturas: Comunicação Social e Cultural, Psicologia, Serviço Social, Línguas Estrangeiras Aplicadas e Filosofia.

O programa da Academia Júnior 2020 contempla ainda “sessões que permitem conhecer melhor o dia-a-dia na Faculdade de Ciências Humanas através de uma conversa com a Associação de Estudantes e com atuais alunos e as oportunidades de intercâmbio e de estágios através de uma apresentação do Gabinete de Carreiras e do Gabinete de Relações Internacionais da FCH-Católica”, refere a nota

A Academia Júnior 2020 decorrerá das 9h30 às 13h00 através da plataforma Zoom. O programa encontra-se disponível no website da faculdade e as inscrições já estão abertas.

LFS

Jul
8
Qua
Fátima: Curso de verão sobre o santuário, iconografia, cidade e a museologia
Jul 8_Jul 10 todo o dia

Fátima, 03 Jun 2020 (ECCLESIA) – O Santuário de Fátima vai promover, de 8 a 10 de julho, a 5.ª edição dos cursos de verão, este ano com o tema «Fátima e a Arte: o Santuário, a Iconografia, a Cidade e a Museologia».

Esta iniciativa, ministrada por Marco Daniel Duarte, diretor do Departamento de Estudos e do Museu do Santuário de Fátima, vai trabalhar este ano o tema da arte em Fátima, “procurando analisar as construções físicas que, através das diferentes estéticas, materializam o Santuário de Fátima e ainda toda a iconografia que em Fátima e de Fátima nasce e se difunde por todo o mundo”, refere um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

O departamento de estudos pretende com este curso dar resposta a “muitas solicitações” que chegam “de que esta temática mereceria ser tratada num curso de verão”, sublinha Marco Daniel Duarte.

O padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, e Marco Daniel Duarte, coordenador dos Cursos de Verão do Santuário de Fátima, dão início aos trabalhos no dia 8 de julho, lê-se no programa.

LFS

Jul
10
Sex
COVID-19: Do Porto a Santiago de Compostela com uma luz acesa
Jul 10 todo o dia

Porto, 03 Jul 2020 (ECCLESIA) – Um grupo de caminheiros que trilha “com regularidade” o «Caminho de Santiago», vai unir a Sé do Porto à Catedral de Santiago de Compostela (Espanha), de 11 a 24 de julho, com uma mochila que transporta uma luz acesa.

Os caminheiros vão “homenagear os que trabalharam e os que caíram durante a pandemia” que assolou o mundo nos últimos meses, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma de homenagear, em tempos de pandemia, todos os que com “o seu trabalho e dedicação se entregaram às suas causas e profissões sem parar de trabalhar, não esquecendo aqueles que desapareceram devido à pandemia”.

O grupo, onde está incluído Guilherme Rodrigues, um dos promotores da iniciativa, vai sair na madrugada do dia 11 de julho, de forma a poder unir-se ao grupo que faz o caminho francês e entrarem juntos em Santiago de Compostela no dia 24 de julho.

“A ideia é que a mochila com «A Luz do Caminho» não pare, chegando à praça do Obradoiro com a luz acesa, para depois entrarem e serem benzidas, ambas as mochilas, na Catedral de Santiago”, lê-se.

A mochila contém uma luz acesa e ainda um spray desinfetante, que deverá ser usado antes e depois de cada passagem de mochila, e máscaras que os peregrinos deverão usar quando caminharem acompanhados, respeitando as distâncias de segurança.

A mochila «A Luz do Caminho» será benzida na missa das 11h00 horas, dia 10 de julho na Sé do Porto, onde a luz será acesa para, “de forma simbólica, o grupo português, dar início a esta caminhada”.

LFS

Beja: Bispo e clero celebram Missa Crismal
Jul 10@17:30

Foto: C.M. Beja

Beja, 08 jul 2020 (Ecclesia) – O bispo de Beja vai presidir à Missa Crismal, no 250º Aniversário da Restauração da diocese, às 17h30, desta sexta-feira, dia 10 de julho, na Sé.

A Missa Crismal presidida por D. João Marcos vai reunir o bispo diocesano com o seu clero, numa celebração onde vão renovam os compromissos da ordenação sacerdotal.

A Eucaristia, às 17h30 desta sexta-feira, foi adiada por cauda da pandemia do coronavírus Covid-19, de Quinta-feira, quando é normalmente celebrada com a bênção dos Santos Óleos, e realiza-se no aniversário dos 250 anos da restauração da Diocese de Beja (1770-2020).

A diocese alentejana foi restaurada a 10 de julho de 1770, através da bla ‘Agrum Universalis Ecclesiae’, do Papa Clemente XIV, e começou o programa espiritual e comemorativo para os 250 anos da sua restauração, no dia 1 de dezembro de 2019, mobilizados pelo lema pastoral ‘Somos Igreja Celebrante’.

CB/OC

Publicações: Apresentação do livro «No coração da Igreja», do reitor do Santuário de Fátima
Jul 10@17:30

Lisboa, 02 jul 2020 (Ecclesia) – O reitor do Santuário de Fátima, o padre Carlos Cabecinhas, escreveu a obra ‘No coração da Igreja – Eucaristia, comunidade e missão’, que vai ser apresentada às 17h30, de 10 de julho, no anfiteatro do Centro Pastoral de Paulo VI.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a Paulus Editora, informa que o novo livro ‘No coração da Igreja – Eucaristia, comunidade e missão’ vai ser apresentado pelo diretor do Departamento de Liturgia do Santuário de Fátima, o padre Joaquim Ganhão, numa sessão que conta com a presença de D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima.

“Uma obra de síntese, única, de um teólogo português, muito bem fundamentada e sistematizada, que apresenta a Eucaristia nas várias vertentes do mistério acreditado, celebrado e vivido, na dimensão pessoal, eclesial e missionária. O autor consegue fazer tudo isto conjugando os aspetos teológico, litúrgico e pastoral dentro de um horizonte de evangelização e numa linguagem acessível e atraente”, escreveu o cardeal D. António Marto, no prefácio do livro.

O bispo de Leiria-Fátima afirma que “depois do estudo atento do livro, o leitor não olhará mais a Eucaristia como simples rito, mas como encontro único e insubstituível, real e concreto, com Cristo ressuscitado”.

“Em cada celebração eucarística é Cristo que Se torna presente, que nos fala, que nos dá a sua vida, que nos torna participantes do mistério da sua entrega na morte e da sua ressurreição. A partir daqui surge um novo olhar sobre o mistério e a sua celebração”, acrescenta D. António Marto.

A Paulus Editora e o Santuário de Fátima promovem a apresentação do novo livro do padre Carlos Cabecinhas ‘No coração da Igreja – Eucaristia, comunidade e missão’, na sexta-feira, dia 10 de julho, a partir das 17h30, no anfiteatro do Centro Pastoral de Paulo VI.

O comunicado informa que o reitor do Santuário de Fátima, desde 2011, fez a sua especialização teológica no Pontifício Ateneu Santo Anselmo, em Roma, onde completou o mestrado e doutoramento em Liturgia e tem colaborado na formação teológica de agentes de pastoral litúrgica, em diversos âmbitos, para além da docência.

CB

 

Jul
11
Sáb
Braga: Santuário do Bom Jesus comemora 1º aniversário como Património Mundial da UNESCO
Jul 11 todo o dia

Foto Agência ECCLESIA/LFS – Santuário do Bom Jesus do Monte

Braga, 03 Jul 2020 (ECCLESIA) – O Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, comemora este mês dois aniversários: A elevação a Património Mundial da UNESCO e a elevação a Basílica.

A Confraria do Bom Jesus do Monte organizou um programa, nos dias 5, 7 e 11 de julho, para assinalar estas duas datas: o primeiro aniversário do Santuário do Bom Jesus como Património Mundial e o quinto aniversário da elevação a Basílica, refere o site da Arquidiocese de Braga.

No dia 5 de julho, às 11h00, celebra-se o 5º aniversário da Basílica com missa presidida pelo Arcebispo Braga, D. Jorge Ortiga, e a inclusão de novos Irmãos da Confraria e pelas 21h00 realiza-se o concerto pelo grupo vocal Cupertinos da Fundação Cupertino Miranda é transmitido online, através do Facebook do Santuário.

Já no dia 7 de Julho acontece a celebração do 1º aniversário da inscrição na Lista do Património Mundial da UNESCO com a inauguração, às 11h00, do Espaço Museológico do Coro Alto e Torre Sineira, com a presença do Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga e do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio.

Às 18h00 cantam-se os parabéns ao Bom Jesus com a ajuda do Coro Académico da Universidade do Minho, mais uma vez através de transmissão online e quinze minutos depois começa, também no Facebook, o Webinar “Bom Jesus Património Mundial: onde estamos e para onde vamos?”.

No dia 11 de julho, às 18h00, é a vez da Sinfonietta de Braga assinalar as comemorações, também através da página de Facebook do Santuário.

LFS

COVID-19: Do Porto a Santiago de Compostela com uma luz acesa
Jul 11 todo o dia

Porto, 03 Jul 2020 (ECCLESIA) – Um grupo de caminheiros que trilha “com regularidade” o «Caminho de Santiago», vai unir a Sé do Porto à Catedral de Santiago de Compostela (Espanha), de 11 a 24 de julho, com uma mochila que transporta uma luz acesa.

Os caminheiros vão “homenagear os que trabalharam e os que caíram durante a pandemia” que assolou o mundo nos últimos meses, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma de homenagear, em tempos de pandemia, todos os que com “o seu trabalho e dedicação se entregaram às suas causas e profissões sem parar de trabalhar, não esquecendo aqueles que desapareceram devido à pandemia”.

O grupo, onde está incluído Guilherme Rodrigues, um dos promotores da iniciativa, vai sair na madrugada do dia 11 de julho, de forma a poder unir-se ao grupo que faz o caminho francês e entrarem juntos em Santiago de Compostela no dia 24 de julho.

“A ideia é que a mochila com «A Luz do Caminho» não pare, chegando à praça do Obradoiro com a luz acesa, para depois entrarem e serem benzidas, ambas as mochilas, na Catedral de Santiago”, lê-se.

A mochila contém uma luz acesa e ainda um spray desinfetante, que deverá ser usado antes e depois de cada passagem de mochila, e máscaras que os peregrinos deverão usar quando caminharem acompanhados, respeitando as distâncias de segurança.

A mochila «A Luz do Caminho» será benzida na missa das 11h00 horas, dia 10 de julho na Sé do Porto, onde a luz será acesa para, “de forma simbólica, o grupo português, dar início a esta caminhada”.

LFS

Braga: D. Jorge Ortiga preside a Missa no dia de São Bento
Jul 11@11:00_12:00

Braga, 23 Jun 2020 (ECCLESIA) – A Irmandade de São Bento da Porta Aberta, Arquidiocese de Braga, cancelou a «Segunda Romaria» do ano em honra a São Bento, dia 11 de julho, que vai assinalar com uma Missa.

O Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, preside à eucaristia, às 11h00, solenizada pelo Coro de São Bento da Porta Aberta e, nesse dia, a basílica e o andor de São Bento, que estará presente na Cripta durante a eucaristia, serão “ornamentados festivamente”, lê-se.

A Irmandade de São Bento da Porta Aberta cancelou a “Segunda Romaria” do ano em honra a S. Bento “por razões de segurança sanitária para bem de todos os devotos e peregrinos”, informa o Departamento para a Comunicação Social da Arquidiocese de Braga.

LFS/CB

[Notícia atualizada dia 26 de maio]

Jul
12
Dom
Porto: D. Manuel Linda ordena seis padres e três diáconos na Sé
Jul 12@16:00

Porto, 09 Jul 2020 (ECCLESA) – Na Sé do Porto vão ser ordenados seis padres e três diáconos, este domingo, às 16h00, numa celebração presidida por D. Manuel Linda.

César Abílio Ventura Pinto (Felgueiras); Filipe Martins de Sousa Vales (Porto); José da Silva Coelho (Paços de Ferreira); José Joaquim Mendes da Costa (Dehonianos); José Almonte Jesús (República Dominicana) e Misael Fermin Fermin Calderón (República Dominicana) são os nomes dos novos sacerdotes que vão ser ordenados este domingo com transmissão em direto nas plataformas Facebook, Youtube e site do jornal «Voz Portucalense».

Os três diáconos chamam-se Carlos Mauricio Sacta Llivisaca (Equador); Davide Emanuel Almeida da Costa (Vale de Cambra) e José Pedro de Magalhães Novais (Marco de Canaveses).

Na edição impressa do jornal «Voz Portucalense» com data desta quarta-feira, 08 de julho, estão publicadas entrevistas com os seis novos presbíteros

LFS

Jul
16
Qui
Algarve: Igreja reabre para festa de Nossa Senhora do Carmo em Faro
Jul 16 todo o dia

Este ano «não se realizará» a procissão pelas ruas por causa da pandemia Covid-19

Foto jornal Folha do Domingo

Faro, 03 jul 2020 (Ecclesia) – A igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Faro, na Diocese do Algarve, vai reabrir este sábado para o começar as celebrações em honra da padroeira, que se celebra a ‎16 de julho, este ano sem a procissão.

Na informação divulgada pelo jornal ‘Folha de Domingo’, a igreja de Nossa Senhora do Carmo em Faro está encerrada desde meados de março e vai reabrir este sábado para a recitação do rosário às 21h00 e no dia seguinte, 5 de julho, é celebrada a Eucaristia às 09h00.

A Ordem Terceira de Nossa Senhora do Monte do Carmo de Faro, que promove o programa festivo e celebrativo, começa uma novena em honra da padroeira, pelas 21h30, da próxima terça-feira, 7 de julho.

A festa litúrgica de Nossa Senhora do Carmo, em Faro, este ano vai ser celebrada com uma Eucaristia, pelas 19h00, no dia 16, mas por causa da pandemia do coronavírus Covid-19 “não se realizará” a procissão pelas principais ruas da baixa farense, com o Santo Lenho e a imagem de Nossa Senhora do Carmo.

O jornal ‘Folha de Domingo’, da Diocese do Algarve, recorda que durante “a tradicional procissão” param no quartel do Destacamento Territorial de Faro da GNR para a saudação dos militares à sua padroeira e protetora.

CB

França: Santuário de Lourdes promove uma e-peregrinação para todo o mundo
Jul 16 todo o dia

Lourdes, 30 Jun 2020 (ECCLESIA) – O Santuário de Lourdes (França) vai promover, dia 16 de julho, uma e-peregrinação “excecional para todo o mundo”, que tem lugar em direto da Gruta das Aparições daquela localidade francesa.

A 16 de julho, “aniversário da 18ª e última aparição da Virgem Maria”, o santuário mariano de Lourdes vai acolher “pessoas de todos os continentes, através da televisão, rádio e redes sociais, sob o signo da esperança e da solidariedade”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Ao longo de 15 horas em direto e em 10 línguas, inclusive português, o programa vai incluir “transmissões das celebrações, procissões, rosários, orações”.

Um “novo programa de televisão” vai ter lugar ao vivo, das 16h00 às 18h00, na gruta onde personalidades religiosas e civis vão dar testemunho do papel deste santuário nas suas vidas.

O Santuário de Lourdes é um centro de peregrinação internacional que mobiliza quase cem mil voluntários para acolher, anualmente, 3 milhões de peregrinos e visitantes de todo o mundo, incluindo mais de 50.000 pessoas doentes e deficientes.

Foto Agência ECCLESIA/LFS – Santuário de Lourdes

Este santuário mariano é visitado por cerca de quatro mil peregrinos portugueses anualmente.

Como o mundo enfrenta “uma crise económica e social sem precedentes”, aliada a uma “busca sem precedentes de significado”, em Lourdes, os pobres, os frágeis, os doentes e os deficientes têm o primeiro lugar, sublinha a nota.

LFS

Lourdes: Santuário dinamiza e-peregrinação global «Lourdes United»
Jul 16 todo o dia

Foto Santuário de Lourdes

Lourdes, França, 30 jun 2020 (Ecclesia) – O Santuário de Lourdes, em França, vai realizar a e-peregrinação “excecional” para todo o mundo ‘Lourdes United’ no aniversário da 18ª e última aparição da Virgem Maria, dia 16 de junho, em direto da Gruta das Aparições.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA informa que “este dia extraordinário” vai reunir “milhões de pessoas de todos os continentes”, através da televisão, rádio e redes sociais, “sob o signo da esperança e da solidariedade”, ao longo de 15 horas de transmissão em direto em 10 línguas, incluindo o português.

Do programa que vai permitir “um tempo de reencontro, de esperança e de solidariedade para reconetar com o espírito de Lourdes” contam-se transmissões das celebrações, procissões, rosários, orações e um “novo programa de televisão” ao vivo das 16h00 às 18h00 locais (menos uma hora em Lisboa).

A e-peregrinação ‘Lourdes United’, do santuário francês, vai ter a participação de “personalidades religiosas e civis” que vão testemunhar “o papel que Lourdes desempenha nas suas vidas”.

Nas duas horas de emissão ao vivo, em 15 horas de transmissão, no dia 16 de julho, no aniversário da 18ª e última aparição da Virgem Maria a Bernadette Soubirous  em Lourdes, as câmaras vão também aos bastidores para “explicar melhor a missão” do santuário, para além de variadas intervenções sobre os temas da “solidariedade, fraternidade, empenho, (entre)ajuda, esperança e procura de sentido”, reportagens, vídeos de arquivo, música ao vivo, “e outros destaques”.

“Pela primeira vez na sua história”, o Santuário de Lourdes fechou portas, para evitar a propagação do Covid-19, a 17 de março, e reabriu após quase dois meses de confinamento, a 16 de maio, mas “só pode acolher um número muito limitado de peregrinos, de acordo com um protocolo sanitário rigoroso”.

O santuário mariano tem 320 empregados e, por causa da pandemia, prevê “uma perda histórica de 8 milhões de euros” e “quase toda a área económica de Lourdes está em imensa dificuldade”.

Lourdes é um centro de peregrinação internacional que “mobiliza quase 100.000 voluntários” para acolher anualmente “3 milhões de peregrinos e visitantes de todo o mundo, incluindo mais de 50.000 pessoas doentes e deficientes”.

“A fraternidade, a generosidade e a esperança que o santuário carrega há 162 anos nunca foi tão essencial. Em Lourdes, os pobres, os frágeis, os doentes e as pessoas com deficiência têm o primeiro lugar”, assinala ainda o comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

CB/OC

 

Lourdes quer ser plataforma de ligação entre vários Santuários marianos

Setúbal: Missa Crismal no aniversário da criação da diocese
Jul 16@10:30

Foto DR – Sé de Setúbal

Setúbal, 19 Jun 2020 (ECCLESIA) – O Bispo de Setúbal, D. José Ornelas, anunciou, hoje, em carta enviada aos padres, que a Missa Crismal, que não se realizou na Quinta-feira Santa devido à pandemia, terá lugar no dia 16 de julho, às 10h30, na Sé, no 45.º aniversário da criação da diocese.

Nessa ocasião vão ser celebrados também os jubileus sacerdotais do padre José Gomes Lopes Gusmão (50 anos) e do padre José Manuel de Morais Salgueiro Teixeira de Abreu (25 anos) e na celebração estarão apenas presentes os presbíteros e diáconos, podendo se fazer acompanhar por um paroquiano, preferencialmente um jovem, lê-se no site da Diocese de Setúbal

Na carta enviada aos presbíteros e diáconos, no Dia de Oração pela Santificação do Clero, o Bispo de Setúbal renova o seu compromisso apostólico com a Igreja diocesana, evocando os antecessores D. Manuel Martins e D. Gilberto Canavarro dos Reis.

Na primeira mensagem dirigida ao clero depois da eleição como presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas salienta que o serviço da presidência “não entra em concorrência com o serviço da Igreja de Setúbal, embora requeira um ajustamento de tempos e agendas”.

“É sendo Bispo de Setúbal, a partir daqui e com a vossa colaboração e oração, que poderei desempenhar com coerência o serviço que me é pedido entre os bispos das Igrejas irmãs em Portugal”, acrescenta.

LFS

Santarém: Bispo preside à Missa Crismal no aniversário da criação da diocese
Jul 16@19:00

Foto: Agência ECCLESIA/HM

Santarém, 08 jun 2020 (Ecclesia) – O bispo de Santarém vai presidir à Missa Crismal, que não se realizou na Quinta-feira Santa por causa da pandemia, pelas 19h00, do dia 16 de julho, na Sé.

“Todos os presbíteros são convidados a renovar os seus compromissos da ordenação sacerdotal”, escreveu D. José Traquina sobre a Missa Crismal, numa carta enviada ao clero da diocese escalabitana.

A Diocese de Santarém lembra que devem estar presentes os padres desta Igreja local, os diáconos permanentes e um representante por cada paróquia.

D. José Traquina vai presidir à Eucaristia no próximo dia 16, pelas 19h00, na Sé; A Missa Crismal que era para ser celebrada em Quinta-feira Santa foi adiada por causa da pandemia do coronavírus Covid-19.

Neste dia, a Diocese de Santarém celebra o 45.º aniversário da sua criação pelo Papa Paulo V, em 1975.

O território que constitui a diocese escalabitana foi separado do Patriarcado de Lisboa, onde formava, desde 29 de maio de 1966, a Região Pastoral de Santarém; A Diocese de Santarém tem cerca de 3 mil quilómetros quadrados, e abrange 13 dos 21 concelhos do distrito.

CB