Numa iniciativa da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, que em Portugal vai peregrinar a Fátima

Lisboa, 13 set 2019 (Ecclesia) – A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai distribuir seis mil terços pelas famílias cristãs da Síria, numa grande iniciativa internacional, este domingo, dia 15 de setembro.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a AIS assinala que o Papa Francisco deu o “apoio pessoal” a esta campanha quando abençoou os terços que vão ser distribuídos às famílias da Síria, um país “dilacerado por um violento conflito armado desde 2011”.

No dia 15 de agosto, o Papa explicou que os terços são sinal da sua “proximidade”, especialmente para com as famílias que “perderam alguém por causa da guerra”, após a recitação da oração do Ângelus, e com o presidente executivo internacional da fundação ao seu lado.

A AIS assinala que a distribuição dos seis mil terços, “produzidos por famílias cristãs em Belém e na cidade de Damasco, “é apenas uma das faces visíveis de toda a solidariedade” com a Síria.

“O apoio às famílias em maior carência, com a distribuição de alimentos e medicamentos, mas também o auxílio na educação e formação de crianças e jovens, ou a reconstrução de igrejas e templos, além das iniciativas de apoio pastoral, são sinais inequívocos de solidariedade para com uma das comunidades cristãs mais atingidas pela violência nos tempos recentes”, desenvolve, sublinhando que “há dezenas de projetos de assistência pastoral e de emergência”.

Foto: AIS

O secretariado português da fundação pontifícia realça que a comunidade portuguesa também se vai associar a esta iniciativa, na sua peregrinação nacional ao Santuário de Fátima que também se realiza este domingo, entre as 10h00 e as 16h30, com momentos de celebração e convívio.

Neste contexto, o encontro na Cova da Iria vai ter um duplo significado: “Renova-se a consagração da Obra a Nossa Senhora de Fátima, repetindo-se o gesto do fundador da Ajuda à Igreja que Sofre, o padre Werenfried van Straaten, em 14 de setembro de 1967” e vão ter “um momento especial de oração pelos cristãos da Síria”.

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre está a dinamizar uma campanha solidária de ajuda à educação de crianças e adolescentes sírias: “Mais de cinco milhões, desde o pré-escolar até ao secundário, precisam urgentemente de apoio especializado para ultrapassar o trauma da guerra; Cerca de 3 milhões de crianças nasceram durante a guerra.”

CB

Partilhar:
Share