Cidade do Vaticano, 01 jul 2019 (Ecclesia) – O Papa vai canonizar a 13 de outubro o Beato John Henry Newman (1801-1890), cardeal inglês convertido do Anglicanismo, considerado como uma referência da vida eclesial no século XIX.

A decisão foi anunciada hoje pela Santa Sé, após o Consistório Ordinário Público (reunião de cardeais) a que o Papa presidiu, na Sala Clementina, no Vaticano.

O Papa Francisco vai ainda canonizar a irmã Dulce Lopes Pontes, religiosa brasileira; Giuseppina Vannini, fundadora das Filhas de São Camilo; Maria Teresa Chiramel Mankidiyan, fundadora da Congregação das Irmãs da Sagrada Família; e Margherita Bays, da Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

O decreto que reconheceu um milagre atribuído ao cardeal inglês foi publicado a 13 de fevereiro, pelo Vaticano, após uma audiência concedida por Francisco ao cardeal Angelo Becciu, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.

John Henry Newman foi beatificado por Bento XVI a 19 de setembro de 2010, em Birmingham (Reino Unido); a sua festa litúrgica celebra-se anualmente a 9 de outubro, data que assinala a conversão do anglicanismo ao catolicismo, em 1845.

LFS

Vaticano: Beato John Henry Newman vai ser canonizado a 13 de outubro

Vaticano: Papa vai canonizar irmã Dulce, a «Madre Teresa» brasileira

 

Partilhar:
Share