Quando:
2 Dezembro, 2021@19:30_20:30
2021-12-02T19:30:00+00:00
2021-12-02T20:30:00+00:00

Lisboa, 25 nov 2021 (Ecclesia) – O livro «Pombal contra Roma – A Tentativa Teológica do Padre António Pereira de Figueiredo», da autoria do padre João Seabra, vai ser apresentado por João César das Neves, no dia 2 de dezembro às 19h30, em Lisboa.

“Neste livro, o padre João Seabra apresenta um estudo profundo e rigoroso sobre um momento fundamental da história da relação entre a Igreja e o Estado em Portugal: o pombalismo e a obra do seu ideólogo nas questões eclesiais, o padre António Pereira de Figueiredo, que serão precursores da política eclesiástica do liberalismo e da Primeira República”, pode ler-se num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

O livro vai ser apresentado no auditório da igreja de Santa Joana Princesa, em Lisboa, e procura “aprofundar a compreensão da Tentativa Teológica” e da influência do padre António Pereira de Figueiredo “na vida da Igreja portuguesa”.

“Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal, teve um influxo decisivo na Igreja portuguesa: pela perseguição aos jesuítas, pela reforma dos estudos teológicos, pela divisão e reordenamento político das dioceses, pela sujeição política da Inquisição e da censura dos livros, pela domesticação violenta do episcopado, através da perseguição encarniçada aos contrários e da sistemática nomeação de cúmplices para as sés portuguesas e sobretudo pelo combate persistente à autoridade do Papa, centro de unidade da Igreja Católica, que o levará, em 1760, no pontificado de Clemente XIII, a uma rotura de dez anos com a Santa Sé”, indica o comunicado sobre o contexto da obra.

O livro quer reconhecer a “tentativa Teológica” do p Padre António Pereira de Figueiredo, quando se impôs no país como “doutrinador da reforma eclesial de Pombal e projetou-se na Europa como um dos nomes importantes do movimento regalista”.

O padre João Seabra nasceu em Lisboa em 1949 e depois de licenciado em Direito foi ordenado sacerdote em 1978, sendo atualmente cónego da Sé Patriarcal de Lisboa, professor do Instituto Superior de Direito Canónico da Universidade Católica Portuguesa e presidente da Associação para a Educação, Cultura e Formação.

Em 2008 doutorou-se na Faculdade de Direito Canónico da Pontifícia Universidade Urbaniana, de Roma, com a tese «A lei portuguesa de separação do Estado e da Igreja de 20 de Abril de 1912», sendo autor de «Directo ao Assunto» (2003), «O Estado e a Igreja em Portugal no Início do Séc. XX» (2009), «Testemunhas de um Facto» (2016) e «Enraizados na Certeza» (2017).

Entre 1988 e 2011, o padre João Seabra foi responsável nacional do movimento Comunhão e Libertação.

LS

Partilhar:
Share