Quando:
1 Agosto, 2021@15:00
2021-08-01T15:00:00+01:00
2021-08-01T15:15:00+01:00

Matosinhos, 28 jul 2021 (Ecclesia) – O livro ‘Madre Maria Teresa do Menino Jesus – Uma biografia orante’, de Gustavo Borges, vai ser apresentado este domingo, 1 de agosto, a partir das 15h00 no Mosteiro das Clarissas de Monte Real, na Diocese de Leiria-Fátima.

“A Madre Teresa faleceu com fama de santidade e há, inclusive, alguma devoção instituída em torno desta figura ainda desconhecida de muitos, devoção que decidi estruturar em livro, num projeto levado a cabo com as Irmãs de Monte Real”, explica Gustavo Borges, num comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Segundo o autor, pretende-se “futuramente, vir a pedir à Igreja a abertura de um processo de beatificação”, e o novo livro encontra-se a história da Madre Teresa, religiosa Clarissa que fundou o Mosteiro de Santa Clara e do Santíssimo Sacramento, em Monte Real, “dividida em nove dias”, à medida que o leitor avança “vai simultaneamente rezando-a, meditando-a e refletindo-a”.

Gustavo Borges informa que as receitas da nova publicação vão reverter para as Irmãs Clarissas para “ajudar” os projetos das religiosas em Timor-Leste, nomeadamente o Mosteiro de Tunubibi, na Diocese de Maliana, e o apostolado em torno da causa da Madre Teresa.

O livro ‘Madre Maria Teresa do Menino Jesus – Uma biografia orante’, com cerca de 120 páginas, da Editora Figueirinhas (o Porto) vai ser lançado dia 1 de agosto, pelas 15h00, no Mosteiro de Monte Real, do programa consta também um concerto temático do ‘Coro Cum Corde Cantate’.

O evento vai terminar com a celebração da Eucaristia, presidida pelo bispo da Guarda, D. Manuel Felício, às 18h00, após a recitação do Rosário (17h30).

Madre Maria Teresa do Menino Jesus (1905-1975), com o nome de batismo Joaquina Marques Fragoso nasceu na Quinta da Gil, freguesia de Vide-Entre-Vinhas, Concelho de Celorico da Beira.

Ingressou no Magistério da Escola Normal, em Coimbra, e depois de formada professora primária (1925) entrou para o Mosteiro do Louriçal, na Diocese de Coimbra, em 1932, onde foi abadessa.

Em 1965, com três religiosas, vai para Monte Real e fundam o Mosteiro de Santa Clara e do Santíssimo Sacramento, que foi inaugurado em 1972.

O Mosteiro das Clarissas de Monte Real vai celebrar o cinquentenário da sua fundação, a 19 de março de 2022, e as comemorações terminam nos 50 anos da morte da sua fundadora, no dia 26 de agosto de 2025.

A Ordem de Santa Clara nasceu da inspiração de S. Francisco de Assis e Santa Clara e propõe uma forma de vida simples e de acordo com o Evangelho e tem por missão principal a oração de “louvor e súplica em prol da Igreja e da Humanidade”.

CB

Partilhar:
Share