Foto Associação Portuguesa de Canonistas (arquivo)

Lisboa, 09 jun 2020 (Ecclesia) – A Associação Portuguesa de Canonistas vai organizar um encontro nacional para juristas, com um conjunto variado de temáticas “das quais se sublinham os desafios antropológicos”, de 2 a 5 de setembro, na Casa Nossa Senhora do Carmo, em Fátima.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Associação Portuguesa de Canonistas informa que vão abordar vários temas ao longo do encontro onde se sublinham “os desafios antropológicos” relacionados com “a ideologia do género e algumas das suas consequências no ordenamento civil e no ecossistema jurídico canónico”.

O 12.º encontro nacional para juristas vai contar com a reflexão do bispo de Lamego, D. António Couto, sobre “a fundamentação bíblica relativa à antropologia cristã”, e de Isilda Pegado, advogada e presidente da Federação Portuguesa pela Vida, e Pedro Vaz Patto, juiz e presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz da Igreja Católica em Portugal, sobre a ideologia do género e “as suas consequências na realidade portuguesa, na liberdade religiosa e na objeção de consciência”.

A Associação Portuguesa de Canonistas convidou também o professor Juan Ignacio Bañares, da Universidade de Navarra, que vai abordar a “influência da ideologia do género no âmbito do matrimónio”, o professor José Carlos Miranda, do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa, e a psiquiatra Margarida Neto.

O encontro destinado ao aprofundamento nos temas de Direito Canónico destina-se sobretudo a juristas civis e canónicos mas, “pela amplitude da temática”, a organização assinala que pode “interessar todos aqueles que têm um especial interesse em interpretar a cultura antropológica contemporânea”.

Para mais informações e inscrições, a Associação Portuguesa de Canonistas tem um sítio online – www.apcanonistas.org -; O padre José Maria Afonso Coelho, da Diocese de Beja, é o coordenador do encontro nacional para juristas e os serviços de secretariado são da responsabilidade do padre Daniel Rodrigues, da Diocese de Viana do Castelo, e de Ermelinda Pereira.

O 12.º encontro nacional para juristas começa com o acolhimento, às 19h30, do dia 2 de setembro, e termina no sábado, dia 5, a partir das 12h45, na Casa Nossa Senhora do Carmo, em Fátima.

CB/OC

Partilhar:
Share