Fátima, 12 set 2019 (Ecclesia) – O encontro nacional da pastoral social, a realizar em Fátima (Hotel Steyler), de 22 a 24 de outubro, tem como tema «Trazer as periferias para o centro».

A conferência de abertura, às 15h00, é proferida por D. Manuel Clemente, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, e vai abordar «Uma igreja em saída ao encontro de todas as periferias», lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA

«A vida em sociedade e a exigência ética» é o tema da reflexão, às 17h00, da provedora de Justiça, Maria Lúcia Amaral, e, pelas 18h30, realiza-se um painel onde as pessoas sem abrigo vão estar no centro.

No segundo dia de trabalhos, desta iniciativa organizada pelo Secretariado Nacional da Pastoral Social, «A cidade e o campo» por Álvaro Domingues (professor da Faculdade de Arquitetura – Porto) e «E, agora, os refugiados?!» por André Costa Jorge (PAR – Plataforma de Apoio aos Refugiados – JRS) são duas temáticas a refletir, lê-se no programa.

Na tarde desse mesmo dia, os participantes vão poder visualizar o filme «Campeões», de Javier Fesser (2018), seguido de debate, e às 18h30, o professor da UCP, Juan Ambrosio, fala sobre o «Sínodo da Amazónia».

«Num bairro periférico de uma cidade» é o tema da conferência de José Carlos Mota, (Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território – Universidade de Aveiro) na manhã do último dia.

A conferência de encerramento do 33º encontro nacional da pastoral social está a cargo do diretor do secretariado, padre José Manuel Pereira d´Almeida, que aborda o tema «O que dizemos quando falamos de “opção preferencial pelos pobres”?»

LFS

PROGRAMA do ENCONTRO

Partilhar:
Share