«Ao encontro de todos na evangelização, ao encontro de todos na caridade» – João Clemente

Foto: Agência Ecclesia/HM

Lisboa, 20 jan 2020 (Ecclesia) – O Serviço da Juventude de Lisboa vai dinamizar as jornadas diocesanas nos dias 28 e 29 de março, na Paróquia de Queluz, e propõe aos participantes uma experiência de Jornada Mundial da Juventude.

“Aquilo que queremos é que naqueles dois dias se possa fazer, a este nível diocesano, a experiência que acontece numa Jornada Mundial da Juventude”, disse o diretor do Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa.

Em declarações à Agência ECCLESIA, João Clemente explicou que na Jornada Diocesana da Juventude 2020, para poderem “proporcionar uma experiência mais rica” e que de alguma maneira que “toque a experiência da Jornada Mundial da Juventude”, entenderam que “era muito importante que houvesse uma vigília de oração”.

Deste modo, o encontro começa no dia 28 de março, com um “momento artístico, cultural de festival da juventude”, nessa tarde, e a vigília de oração à noite, enquanto na manhã do dia seguinte, estão previstas as “catequeses, os ateliês e workshops” e depois um encontro com o cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

O diretor do Serviço da Juventude de Lisboa salienta que durante os dois dias os participantes também vão ter a “possibilidade do sacramento da reconciliação”, através do parque do perdão, para além de uma “abordagem à temática vocacional”.

Jornada Diocesana da Juventude

👋👋 Hey, jovem! Sim, tu!… Sabias que a Jornada Diocesana da Juventude está a chegar? 🙌Este ano, temos uma novidade para ti! Pois é… a JDJ será em 2 dias! Marca já na agenda os dias 28 e 29 de março para vires a Queluz divertir-te, rezar e encontrar-te com jovens de toda a diocese e com o teu bispo. 🤩As inscrições abrem brevemente! 💻Levanta-te e arrisca! 👏#JDJ #Queluz #JMJ_2022 #Patriarcado_de_Lisboa

Publicado por Serviço da Juventude de Lisboa em Segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

 

‘Com Cristo ao encontro de todos’ é o tema da Jornada Diocesana da Juventude que une o sínodo diocesano e o itinerário para a JMJ Lisboa 2022, que segundo João Clemente é para ir “ao encontro de todos na evangelização, ao encontro de todos na caridade”.

“Gostaríamos que tocássemos as várias periferias existênciais, geográficas, sociais nesta jornada: ‘Com Cristo ao encontro dos presos’; ‘com Cristo ao encontro dos bairros socias’, ‘com Cristo ao encontro dos idosos’”, exemplificou João Clemente.

O diretor do Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa adiantou que querem partilhar o testemunho de pessoas que têm trabalhado nessas periferias, com jovens que foram “tocados por Jesus nestas periferias e dão testemunho disso”.

“É possível em realidades muito frágeis tocar e conhecer Jesus”, realçou.

DR

Na Jornada Diocesana da Juventude, os jovens do Patriarcado de Lisboa vão ser incentivados “com Cristo” a ir ao encontro de muitas periferias, como saírem com Cristo “ao encontro daqueles que são mais frágeis, mais vulneráveis, que estão mais excluídos”.

O encontro acontece dias antes da peregrinação dos jovens a Roma onde vão acolher os símbolos da JMJ – cruz de madeira e ícone de Nossa Senhora ‘Salus Populi Romani’, no dia 5 de abril de 2020, Domingo de Ramos, organizada pelo Comité Organizador do Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude em Portugal, com as dioceses.

Em 2022, a Jornada Mundial da Juventude vai decorrer em Lisboa e tem por tema “Maria levantou-se e partiu apressadamente”; O anúncio foi feito na anterior edição internacional deste evento a 27 de janeiro de 2019, no Panamá.

A Jornada Diocesana da Juventude decorre na Paróquia de Queluz, Vigararia da Amadora, nos dias 28 e 29 de março.

LS/CB/PR

Partilhar:
Share