«Viveremos a Liturgia como lugar de encontro com Deus e com os outros» – D. Manuel Clemente

Lisboa, 31 mai 2019 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca de Lisboa convida a diocese para a Festa da Família, onde vão ser abençoados os casais que comemoram 10, 25, 50, 60 e mais anos de Matrimónio, dia 16 de junho, na Quinta das Conchas.

“Com toda a Diocese, viveremos a Liturgia como lugar de encontro com Deus e com os outros, sendo em cada família que esse encontro começa a acontecer, juntando gerações, sonhos e experiências compartilhadas”, lê-se na mensagem de D. Manuel Clemente.

‘Família: Lugar de Encontro com Deus’ é o tema da 6.ª edição da Festa da Família, entre as 10h00 e as 17h30, no Parque Quinta das Conchas, em Lisboa.

A Pastoral Familiar do Patriarcado está a organizar uma ‘Feira Familiar’, a partir das 11h00, com cerca de 20 stands, de vários movimentos e associações desta área, e até às 14h00 vai ser possível participar em vários percursos que “algumas realidades eclesiais” prepararam para todas as famílias, “de acordo com os seus carismas”.

A partir das 14h00, o Festival da Família conta com a fadista Cuca Roseta, o grupo familiar ‘Figo Maduro’ e alguns testemunhos dos casais jubilares, antes de D. Manuel Clemente falar aos casais jubilares (15h30) e da Eucaristia, a partir das 16h00.

“Será um belo dia, pela beleza de cada família como lugar de vida convivida e Igreja doméstica de oração e partilha”, realça o cardeal-patriarca de Lisboa.

O encontro diocesano, no dia 16 de junho, realiza-se no Domingo da Santíssima Trindade, e D. Manuel Clemente refere que “lembrando que Deus é em si mesmo um encontro absoluto, do Pai com o Filho no amor do Espírito que os une” e a família “é sinal desse amor, que origina e realiza a vida da criação inteira”.

Os casais que durante este ano celebram os jubileus matrimoniais de 10, 25, 50 e mais anos de casamento, são convidados a inscrever-se no sítio online da Pastoral Familiar para receber a bênção do Cardeal-Patriarca de Lisboa, até 11 de junho.

“O objetivo desta jornada é celebrar a família e sensibilizar a Igreja e a sociedade para a importância da família como célula fundamental da sociedade. Procuramos com este dia ir criando redes, sinergias e estruturas de pastoral familiar que permitam às várias famílias, paróquias e vigararias da Diocese de Lisboa, realizar uma verdadeira pastoral familiar”, assinala em comunicado o serviço pastoral que dinamiza o encontro.

CB

Partilhar:
Share