Lisboa, 22 out 2019 (Ecclesia) – O relatório «Perseguidos e esquecidos?» da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) sobre os cristãos oprimidos por causa da sua fé vai ser apresentado esta quarta-feira, às 16h00, no Centro Nacional de Cultura, em Lisboa.

O relatório que analisa o período de julho de 2017 a julho de 2019 é apresentado por Paulo Portas e conta com a presença do padre Gideon Obasogie, da Nigéria, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Cristianismo “é a religião mais perseguida do mundo” e “há muitos anos, que a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) dá voz a estes cristãos sem voz”, lê-se no comunicado.

«Perseguidos e esquecidos?» apresenta os resultados “das pesquisas contínuas da AIS, avaliando padrões recentes de ódio e discriminação”, sublinha a nota.

Esta edição analisa concentra-se “nos principais desenvolvimentos em 12 países onde o sofrimento dos cristãos é particularmente grave”.

LFS

Partilhar:
Share