Foto DR – Casa do Oeste

Lisboa, 15 jul 2020 (ECCLESIA) – A pensar nas famílias que viram os seus rendimentos diminuídos ou os seus planos de férias condicionados, a Fundação João XXIII entendeu “disponibilizar as instalações da Casa do Oeste para uma alternativa económica, segura e atraente para férias em família”.

Em modelo aberto (de 14 a 30 de agosto ou de 31 de agosto a 13 de setembro), a Casa do Oeste/Fundação João XXIII oferece também “algumas alternativas diárias, para quem quiser participar”, onde se junta à proximidade do campo e da praia (a 2km) o descanso, o “convívio resguardado com outras famílias, e o enriquecimento pessoal com várias propostas de atividades num lugar que dispõe de condições excelentes, amplas, arejadas e seguras”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A origem da Casa do Oeste, posteriormente Fundação João XXIII, remonta aos anos 60, tendo-se iniciado a sua concretização em 1972 como local para a realização das atividades dos movimentos rurais da Ação Católica do Patriarcado de Lisboa.

Com sede em Ribamar, concelho da Lourinhã, a Fundação é uma instituição canónica sem fins lucrativos, constituída juridicamente em 1991 que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento do meio rural, à luz da mensagem cristã.

LFS

Partilhar:
Share