Lisboa, 09 nov 2019 (Ecclesia) – O astrofísico Marco Bersanelli é um dos oradores do ‘Meeting de Lisboa’ 2019, que se realiza no Pavilhão Carlos Lopes, entre hoje e amanhã, com o tema “Quem me dera ouvir de alguém a voz humana”, inspirado num verso de Álvaro de Campos.

Depois da abertura (10h00) desta iniciativa, os Colégios de São Tomás e de São José – Ramalhão (Lisboa) promovem o momento “Uma gigante voz humana. Histórias para miúdos e graúdos” e de tarde (15h00) Hugo Dantas e Marta Scorsetti falam sobre «Há alguém que escuta o meu grito?».

Uma leitura dramática de “A Viagem”, de Sophia de Mello Breyner Andresen, antecede a conferência “Escutar a voz do universo” com Marco Bersanelli (astrofísico e professor universitário de Astronomia e Astrofísica na Universidade de Milão – Itália).

O primeiro dia encerra com um concerto «E que lição nos dás, mesmo sem falar?».

O domingo começa com uma mesa redonda «Não tenhais medo!» que tem como intervenientes a irmã Giusy Maffini, (madre do Mosteiro Trapista de Santa Maria Mãe da Igreja de Palaçoulo – Bragança), padre Duarte da Cunha e o editor Henrique Mota.

“A nossa banda podia ser a tua vida” é o tema da conversa entre Diogo Álvares Pereira, Júlia Pestana e Margarida Seabra.

O Meeting 2019 encerra às 15h30.

A iniciativa, nascida em 2012, reproduz a ideia de um encontro anual que se realiza em Rimini (Itália), por iniciativa do movimento Comunhão e Libertação, com exposições, concertos, palestras e debates.

LFS/OC

Partilhar:
Share