Lisboa, 17 out 2020 (Ecclesia) – A Igreja Católica em Portugal assinala a partir deste domingo a Semana Nacional da Educação Cristã, tendo este ano por tema “Fortalecer e apoiar a Família, Igreja Doméstica”.

A marcar o início desta semana, D. António Moiteiro, bispo de Aveiro e Presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF), preside a uma Eucaristia no domingo, às 11h00, na capela do Seminário de Santa Joana Princesa, em Aveiro, com a realização do sacramento do crisma.

No dia 22 de outubro, a Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC), em parceria com o Secretariado Nacional da Educação Cristã, promovem a V Peregrinação Nacional ao Santuário de Fátima

No dia 25 de outubro a Semana Nacional da Educação Cristã termina em Peniche, com uma celebração da Eucaristia, presidida por D. Daniel Batalha Henriques, bispo auxiliar de Lisboa e membro da CEECDF.

Entre os dias 23 e 25, decorrem no ambiente digital as Jornadas Nacionais de Catequistas sobre o tema “Catequese e Família”.

A Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé escreveu uma Nota Pastoral para a Semana Nacional da Educação Cristã, assumindo a necessidade de apostar em famílias “subsídios digitais de qualidade, práticos e acessíveis”.

O documento intitulado “Fortalecer e Apoiar a Família, Igreja Doméstica” refere que é fundamental dialogar com as famílias “a possibilidade de alternar a catequese presencial na paróquia com a formação em família, sem esquecer a necessidade da sistematização da formação que identifica a catequese”.

A Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé dirige a “todos os obreiros da educação cristã” uma mensagem de “apreço e incentivo pela dedicação e coragem com que abraçam este desafio em tempos de incerteza e de dificuldades variadas”, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

A situação criada pela pandemia pede um “novo olhar” e que se prepare “um futuro diferente e redescobrir nesse horizonte o lugar fundamental da família”, refere a nota.

A Catequese, a Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) e a Escola Católica têm “prestado atenção e cuidado à família, na sua missão evangelizadora, com propostas válidas para apoiar a sua missão educativa”, assinala o organismo episcopal.

Perante as circunstâncias presentes, torna-se “imperioso aprofundá-las e abrir caminhos para o futuro”, aponta a CEECDF.

“Não é com um regresso ao passado, como alguns sonham, mas com um discernimento lúcido dos sinais dos tempos e com a colaboração esclarecida de todos que podemos promover a formação humana e cristã nas diferentes realidades educativas”, conclui o documento.

OC/PR

Partilhar:
Share