Foto: Diocese de Leiria-Fátima

Leiria, 13 ago 2019 (Ecclesia) – O Museu de Leiria vai receber a leitura encenada de excertos das “Confissões de Santo Agostinho”, no âmbito das comemorações do dia de santo padroeiro da Diocese de Leiria-Fátima, pelas 22h00 do dia 28 de agosto.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, informa que a leitura de excertos das “Confissões de Santo Agostinho” vai ser encenada pelo grupo Teatro Maizum e musicada ao vivo por Rão Kyao.

O Museu de Leiria, instalado no convento anexo à igreja de Santo Agostinho, assinala que o evento começa pelas 22h00 e a entrada é gratuita mas condicionada à lotação do espaço, o claustro do convento.

Santo Agostinho é Padroeiro da Diocese de Leiria desde a sua restauração, em 1918, e um dos motivos “terá sido a pertença deste território ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra”, até à sua criação como diocese, em 1545.

A igreja começou a ser construída em 1577 e o complexo conventual dois anos mais tarde, 1579.

Santo Agostinho nasceu a 13 de novembro de 354, em Tagaste, na Argélia, e morreu a 28 de agosto de 430; Aos 32 anos de idade converteu-se ao catolicismo; Foi ordenado sacerdote, em 391, em Hipona, e nomeado bispo desta diocese quatro anos depois, com mais de uma centena de obras, as mais famosas são as ‘Confissões’ e ‘A cidade de Deus’. Foi canonizado por aclamação popular e reconhecido como Doutor da Igreja, pelo Papa Bonifácio VIII, em 1298.

CB

Partilhar:
Share