Vila Viçosa, 27 Nov 2020 (Ecclesia) – Para comemorar os 375 anos da coroação de Nossa Senhora da Conceição como Padroeira de Portugal vai realizar-se, de 25 a 27 de março de 2021, em Vila Viçosa (Arquidiocese de Évora) o congresso internacional «Mulher, Mãe e Rainha».

O congresso conta com a presença de vários investigadores de diferentes áreas de estudo e provenientes de diferentes academias, portuguesas e internacionais, de onde se destacam, “para além das universidades portuguesas, várias academias e institutos do Vaticano”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Historiografia – estudos sobre um tema maior; fundamentos bíblicos e discurso parenético; representações institucionais, plásticas e artísticas; marcas marianas na cultura dos povos; religiosidade popular, discursos teológicos e vivências cultuais são os eixos temáticos do congresso «Mulher, Mãe e Rainha».

Sendo a figura da Virgem Maria tomada como “bandeira de diferentes tipos de pensamento, vão passar pelo congresso análises e posicionamentos intelectuais muito diversos, mostrando a premência do tema no contexto de uma sociedade tão complexa como é a sociedade atual”.

Para a realização do congresso, associaram-se ao IPPEM (O Instituto da Padroeira de Portugal para o Estudo da Mariologia) a Arquidiocese de Évora, a Régia Confraria de Nossa Senhora da Conceição, o Santuário de Vila Viçosa, o Santuário do Sameiro e o Santuário de Fátima, além de vários institutos e centros de investigação científicos.

O Instituto da Padroeira de Portugal para o Estudo da Mariologia (IPPEM) tem como principal objetivo promover o estudo sobre a Padroeira de Portugal, nas mais diversas perspetivas culturais e científicas.

LFS

Partilhar:
Share