Fátima, 28 out 2019 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima vai dedicar a próxima exposição temporária ao centenário da primeira imagem de Nossa Senhora, com o tema ‘Vestida de Branco’, que vai ser inaugurada no dia 30 de novembro.

A nova mostra, de entrada livre, vai poder ser visitada de 30 novembro a 15 de outubro de 2020, no convivium de Santo Agostinho, na Basílica da Santíssima Trindade.

A escultura de Nossa Senhora de Fátima, da autoria de José Ferreira Thedim (1892-1971), foi criada em 1920 para veneração na Capelinha das Aparições; é uma peça de “vulto redondo, com 1037 mm de altura, talhada em madeira de cedro do Brasil, com aplicação de policromia, douramento” e carnação pela Casa Teixeira Fânzeres, de Braga.

Segundo o santuário mariano, a imagem “é um dos mais importantes símbolos do catolicismo” e atrai a Fátima milhões de peregrinos por ano, “entre eles os mais importantes dignitários da Igreja, como é o caso dos Papas”.

A imagem foi oferecida por Gilberto Fernandes dos Santos, um devoto de Torres Novas, e benzida na igreja paroquial de Fátima a 13 de maio de 1920, sendo entronizada na Capelinha das Aparições, um mês depois.

Já a 13 de maio de 1946, a imagem foi coroada pelo legado do Papa Pio XII, cardeal Masella, com a coroa oferecida pelas mulheres portuguesas em 1942; ali foi incrustada a bala que feriu o Papa São João Paulo II, a 13 de maio de 1981.

O anúncio da nova exposição temporária – ‘Vestida de Branco’ – foi feita pelo vice-reitor do santuário, o padre Vítor Coutinho, no âmbito da mostra ‘Capela Múndi’, que se encerrou no dia 15 de outubro.

CB/OC

A primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima, que em 2020 celebra o seu centenário, vai ser o tema da próxima exposição temporária do Santuário. "Vestida de Branco" é o nome da exposição comemorativa que abrirá portas a 30 de novembro próximo.

Publicado por Santuário de Fátima em Quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Partilhar:
Share