Lisboa, 14 mar 2019 (Ecclesia) – O Comité Europeu para o Ensino Católico (CEEC) organiza, hoje e sexta-feira, em Bruxelas (Bélgica), o simpósio internacional «A Escola Católica e os desafios inter-religiosos e interculturais».

Antes da partida para Bruxelas, o participante no Simpósio, Fernando Moita, coordenador nacional da Escola católica no Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC) considera a iniciativa “muito pertinente numa altura em que a Europa enfrenta uma das suas maiores crises de identidade com o fenómeno Brexit e uma resposta incapaz e ténue ao problema dos migrantes que aqui buscam melhores condições de vida”, refere o site Educris.

A iniciativa pretende “refletir e partilhar práticas de ensino e desafios que a interculturalidade traz hoje ao ensino católico de toda a europa” e a sessão inaugural vai contar com a apresentação da presidente austríaca da CEEC, Cristine Mann que apresenta o tema «O diálogo inter-religioso e intercultural e a sua relação com o ensino da religião nas Escolas católicas Europeias».

Ao longo dos dois dias várias experiências vão ser apresentadas como o caso da Albânia, com o tema, «Diálogo inter-religioso e intercultural na Albânia», ou a Suécia que através de Paddy Maguire apresenta o caso Sueco sob o tema «Uma escola universal – o caso da Suécia».

Francis Campbell traz à análise o tema «A educação católica no espaço público» e Myriam Gesché reflete sobre «A escola católica enquanto laboratório do diálogo intercultural e inter-religioso na Bélgica francófona»

O CEEC representa 35 mil escolas frequentadas por cerca de 8 milhões de estudantes em toda a Europa.

LFS

Partilhar:
Share