Lisboa, 25 set 2020 (Ecclesia) – O Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa (SC) pretende “apoiar” os processos de “reconfiguração da catequese”, que resultam da experiência realizada durante a quarentena, no ano pastoral 2020/2021, e destaca a importância da família e dos ambientes digitais.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o secretariado do Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa destaca que o contexto da quarentena “evidenciou dois aspetos particulares”, primeiro a “relevância da família” como sujeito evangelizador e celebrativo e, em segundo lugar, a “maximização” dos ambientes digitais como “lugares de evangelização”.

Sobre a relação catequese e família, o SC apresenta materiais de apoio para “os pais poderem fazer a catequese em casa”, procurando consolidar a experiência do “maior envolvimento da família na catequese das crianças e a própria família enquanto Igreja doméstica”.

Neste âmbito, e com a orientação do catequista, os pais vão realizar essa catequese quinzenalmente, em alternância com “encontros de catequese na paróquia” e o secretariado do Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa vai promover a formação online ‘Catequese e família”, este sábado.

Sobre o segundo aspeto, as “ferramentas digitais na Catequese” estão a ser dinamizadas formações para catequistas, “com percursos diferenciados adaptados às necessidades formativas de cada catequista”, que têm continuidade este sábado e domingo; estão previstas mais formações no próximo dia 28, bem como nos dias 1 e 3 de outubro.

O SC adianta também que para apoiar os catequistas na programação da catequese vai realizar sessões e-learning, uma por catecismo do 1.º ao 6.º ano, em cada trimestre, com propostas atividades de envolvimento da família na catequese, ferramentas digitais e pistas para a vivência dos tempos litúrgicos.

“Pretende-se acompanhar a catequese neste tempo tão exigente, cujo objetivo é evitar o amadorismo e a improvisação e capacitar os catequistas para a sua prática nos ambientes digitais e encontrarem novas formas da catequese se relacionar com as famílias”, acrescenta.

O secretariado do Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa assinala ainda que já começou o segundo ano do projeto ‘Say Yes’ de catequese com os adolescentes com várias iniciativas, como “uma proposta formativa online a nível nacional”, uma formação online de introdução ao projeto e já estão disponíveis também para “todas as etapas” os ‘Diários de Bordo’ e respetivos guias para o catequista para o ano pastoral 2020-2021.

CB

Partilhar:
Share