Foto: Igreja Açores

Angra do Heroísmo, Açores, 07 abr 2021 (Ecclesia) – O bispo de Angra vai presidir no dia 29 de maio à cerimónia de abertura ao público do Museu de Arte Sacra da Horta, na igreja do Carmo (ilha do Faial), às 20h00 locais.

“Queremos, em primeiro lugar, que este seja um espaço de valorização da arte e do património, mas não só. A nossa vontade é continuarmos dentro daquilo que é a arte sacra e dar novos contributos”, disse o diretor do Museu de Arte Sacra da Horta, o padre Marco Luciano Carvalho, ao portal ‘Igreja Açores’.

O novo espaço museológico vai ter exposições sobre o ‘Barroco na ilha do Faial’, ‘Maria na Arte’, ‘Os Santos da Penitência da ordem Terceira Franciscana’ e a ‘Coleção do Triunfo do Século XVIII da Igreja do Carmo’.

“Não podemos ficar só no que existe, precisamos de introduzir peças contemporâneas que nos ajudem a fazer a ponte entre a arte e a fé, e entre estas duas coisas e a vida”, acrescentou o padre Marco Luciano Carvalho.

O Museu de Arte Sacra da Horta pretende ser um espaço “de diálogo” entre a história e o presente, tem na sua reserva mais de mil peças e vai juntar o património da Ordem Terceira do Carmo, Ordem Terceira de São Francisco e outras peças diocesanas e da ilha do Pico.

“Um museu não é um lugar de coisas antigas, tem que fazer com que aquelas peças, através de uma narrativa, transmitam aquilo que foi a história da Igreja no Faial e nos Açores, e fazer as pontes com a atualidade, nomeadamente com as iniciativas que possam refletir a arte a fé e a vida”, desenvolveu o diretor do museu.

O sítio online ‘Igreja Açores’ informa também que associado ao Museu de Arte Sacra da Horta vai ficar a primeira paramentaria da Diocese de Angra; Na igreja do Carmo pode ser visitada uma coleção de imagens dos séculos XVI e XVII.

CB/OC

Partilhar:
Share