D. Manuel Quintas preside uma Eucaristia no Dia Mundial do Pobre, a 17 de novembro

Faro, 15 out 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana do Algarve vai assinalar os seus 62 anos de existência, e os 50 anos do centro infantil, a partir desta sexta-feira, com um ciclo de conferências até 7 de dezembro, sempre às 21h00.

Uma nota enviada à Agência ECCLESIA informa que a conferência inaugural vai ser proferida pelo professor catedrático José Eduardo Borges de Pinho, da Faculdade de Teologia, da Universidade Católica Portuguesa, às 21h00 desta sexta-feira, no auditório da Biblioteca Municipal de Tavira.

O Gabinete de Informação da Diocese do Algarve adianta que o ciclo de conferências vai percorrer as quatro vigararias da diocese e o professor universitário Juan Ambrosio vai falar dia 8 de novembro, em Loulé.

O presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca, é o orador seguinte, no dia 15 do próximo mês, em Faro.

Os 62 anos da Cáritas Diocesana do Algarve e os 50 anos do centro infantil vão ser assinalados com uma Eucaristia, presidida pelo bispo D. Manuel Quintas, pelas 12h15, de 17 de novembro, Dia Mundial do Pobre, na Sé de Faro.

A conferência de encerramento vai ser realizada pelo padre José Manuel Pereira de Almeida, vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa, dia 7 de dezembro, em Portimão.

A nota de imprensa informa também que a Cáritas algarvia vai realizar uma campanha de Natal e a manifestação de rua é a 21 de dezembro, na Paróquia das Ferreiras.

Para o próximo ano 2020, já estão agendadas as Jornadas de Ação Sociocaritativa, que têm lugar a 7 de março, no Centro Pastoral da Diocese do Algarve, em Ferragudo.

No Algarve foi criado o Conselho Consultivo da Cáritas Diocesana, que visa “ajudar a direção a tomar conhecimento da realidade em cada uma das vigararias e, posteriormente, à promoção de ações vocacionadas para essas realidades”, adiantou o presidente da instituição Carlos Oliveira.

CB/OC

Partilhar:
Share