Faro, 18 abr 2019 (Ecclesia) – O bispo do Algarve disse hoje que a diocese vai ter um novo padre e quatro diáconos permanentes, no final da Missa Crismal que presidiu na Sé de Faro.

“Deixo aqui esta informação também para que vós, neste tempo pascal, possais ter presente estas intenções da nossa Igreja diocesana”, afirmou D. Manuel Quintas, pedindo oração aos cristãos algarvios.

Diácono António Moitinho de Almeida

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, pelo jornal diocesano ‘Folha do Domingo’, a celebração da ordenação sacerdotal e das diaconais vão realizar-se no dia 16 de junho, solenidade da Santíssima Trindade, na igreja de São Pedro do Mar, em Quarteira.

O engenheiro civil António Moitinho de Almeida, da Paróquia de Santa Maria de Tavira, vai ser ordenado presbítero; Com 32 anos de idade está a estagiar nas Paróquias de Estoi e Santa Bárbara de Nexe, foi ordenado diácono no dia 3 de fevereiro deste ano.

Os quatro leigos que vão ser ordenados diáconos permanentes são: António Valério Costa e João Pontes dos Santos, da Paróquia matriz de Portimão, João Chaves dos Santos, da Paróquia de Olhão, e Nuno Francisco, da Paróquia da Mexilhoeira Grande.

Os futuros diáconos permanentes foram instituídos no ministério dos acólitos em novembro de 2018, depois de terem frequentado o Curso Básico de Teologia para agentes de pastoral realizado pela Diocese do Algarve, no seu Centro de Estudos e Formação de Leigos do Algarve (CEFLA), de 2015 até 2018.

O jornal ‘Folha do Domingo’ assinala que a missão do diácono consiste, “antes de mais nada, em ficar consagrado pelo sacramento da Ordem para o serviço do altar, para o serviço da caridade e para o serviço da Palavra”.

Na Missa Crismal desta manhã, o bispo do Algarve desafiou os padres da diocese a serem capazes de “contagiar” o mundo com o seu entusiasmo, num estilo de vida simples que lhes permita “ser próximo de todos, particularmente dos excluídos”.

CB

Partilhar:
Share