Calendário

Jun
6
Sáb
Coimbra: Paróquia de São José lança campanha a favor das vítimas da covid-19
Jun 6@21:00_22:00

DR

Coimbra, 05 Jun 2020 (ECCLESIA) – A Paróquia de São José, cidade de Coimbra, lança este sábado, 6 de junho, pelas 21h00, a campanha solidária «AME, São José Cuida!» a favor das vítimas da covid-19.

A apresentação da campanha, que irá decorrer na arcada principal da igreja de São José, será feita pelo pároco, padre Jorge Silva Santos, num momento que contará igualmente com a presença do Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, que, na véspera do Dia da Igreja Diocesana, se quis associar ao arranque desta iniciativa, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

A campanha «AME, São José Cuida!» surge num momento em que a atual pandemia veio expor “as principais vulnerabilidades da sociedade, com o agravamento das desigualdades sociais e o crescimento da pobreza”.

A iniciativa vai decorrer até 31 julho e ao longo de quase dois meses, a campanha vai articular-se em três áreas de intervenção, designadas por arcos, que remetem para a referência arquitetónica dos três arcos frontais da igreja de São José: Arco Afetivo, Arco Material e Arco Espiritual, refere o comunicado.

Com o Arco Afetivo pretende-se desenvolver uma iniciativa comunitária que visa aproximar gerações e combater a solidão através da redação e entrega de 1000 cartas a pessoas idosas, residentes ou não em lares, identificadas como pessoas de maior fragilidade física, social e emocional no contexto da atual pandemia.

Esta dimensão será dinamizada, em primeiro lugar, com a participação dos grupos infantis e juvenis da Paróquia, que serão os principais remetentes, tal como o grupo de escuteiros, estando, no entanto, aberta a todos os paroquianos e não paroquianos que queiram participar.

O Arco Material tem por objetivo angariar fundos para apoiar famílias vítimas da covid-19 e as verbas serão canalizadas através do Centro de Acolhimento João Paulo II, instituição com conhecimento privilegiado das situações de carência social que se têm manifestado na cidade de Coimbra nos últimos meses.

Já o Arco Espiritual será o âmbito da iniciativa que irá dedicar tempo de oração às vítimas da pandemia. Através do site ame.igrejasaojose.pt é possível identificar situações concretas e pedir à Paróquia uma oração específica.

Estes momentos de oração são uma forma da comunidade paroquial de São José, unindo-se ao sofrimento de quem atravessa uma fase de maior vulnerabilidade, apoiar espiritualmente as vítimas da Covid-19: doentes, famílias enlutadas, desempregados ou outras situações de fragilidade.

Todas as informações da iniciativa estão disponíveis no site ame.igrejasaojose.pt.

LFS

Jun
7
Dom
Coimbra: Celebração do Dia da Igreja Diocesana a pensar “muito seriamente” nos pobres
Jun 7 todo o dia

Coimbra, 01 Jun 2020 (ECCLESIA) – O Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, escreveu uma mensagem para o Dia da Igreja Diocesana que se celebra a 07 de junho e pede a cada comunidade que na celebração pense “muito seriamente nos seus pobres”.

Na sua mensagem, datada de 21 de maio, D. Virgílio Antunes solicita também às comunidades que promovam “ações de solidariedade humana, espiritual e material em seu favor, pois a caridade é o distintivo da fé”.

“Que ninguém seja esquecido particularmente neste tempo de crise económica” porque “este é o tempo de olhar para os pobres, este é o tempo da caridade”, refere o documento enviado à Agência ECCLESIA.

Devido à pandemia, este ano a celebração será “ao nível da unidade pastoral, da forma possível e considerada localmente mais adequada”, escreveu o Bispo de Coimbra.

Os párocos juntamente com a equipa de animação pastoral e o conselho pastoral vão encontrar “as formas melhores para ajudar todos os fiéis a sentirem-se membros do Corpo de Cristo e a aprofundarem a fé na comunhão” que os une enquanto Igreja Diocesana.

As pessoas estão a braços “com muitas mudanças” que se operaram na vida quotidiana e que “afetaram de modo especial as famílias, com as crianças, os idosos e os doentes mais afastados das suas rotinas habituais bem como das manifestações de afeto diretas e físicas”.

O Bispo de Coimbra espera “que a ninguém esteja a faltar o carinho e a consolação expressos, porém, de outras formas”.

Aguarda-se “com paciência, responsabilidade e amor, o regresso à normalidade plena”, sem se por “em causa as medidas de segurança que têm vindo a ser veiculadas pelas autoridades públicas e pela Igreja”, escreveu D. Virgílio Antunes.

A Diocese de Coimbra está a terminar a execução de um plano pastoral de três anos, intitulado «Aproximai-vos do Senhor», ao longo dos quais “houve muita coisa boa e muitos progressos” na vida da Igreja Diocesana.

“Brevemente o Secretariado da Coordenação Pastoral” vai propor “um caminho sinodal de avaliação do triénio que termina e a indicação de novos caminhos para a elaboração do plano pastoral para os próximos anos”, acrescenta o Bispo de Coimbra.

LFS

Formação: Tertúlia «Igreja de Coimbra – Chegou a hora»
Jun 7@16:00

Coimbra, 05 Jun 2020 (ECCLESIA) – Na Sala do Capítulo do Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, realiza-se, este domingo, às 16h00, uma tertúlia «Igreja de Coimbra: chegou a hora!» integrada no dia da igreja diocesana.

A iniciativa pretende “partilhar perspetivas e desafios sobre a missão pastoral da Igreja de Coimbra” e conta com o contributo de Sílvia Monteiro (cardiologista); Ana Filipa Santos (arquiteta); Isabel Gaspar (diretora executiva nacional do Alpha) e padre Rodolfo Leite (Unidade Pastoral da Mealhada), lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

«Igreja de Coimbra: chegou a hora!» conta com a presença de D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra e vai ser transmitido pelas redes sociais da diocese.

LFS