Calendário

Fev
6
Dom
Sínodo 2023: Diocese de Viseu inicia fase de escuta
Fev 6 todo o dia

Viseu, 12 jan 2022 (Ecclesia) – A Diocese de Viseu inicia a fase de escuta do Sínodo dos Bispos no dia 6 de fevereiro, num processo que vai terminar no dia 31 de maio, com a entrega da síntese final à Conferência Episcopal POrtuguesa.

Após a inauguração da fase diocesana do Sínodo, no dia 17 de outubro, a nomeação da Comissão Diocesana para os Trabalhos do Sínodo, no dia 28 seguinte, está em curso a abertura do processo sinodal nas paróquias e o início do período de oração e formação, assim como a indicação de pessoas de contacto em cada paróquia, secretariado, movimento, institutos de Vida Consagrada e instituições.

No dia 6 de fevereiro tem início do período de escuta, até ao dia 10 de abril, ocasião em que devem ser entregues as sínteses pelas pessoas de contacto, que serão publicadas no dia 8 de maio e analisadas em assembleia diocesana pré-sinodal no dia 14 do mesmo mês, antes da Diocese de Viseu entregar a síntese final à Conferência Episcopal Portuguesa no dia 31 de maio

“Que esta abertura e esta escuta para fazermos o caminho sinodal seja feito com muita verdade, com muita simplicidade, com muita humildade”, sublinhou o bispo de Viseu na mensagem que dirige à Diocese.

PR

Sínodo 2023: Caminho sinodal deve ser feito «com verdade», afirma bispo de Viseu

Fev
18
Sex
Igreja/Cultura: Dioceses de Aveiro, Guarda, Lamego e Viseu promovem exposição itinerante
Fev 18 todo o dia

Lisboa, 06 jul 2021 (Ecclesia) – As Dioceses de Aveiro, da Guarda, de Lamego e Viseu vão inaugurar a exposição itinerária ‘Diálogos. Na beleza das obras contemplamos a beleza do criador’, pelas 18h00 desta sexta-feira, que abre ao público no dia seguinte, 10 de julho.

“As obras selecionadas permitem compreender a temática que estrutura a exposição: A complexidade e interesse dos diálogos que se desenvolvem entre o artista e os materiais que utiliza para a criação de obras de arte, são fruto da criação de Deus”, lê-se na nota de imprensa enviada hoje à Agência ECCLESIA.

As quatro dioceses – Aveiro, Guarda, Lamego e Viseu – partilham 50 peças de diversas tipologias artísticas, como a pintura, a escultura, a azulejaria e a ourivesaria, dos períodos medieval, moderno e contemporâneo, “provocando o cruzamento de diferentes propostas estilísticas e iconográficas”.

A exposição temporária ‘Diálogos. Na beleza das obras contemplamos a beleza do criador’ vai ser inaugurada esta sexta-feira, pelas 18h00, no Museu Diocesano de Lamego, e, por causa dos condicionalismos da pandemia Covid-19, abre ao público no sábado, dia 10.

“A realização desta iniciativa em parceria das quatro dioceses ocasiona a ampliação do acesso à fruição dos bens culturais da Igreja, bem como a troca de experiências e o confronto de especificidades e identidades entre o património deste vasto território, no quadro de uma mesma Igreja”, acrescenta a nota enviada pelo Departamento da Pastoral do Turismo da Diocese de Lamego.

As dioceses assinalam que a “a salvaguarda do património” está sempre associada estes projetos, promovida pelas intervenções de conservação e restauro das obras que vão ser expostas, uma oportunidade para “possibilitar a fruição a um público muito alargado de obras que na sua maioria não se encontram ao culto”, até outubro de 2022.

A nova exposição é itinerante e, depois de Lamego onde permanece até 15 de outubro, vai poder ser visitada na Casa da Cultura de Ílhavo, em Aveiro, de 22 de outubro a 04 de fevereiro de 2022.

A Diocese de Viseu, nomeadamente o Museu da Misericórdia, recebe esta mostra de 18 de fevereiro a 17 de junho do próximo ano e estes ‘Diálogos. Na beleza das obras contemplamos a beleza do criador’ terminam o périplo no Museu Diocesano da Guarda, entre 24 de junho e 18 de outubro de 2022.

CB/PR

Mai
8
Dom
Sínodo 2023: Diocese de Viseu inicia fase de escuta
Mai 8 todo o dia

Viseu, 12 jan 2022 (Ecclesia) – A Diocese de Viseu inicia a fase de escuta do Sínodo dos Bispos no dia 6 de fevereiro, num processo que vai terminar no dia 31 de maio, com a entrega da síntese final à Conferência Episcopal POrtuguesa.

Após a inauguração da fase diocesana do Sínodo, no dia 17 de outubro, a nomeação da Comissão Diocesana para os Trabalhos do Sínodo, no dia 28 seguinte, está em curso a abertura do processo sinodal nas paróquias e o início do período de oração e formação, assim como a indicação de pessoas de contacto em cada paróquia, secretariado, movimento, institutos de Vida Consagrada e instituições.

No dia 6 de fevereiro tem início do período de escuta, até ao dia 10 de abril, ocasião em que devem ser entregues as sínteses pelas pessoas de contacto, que serão publicadas no dia 8 de maio e analisadas em assembleia diocesana pré-sinodal no dia 14 do mesmo mês, antes da Diocese de Viseu entregar a síntese final à Conferência Episcopal Portuguesa no dia 31 de maio

“Que esta abertura e esta escuta para fazermos o caminho sinodal seja feito com muita verdade, com muita simplicidade, com muita humildade”, sublinhou o bispo de Viseu na mensagem que dirige à Diocese.

PR

Sínodo 2023: Caminho sinodal deve ser feito «com verdade», afirma bispo de Viseu

Mai
14
Sáb
Sínodo 2023: Diocese de Viseu inicia fase de escuta
Mai 14 todo o dia

Viseu, 12 jan 2022 (Ecclesia) – A Diocese de Viseu inicia a fase de escuta do Sínodo dos Bispos no dia 6 de fevereiro, num processo que vai terminar no dia 31 de maio, com a entrega da síntese final à Conferência Episcopal POrtuguesa.

Após a inauguração da fase diocesana do Sínodo, no dia 17 de outubro, a nomeação da Comissão Diocesana para os Trabalhos do Sínodo, no dia 28 seguinte, está em curso a abertura do processo sinodal nas paróquias e o início do período de oração e formação, assim como a indicação de pessoas de contacto em cada paróquia, secretariado, movimento, institutos de Vida Consagrada e instituições.

No dia 6 de fevereiro tem início do período de escuta, até ao dia 10 de abril, ocasião em que devem ser entregues as sínteses pelas pessoas de contacto, que serão publicadas no dia 8 de maio e analisadas em assembleia diocesana pré-sinodal no dia 14 do mesmo mês, antes da Diocese de Viseu entregar a síntese final à Conferência Episcopal Portuguesa no dia 31 de maio

“Que esta abertura e esta escuta para fazermos o caminho sinodal seja feito com muita verdade, com muita simplicidade, com muita humildade”, sublinhou o bispo de Viseu na mensagem que dirige à Diocese.

PR

Sínodo 2023: Caminho sinodal deve ser feito «com verdade», afirma bispo de Viseu