Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Jul
20
Sáb
Igreja: «Jesus Summer Fest» – um encontro para a juventude açoriana
Jul 20@9:00_23:59

Angra do Heroísmo, Açores, 19 jun 2019 (Ecclesia) – O Serviço Diocesano da Juventude de Angra está a organizar o ‘Jesus Summer Fest’, um encontro com música, espiritualidade, desporto e lazer, entre as 09h00 e a meia-noite de 20 de julho, no Relvão, em Ponta Delgada.

“Queremos aliar a espiritualidade e a fé com a música e demais atividades propostas numa perfeita simbiose, constituindo assim, uma oportunidade de evangelização dos jovens a partir dos próprios jovens e das diferentes atividades”, explicou o responsável da pastoral juvenil na diocese de Angra.

O padre Norberto Brum afirma que com atividades que “são do gosto e apreciadas pelos jovens” pretendem “proporcionar um dia de verão verdadeiramente diferente, mobilizador e, sobretudo, inspirador”, divulga o sítio online diocesano ‘Igreja Açores’.

A partir das 09h00, o ‘Jesus Summer Fest’ vai proporcionar desporto – incluindo desportos radicais -, workshops de promoção de hábitos de vida saudáveis, atividades promocionais de bons e saudáveis hábitos de alimentação, dinâmicas de grupo, concertos, DJ, uma “minifeira” com instituições ligadas à saúde, combate às dependências e voluntariado.

Até à meia-noite do dia 20 de julho, no Relvão, em Ponta Delgada, os jovens vão ter uma Tenda da Adoração e Eucaristia, a atuação do Dj Priest e da Banda Jota, da Diocese da Guarda, espaços de partilha e troca de experiências, jogos tradicionais, uma “minifeira” do Livro com literatura juvenil, entre outras propostas.

“Tudo se conjuga para que este multifestival seja um acontecimento marcante na vida dos nossos jovens neste verão, culminando a caminhada que foi feita ao longo deste ano pastoral”, destaca o padre Norberto Brum, divulga o sítio ‘Igreja Açores’.

O diretor Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra assinala que querem um festival que “seja inclusivo, onde haja espaço para todos os jovens”, “como pede o Papa Francisco” no número 234 da Exortação ‘Cristo Vive’, e que coloque a manifesto “o desejo da Igreja chegar a todos” e seja “acolhedora, aberta e inclusiva”.

CB

 

Jul
21
Dom
Cultura: «Sons do Silêncio, a Música e o Barroco» na Torre dos Clérigos e no Mosteiro de S. Miguel de Refojos
Jul 21 todo o dia

Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Cabeceiras de Basto; Foto D.R

Porto, 30 mai 2019 (Ecclesia) – A Torre dos Clérigos, no Porto, e o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto, vão receber o ciclo musical ‘Sons do Silêncio, a Música e o Barroco’, nos dias 2 de junho e 7 e 21 de julho.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto informa que o ciclo musical conta com concertos pedagógicos e comentados por Pedro Sousa Silva, Ricardo Leitão Pedro e Dimitris Andrikopoulos.

A Torre dos Clérigos, na cidade do Porto, recebe o primeiro concerto do ciclo ‘Sons do Silêncio’, com Pedro Alexandre Sousa e Silva e Ricardo Leitão Pedro, às 18h00 deste domingo, de 2 de junho.

O Mosteiro de S. Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto, recebe os dois concertos seguintes, primeiro ‘Sete obras, sete flautas, um flautista’, com Pedro Sousa Silva e Dimitris Andrikopoulos, a partir das 17h30, de 7 de julho.

Depois, no dia 21 julho, o monumento beneditino recebe Pedro Alexandre Sousa e Silva e Ricardo Leitão Pedro para um concerto pedagógico comentado, às 18h30.

“A música barroca é toda a música ocidental correlacionada com a época cultural homónima na Europa, que vai desde o surgimento da ópera por Cláudio Monteverdi no século XVII, até a morte de Johann Sebastian Bach, em 1750”, contextualiza.

O ciclo musical ‘Sons do Silêncio, a Música e o Barroco’ faz parte do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’.

“A música, no Barroco, expandiu em tamanho, variedade e complexidade de performance instrumental da época, além de também estabelecer inúmeras formas musicais novas. Inúmeros termos e conceitos deste Período ainda são usados até hoje”, explica a organização.

O programa ‘Mosteiro de Emoções’, até julho integra 23 atividades para “um público diversificado”, desenvolve-se em três eixos temáticos – “Cultura/Artes Performativas, Gastronomia/Sabores e Saúde e Bem-Estar” – com “iniciativas culturais e artísticas diversas” e formatos, como exposições, concertos, concursos, mostras, festivais, provas e degustações, workshops.

CB

Jul
22
Seg
Portugal: Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica dedicado à «missão»
Jul 22@17:00_Jul 26@15:00

Fátima, 17 abr 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional de Liturgia (SNL), da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade de Portugal, vai promover o seu encontro nacional, este ano centrado na missão, de 22 a 26 de julho, em Fátima.

“O Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica é uma proposta de estudo e de práticas litúrgicas que vão abrindo caminhos novos na renovação conciliar da liturgia”, explica o secretariado num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

‘Liturgia e Missão’ é o tema do 45.º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica no contexto do atual ano missionário especial ‘Todos, Tudo e Sempre em Missão’, convocado pela Conferência Episcopal Portuguesa.

“Toda a liturgia deve ser entendida e vivida como atividade missionária, não só porque na liturgia se reza pelas missões, mas sobretudo porque todas as atividades missionárias se destinam à liturgia, como sua fonte e fim último”, realça o SNL.

Do programa destaca-se, por exemplo, a conferência de D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda, sobre ‘O envio missionário nos sacramentos do serviço e da comunhão’, a partir das 15h00, de dia 24 de julho, e ‘A dimensão litúrgica da missão’ que vai ser apresentada por D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, no dia seguinte às 16h30.

Os padres Carlos Aquino, da Diocese do Algarve, e Jorge Vilaça, da Arquidiocese de Braga, vão falar, respetivamente, sobre ‘O desafio missionário da Iniciação Cristã’ e ‘A dimensão missionária dos sacramentos da cura’.

No 45.º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica o presidente do Serviço Nacional de Música Sacra, o padre António Cartageno, apresenta ‘Música e evangelização dos jovens’ e o Serviço Nacional de Acólitos um setor ‘ao serviço da missão’.

O diretor do Secretariado Nacional de Liturgia realça que o programa “privilegia o encontro pessoal com Jesus Cristo vivo e presente” nas diferentes celebrações litúrgicas como as Eucaristias e a Liturgia das Horas, a Celebração Penitencial “com possibilidade de reconciliação sacramental individual e a leitura do Martirológio Romano”.

“A formação será orientada de acordo com a pedagogia litúrgica, bem formulada no Catecismo da Igreja Católica”, acrescenta o padre Pedro Ferreira.

O sacerdote, da Ordem dos Carmelitas Descalços, afirma que a renovação litúrgica “não se limita aos ritos e às preces” mas renova “a própria atividade missionária ad gentes”, assinalando que o aumento dos missionários leigos “é, certamente, um fruto da liturgia renovada”, que interpela os fiéis na língua mãe e “os envia em missão, em circunstâncias muito estranhas que apontam para a fé”.

O 45.º Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica da Igreja Católica em Portugal começa às 17h00 de 22 de julho e termina com a Missa na Basílica da Santíssima Trindade (11h00), no dia 26, e as inscrições podem ser realizadas online.

CB

Jul
23
Ter
Igreja/Jovens: Estudantes católicos acampam na praia de Canaveias
Jul 23_Jul 29 todo o dia

Leiria, 28 jun 2019 (Ecclesia) – O Movimento Católico de Estudantes (MCE) das Dioceses de Leiria-Fátima e Aveiro organizam, de 23 a 29 de julho, um acampamento de verão na praia fluvial de Canaveias.

Uma semana diferente, “para quebrar a rotina das férias, onde também haverá sol, piscina natural e muita diversão”, mas também onde se poderá “refletir sobre coisas que podes nunca ter pensado, onde podes ter experiências de oração diferentes e únicas e de onde levarás grandes amizades”, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

Esta iniciativa decorre na Praia Fluvial de Canaveias (distrito de Coimbra) e é destinada a todos os jovens estudantes com mais de 14 anos.

LFS

Jul
24
Qua
Férias: Juventude convidada a viver um «verão hospitaleiro» com S. João de Deus
Jul 24_Jul 31 todo o dia

«Compromisso, solidariedade, serviço, oração» são as propostas para os Campos de Férias

Lisboa, 04 jul 2019 (Ecclesia) – A Juventude Hospitaleira vai promover campos de férias onde os jovens podem experimentar algo que “os ajude a ver o mundo de forma diferente”, durante as férias de verão, entre julho e setembro, em Portugal continental e ilhas.

“No programa há várias dinâmicas que contagiam o jovem com o vírus da hospitalidade, sobretudo o contacto real com pessoas diferentes ao mesmo tempo iguais, algo que entusiasma muito os jovens que se deixam tocar pelo sofrimento do outro”, disse o padre Alberto Mendes em declarações à Agência ECCLESIA.

O sacerdote explica que na iniciativa ‘Verão Hospitaleiro com S. João de Deus’ os jovens vão “descobrindo como é bom estar inteiramente para o outro que precisa” e, normalmente, os participantes querem “repetir a experiência e até a viver mais a hospitalidade no seu dia-a-dia”.

A Juventude Hospitaleira informa que ‘compromisso, solidariedade, serviço, oração’ são palavras-chave para os campos de férias que vão tornar o “verão inesquecível” e a primeira semana, entre 24 e 31 de julho, é na Casa de Saúde do Telhal, no Concelho de Sintra, e “há sempre surpresas” no programa da iniciativa que vai ser replicada na Arquidiocese de Braga, regressa ao Patriarcado de Lisboa e realiza-se também nas Dioceses de Angra e Funchal.

“No Telhal, concretamente, temos a oportunidade de ter instalações próprias, um centro da juventude, mesmo ao lado das pessoas que precisam da ajuda voluntária e solidária dos jovens, onde podem fazer o seu dia-a-dia durante uma semana sem ir a casa”, assinala o padre Alberto Mendes.

Os jovens vão participar em atividades de voluntariado com doentes de foro psiquiátrico, “concretamente de animação, convívio e ajuda em pequenas atividades” e o sacerdote dos Irmãos de São João de Deus acrescenta que também há “momentos de formação, oração e partilha com dinâmicas”.

A Juventude Hospitaleira, movimento juvenil católico, foi fundada pelos Irmãos de São João de Deus e pelas Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, em 1988, e, segundo o entrevistado, o carisma da hospitalidade “continua a ser muito importante” no mundo.

“Através de pequenos gestos podemos fazer a diferença tornando-nos mais próximos das pessoas, dando mais sentido a muitas vidas que, por vezes, parece que andam sem norte”, salientou o padre Alberto Mendes.

CB/

Jul
25
Qui
JOC: Encontro europeu de militantes realiza-se no Porto
Jul 25_Jul 29 todo o dia

Porto, 17 jul 2019 (Ecclesia) – A Juventude Operária Católica (JOC) promove, de 25 a 29 de julho, na cidade do Porto o encontro europeu de militantes que tem como tema «Dar esperança aos jovens no futuro do trabalho depois da Laudato Si».

Esta atividade vai realizar-se no Centro Escutista de São Mamede de Infesta e inclui seminários e workshops de desenvolvimento, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Com a presença de aproximadamente 120 jovens vindos de Portugal, Espanha, França, Itália, Malta, Hungria, Inglaterra, Irlanda e Escócia, o encontro tem como objetivos «Promover o trabalho digno e a dignidade da pessoa humana» e «Partilhar e trocar experiências e expressar a preocupação de jovens trabalhadores», lê-se no comunicado.

«Aspirar os jovens trabalhadores a trabalhar por um futuro melhor»; «Trabalhar a “Laudato si” com as atuais realidades dos jovens trabalhadores»; «Formar jovens trabalhadores a serem protagonistas nas suas próprias vidas» e «Promover os benefícios de usar o método da JOC (Revisão de Vida Operária) e também comprometer-se com a responsabilidade pessoal, regional e nacional pela missão da JOC» são também as propostas deste encontro europeu.

LFS

Santarém: Campo de férias Missionário em Alcobertas
Jul 25_Jul 30 todo o dia

Santarém, 10 jul 2019 (Ecclesia) – Os «Focos de Esperança» (Movimento juvenil ligado ao Instituto Secular das Cooperadoras da Família) promove, de 25 a 30 de julho, em Alcobertas (diocese de Santarém), um campo de férias missionário.

A iniciativa, destinada a jovens com mais de 16 anos, é “tempo para partilhar, conviver, rezar, dar um pouco de ti aos outros” e “certamente umas férias que deixarão uma marca na tua vida”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA,

“Arriscas fazer esta experiência com outros jovens e, sobretudo, com Jesus Cristo?” é a proposta lançada por este movimento que bebe do carisma de toda a obra fundada por monsenhor Alves Brás.

Presentes nos vários locais onde as Cooperadoras da Família desenvolvem a sua missão, os jovens «Focos de Esperança», desenvolvem um conjunto de atividades onde se destacam encontros, retiros, caminhadas, campos de férias e outras iniciativas que os ajudam num percurso individual e coletivo de vivência de fé e de testemunho na Igreja e em Igreja.

LFS

Jul
26
Sex
Aveiro: «ACR Youth Festival» no Colégio do Calvão
Jul 26_Jul 28 todo o dia

Aveiro, 04 jun 2019 (Ecclesia) – A Ação Católica Rural (ACR) promove, de 26 a 28 de julho, no Colégio do Calvão (Diocese de Aveiro) o «ACR Youth Festival», uma iniciativa destinada à juventude católica, mas aberto a todos os jovens

No «ACR Youth Festival» realizam-se concertos (Banda da Paróquia, Maresia, Spiritus), torneios de desporto, jogos, workshops variados, oração e diversão, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

O presidente da ACR, Pedro Lavrador, prevê que a festa seja “dias de alegria vividos em comunidade”, refere o comunicado.

A modalidade de inscrição é acampamento, mas há possibilidade de regime de acantonamento para quem assim o necessitar.

LFS

Santarém: Museu diocesano promove «tarde de fados» no Dia dos Avós
Jul 26 todo o dia

Santarém, 15 jul 2019 (Ecclesia) – Para comemorar o Dia de São Joaquim e Santa Ana (Dia dos Avós), o Museu Diocesano de Santarém disponibiliza aos visitantes, “em especial ao avós e netos”, um conjunto de atividades que decorrerem durante o dia 26 deste mês, no Pátio da Cisterna daquele museu.

A tarde vai ser animada com uma sessão de fados, com a presença dos fadistas: Natália Ferreira e José Neves, acompanhados na guitarra portuguesa e na viola por Diogo Ferreira e Rui Girão, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

O acesso às atividades “é gratuito para avós e netos” e para obterem o seu “passaporte de acesso” convidam-se os avós a partilhar com o museu uma memória de infância, uma tradição da sua terra natal, uma lenda, um conto, uma cantiga, uma foto antiga ou uma foto com os netos.

LFS

Algarve: Diocese promove peregrinação dos avós
Jul 26@15:00

Faro, 09 jul 2019 (Ecclesia) – O bispo do Algarve vai presidir à peregrinação dos avós ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade, a partir das 15h30 do próximo dia 26, em Loulé.

Na nota enviada hoje à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha do Domingo’ informa que a iniciativa que vai ser presidida por D. Manuel Quintas realiza-se pelo segundo ano consecutivo.

A peregrinação no Dia Mundial dos Avós ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como Mãe Soberana, é promovida pelo Departamento da Pastoral Social.

No dia 26 de julho a Igreja Católica celebra a memória litúrgica de Santa Ana e São Joaquim, os pais de Maria e avós de Jesus.

CB

 

Porto: Ordem de São Francisco organiza ciclo de música barroca
Jul 26@21:30

Porto, 16 jul 2019 (Ecclesia) – As duas últimas sessões do III ciclo de música de São Francisco (Porto) realizam-se a 19 e 26 deste mês e recebem “nomes aclamados” da música barroca em Portugal.

No dia 19 de julho, o Coro do Mosteiro de Grijó, dirigido por Joaquim Marçal, vai atuar na Igreja do Convento de São Francisco do Porto e no dia 26 de julho realiza-se um concerto de Música Ibérica, Inglesa e Francesa dos séculos XVI e XVII, com Xurxo Varela na viola da gamba e Hugo Sanches na tiorba, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O III Ciclo de Música de São Francisco, organizado pela venerável Ordem Terceira de São Francisco do Porto, está a decorrer durante as quatro sextas-feiras do mês de julho, pelas 21h30, na Igreja do Convento de São Francisco do Porto.

A beleza icónica da Igreja, património mundial da UNESCO e reconhecida como uma das mais importantes obras do estilo barroco em Portugal, cria um ambiente propício a uma experiência cultural completa, como comprovado pelo sucesso das edições anteriores.

LFS

Jul
27
Sáb
Aveiro: «Segue os teus sonhos» dá mote ao acampamento regional dos escuteiros
Jul 27_Ago 2 todo o dia

Aveiro, 12 jul 2019 (Ecclesia) – A Junta Regional de Aveiro do Corpo Nacional de Escutas está a organizar o seu acampamento regional (ACAREG 2019) que vai reunir 2200 escuteiros de Portugal, entre 27 de julho e 2 de agosto, no Concelho de Anadia.

“Pretende ser uma ocasião de relevo na contribuição para a formação integral dos seus participantes, e uma oportunidade educativa de convivência e companheirismo, promovendo também uma consciência das dimensões regional e extrarregional do CNE e do Movimento Escutista”, informa o chefe de acampamento do ACAREG 2019.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, Fernando Cassola Marques explica que “a bússola dos sonhos” vai orientar o “ambicioso” programa de atividades “assinalado para ser encontro e partilha de vivências, celebrando a vida num esforço empreendedor de construir um mundo melhor, marcado por valores que congreguem pessoas pelo empenho e compromisso de todos”.

Com o lema ‘segue os teus sonhos’ os escuteiros vão criar “uma cidade de lona e sonho com as suas próprias mãos” no 19.º acampamento regional dos escuteiros da Diocese de Aveiro, em Avelãs de Cima, no Concelho de Anadia.

Os participantes que se encontram distribuídos em quatro grupos etários, acompanhados por mais de 300 adultos, dos 10 concelhos da Diocese de Aveiro e com ela a sua região escutista, vão ter a companhia de “uma centena de outros” que chegam de várias partes do país, incluído as regiões autónomas.

A Junta Regional de Aveiro do CNE assinala também que através de uma temática comum aos quatro grupos etários vai procurar “reincidir também a sua insistência em sensibilizar” todos para os objetivos de desenvolvimento sustentável, entre outros aspetos consciencializando para a “sustentabilidade ambiental” a para defesa e proteção dos recursos naturais.

Do programa destaca-se o domingo dia 28 de julho, com a receção às entidades partir das 15h30, uma hora depois o bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, preside à Eucaristia e às 17h30 começa a cerimónia oficial de abertura de campo.

CB

Igreja/Sociedade: Movimento «Metanoia» reflete sobre «Cristianismo intercultural»
Jul 27_Jul 30 todo o dia

Leiria, 05 jun 2019 (Ecclesia) – O Movimento Católico de Profissionais (Metanoia) vai realizar, de 27 a 30 de julho, um encontro de reflexão teológica sobre «Lavrar a Terra – O desafio do Cristianismo intercultural».

O encontro decorre em Leiria, no seminário da cidade, e tem com orador o padre Adelino Ascenso, Superior geral da Sociedade Missionária Boa Nova, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Aberto a todos os interessados, associados ou não, esta iniciativa convoca os participantes à reflexão, à partilha e ao convívio.

Os mais novos vão dispor de uma “dinâmica própria”, integrada no tema e nas atividades do grupo geral.

LFS

Funchal: Bispo preside à ordenação de dois sacerdotes
Jul 27@10:00

Foto Diocese do Funchal

Funchal, 09 jul 2019 (Ecclesia) – O bispo do Funchal, D. Nuno Brás, vai presidir à celebração da ordenação sacerdotal de André João Freitas Pinheiro e Marco Augusto Barros de Abreu, no próximo dia 27, a partir das 10h00 na Sé.

A Diocese do Funchal informa que dois dias antes da ordenação presbiteral, a 25 de julho, vai ser celebrada uma Vigília de Oração pelos futuros jovens sacerdotes às 20h00, na igreja do Colégio.

André João Freitas Pinheiro vai celebrar a sua Missa nova no domingo a seguir à ordenação (dia 28 de julho), às 16h00, na igreja paroquial de Santo António

O diácono André Pinheiro depois de ter estudado um ano de Enfermagem, na Escola Superior de Enfermagem de S. José de Clunny, entrou para o Seminário Diocesano do Funchal e foi estudar para o Patriarcado de Lisboa, a 10 de setembro de 2012 para frequentar o ano Propedêutico.

Já Marco Augusto Barros de Abreu celebra a sua Missa nova dia 4 de agosto, às 16h00, na igreja paroquial do Curral das Freiras; Entrou para o seminário diocesano a 19 de setembro de 2008, para o 9.º ano de escolaridade, e passados quatro anos, em 2012, também foi estudar para Lisboa, informa a Diocese do Funchal.

CB

Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Jul 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]