Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Nov
23
Sáb
Portugal: Quinto Encontro Nacional de Leigos decorre em Santarém
Nov 23 todo o dia

Santarém, 18 jul 2019 (Ecclesia) – O quinto encontro nacional de leigos vai decorrer na cidade de Santarém, dia 23 de novembro, e vai ter como tema «Prometo viver a vida, em pleno e até ao fim».

Esta iniciativa, promovida pela Conferência Nacional de Apostolado de Leigos, vai ter debates durante a manhã e a tarde vai ser preenchida com propostas “diferenciadas para os participantes” que vão passar por um “espaço de oração, sugestões culturais, reflexão, conversas e workshops”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O primeiro encontro decorreu em Coimbra, em 2013, e teve como tema «Cultura do Encontro na Igreja e no Mundo Contemporâneo» e, o último, em 2017, teve lugar em Viseu e teve como pilar «Este é o tempo para esperar contra toda a esperança, para trabalhar pela justiça e pela paz, para amar as pessoas, para amá-las uma a uma».

Em relação ao programa de 2019, a Conferência Nacional de Apostolado de Leigos (CNAL) vai atualizando o seu site com as propostas.

LFS

Igreja/Ambiente: Dois oradores da Amazónia falam sobre a ecologia integral
Nov 23@10:00_18:00

Lisboa, 18 nov 2019 (Ecclesia) – «Novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral» é o tema que vai ser desenvolvido por dois oradores da Amazónia, dia 23 deste mês, no Centro Cultural Franciscano (Lisboa).

Esta temática que assinala os dois anos da rede «Cuidar da Casa Comum» tem como oradores, o padre Corrado Dalmonego, antropólogo que faz parte da Repam (Rede Eclesial Panamazónica), e o irmão Carlo Zacquini, um missionário da Consolata que vive há 50 anos na Amazónia, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A conferência é uma parceria entre os Missionários da Consolata, o Centro Cultural Franciscano e a rede «Cuidar da Casa Comum» tem início às 10h00 e conta com uma introdução de Juan Ambrósio, professor de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.

LFS

Novos caminhos para a Igreja

Igreja/Sociedade: «Think Tank 3» sobre «Conciliação entre família, trabalho e impacto social»
Nov 23@14:30_20:00

Lisboa, 30 set 2019 (Ecclesia) – A Família Missionária Verbum Dei – Lisboa organiza, dia 23 de novembro, no salão nobre da Universidade de Lisboa, a segunda sessão do «Think Tank 3» sobre «Conciliação entre família, trabalho e impacto social».

Esta iniciativa, das 14h30 até as 20h00, surge na continuação do primeiro evento, realizado em abril 2018, e conta com intervenções de Alexandra Fernandes; Joana Costa Pereira; José Pedro Cobra; Manuel Barata de Tovar; Maria Teresa Ribeiro e Miguel Pina e Cunha, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

LFS

 

Aveiro: Pastoral Sociocaritativa promove reflexão pelo Dia Mundial dos Pobres
Nov 23@16:30

Aveiro, 19 nov 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano da Pastoral Sociocaritativa de Aveiro vai promover este sábado uma sessão de reflexão pelo terceiro Dia Mundial dos Pobres, a partir das 16h30, no Edifício da antiga Capitania.

“Tem como principal objetivo incentivar a reflexão sobre os desequilíbrios sociais na sociedade contemporânea e a importância de medidas que promovam a dignificação e integração do pobre na comunidade”, lê-se na informação enviada à Agência ECCLESIA, pela Diocese de Aveiro.

O Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa de Aveiro convidou Carlos Farinha Rodrigues, economista e professor no ISEG, e para moderar o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca.

O encontro começa às 16h30 com a inauguração de uma exposição fotográfica, meia hora depois começa a reflexão do “especialista em matéria de desigualdades e pobreza” e o encerramento do encontro é da responsabilidade do bispo diocesano, D. António Moiteiro.

A organização escolheu para tema da sessão ‘A esperança dos pobres jamais se frustrará’, da mensagem do Papa Francisco para o terceiro Dia Mundial do Pobres, que a Igreja Católica celebrou no último domingo.

CB

Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 23@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
24
Dom
Igreja/Património: Exposição temporária «Sob o Manto de Nossa Senhora»
Nov 24 todo o dia

Lisboa, 19 set 2019 (Ecclesia) – O Museu de São Roque, em Lisboa, vai ter patente ao público, de 21 deste mês a 24 de novembro, a exposição temporária «Sob o Manto de Nossa Senhora».

A exposição «Sob o Manto de Nossa Senhora – Coleções de arte russa em Portugal» resulta de uma parceria com a Fundação D. Luís I, e é dedicada às imagens da Virgem Maria pertencentes a várias coleções existentes em Portugal.

O calendário da igreja ortodoxa russa homenageia cerca de 260 imagens milagrosas de Nossa Senhora, existindo na Rússia cerca de 860 diferentes iconografias marianas.

Nos museus portugueses encontram-se vários exemplares de arte russa, de raiz bizantina, sendo os principais núcleos o legado de Ana Maria Pereira da Gama, no Museu Nacional Grão Vasco (em Viseu), que comporta cerca de duas centenas de peças, e o legado Pedro Vieira da Fonseca, do Museu Municipal dos Condes de Castro Guimarães (em Cascais), que consta de dezassete ícones.

LFS

Évora: Pastoral Vocacional promove encontro de acólitos e torneio de futsal
Nov 24@15:00_18:00

Évora, 16 nov 2019 (Ecclesia) – A Departamento da Pastoral das Vocações de Évora vai promover um encontro para os acólitos da diocese e um torneio de futsal para os 7º e 8º anos da catequese.

As atividades promovidas neste mês de novembro estão relacionadas com os encontros mensais que decorrem no Seminário de Vila Viçosa para adolescentes e jovens que participam no “pré-seminário” e para “realizar um discernimento sério e profundo sobre a sua vocação”.

No dia 24 de novembro, a Pastoral Vocacional e o Departamento da Catequese convidam todos os acólitos da Arquidiocese de Évora para um encontro no Seminário Maior de Évora, a partir das 15h00, que termina com uma Missa presidida por D. Francisco Senra Coelho.

No dia 30 de novembro vai decorrer um Torneio de Futsal para os 7º e 8º anos da Catequese no Pavilhão dos Salesianos.

Na mensagem para a Semana dos Seminários, o arcebispo de Évora disse que a Semana dos Seminários deve ficar marcada pela “criatividade, profundidade e muita generosidade” e pediu às comunidades da diocese para “refletir e rezar” sobre o tema proposto para para estes dias.

A Igreja Católica em Portugal assinala a Semana de Oração pelos Seminários entre os dias 10 e 17 de novembro, com o tema ‘O Senhor não pensa apenas naquilo que tu és, mas em tudo aquilo que poderás chegar a ser’, inspirado na Exortação Apostólica Pós-Sinodal ‘Christis Vivit’, do Papa Francisco.

“Que esta semana decorra com criatividade, profundidade e muita generosidade. Espero que todas as comunidades cristãs se encontrem para refletir e rezar sobre o tema proposto pela Mensagem e que cada cristão se preocupe com a responsabilidade de testemunhar a Fé às novas gerações”, afirmou D. Francisco Senra Coelho na mensagem que divulgou através da página da internet da Arquidiocese de Évora.

D. Francisco Senra Coelho informou sobre os seminários presentes na diocese – Seminário Nossa Senhora da Purificação, Seminário Redemptoris Mater, Seminário Salesiano, Seminário de S. José de Vila Viçosa e o Seminário Propedêutico Interdiocesano, em Faro – e convidou “toda a diocese” a promover “momentos de oração e de louvor pelos seminários.

“Agradeço a Missão dos Catequistas e de todos os Educadores Cristãos e sobremaneira a oração oferecida pelas famílias, pelas crianças, pelos doentes, idosos e sós”, acrescentou o arcebispo de Évora.

PR

Publicações: Apresentação de livro sobre D. Manuel Mendes da Conceição Santos
Nov 24@15:30

Évora, 20 nov 2019 (Ecclesia) – A obra «D. Manuel Mendes da Conceição Santos – O missionário da planície» do padre Nelson da Costa Fernandes vai ser apresentada dia 24 deste mês, às 15h30, em Évora.

O livro com a chancela da Paulus Editora é apresentado pelo professor da Universidade Católica Portuguesa, Paulo Fontes, no auditório da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora.

D. Manuel Mendes da Conceição Santos nasceu em 1876 e faleceu 1955 e foi bispo de Portalegre e arcebispo de Évora.

LFS

 

Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 24@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
25
Seg
Publicações: Lançamento da obra «No Tempo e na Eternidade: Caminhos com Telmo Ferraz»
Nov 25@18:30

Porto, 18 nov 2019 (Ecclesia) – A obra «No Tempo e na Eternidade: Caminhos com Telmo Ferraz» da autoria de Henrique Manuel Pereira vai ser apresentada dia 25 deste mês, às 18h30, no auditório Carvalho Guerra da Universidade Católica Portuguesa- Porto.

A apresentação estará a cargo de Luís Amaral, professor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, pretende celebrar o 94.º aniversário natalício de Telmo Ferraz, sacerdote da diocese de Bragança-Miranda ao serviço da Obra da Rua, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O autor que é professor da Escola das Artes da Universidade Católica do Porto escreve sobre Telmo Ferraz que “O que quer que sobre ele diga ou escreva deixa-me sempre a impressão de ficar no limiar de algo profundo ou muito alto. Este livro celebra a vida e a amizade.”

LFS

Açores: Semana Bíblica dedicada ao «Evangelho de São João»
Nov 25@20:00_Nov 29@22:00

Angra, Açores, 20 nov 2019 (Ecclesia) – A XXV Semana Bíblica da Diocese de Angra realiza-se de 25 a 29 deste mês, às 20h00, na Ilha de São Miguel (Salão Paroquial de Nossa Senhora da Estrela – Ribeira Grande) e vai ser dedicada ao «Evangelho de São João».

Esta iniciativa é promovida pelo Secretariado Bíblico de São Miguel e tem como conferencista o padre Francisco Ruivo, da Diocese de Santarém, com formação na Pontifícia Universidade Gregoriana e no Pontifício Instituto Bíblico (Roma – Itália), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A organização convida os participantes a levarem “ao longo da semana géneros alimentares” que vão reverter “a favor da Cáritas e que depois serão entregues a famílias carenciadas”, escreve o assistente do Secretariado Bíblico e ouvidor da Ribeira Grande, padre Vítor Medeiros.

LFS

Nov
26
Ter
Igreja/Economia: UCP promove iniciativa «Escutar o Impacto»
Nov 26@17:45_20:00

Lisboa, 12 nov 2019 (Ecclesia) – A «Católica-Lisbon School of Business & Economics» da Universidade Católica Portuguesa (UCP) promove, dia 26 deste mês, das 17h45 e as 20h00, na sua sede em Lisboa, a iniciativa «Escutar o Impacto».

Na sequência do convite do Papa Francisco aos jovens economistas, empreendedores, e agentes de mudança que estão a estudar e a praticar uma economia diferente, “que dá vida e não mata, que inclui e não exclui, e que humaniza e não desumaniza”, a UCP desafia “todos os jovens que querem fazer parte de uma economia mais inclusiva e sustentável a virem «tomar o pulso» da economia de impacto em Portugal no evento «Escutar o Impacto»., refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No final, a ambição “é criar um manifesto” onde por um lado “se descreve o estado atual do ecossistema de impacto em Portugal, como por outro, se identificam os principais desafios a conquistar, contribuindo assim para o crescimento deste ecossistema de impacto em Portugal através da partilha e difusão do conhecimento”.

LFS

Nov
27
Qua
Direitos Humanos: Iluminar monumentos de vermelho para lembrar perseguição religiosa
Nov 27 todo o dia

Uma iniciativa da Fundação AIS a concretizar dia 27 deste mês

Lisboa, 18 nov 2019 (Ecclesia) – Em sintonia com diversas cidades em todo o mundo, alguns monumentos simbólicos vão ser iluminados em Portugal, dia 27 deste mês, uma iniciativa da Fundação AIS que pretende combater a indiferença da sociedade perante a perseguição aos cristãos.

Praticamente um mês depois do lançamento em Lisboa do relatório sobre a perseguição aos cristãos no mundo, a Fundação AIS volta “a chamar a atenção da sociedade portuguesa para este drama que afeta cerca de 300 milhões de pessoas”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Lisboa, Porto, Braga, Bragança e Almada são algumas das cidades que asseguraram  que “vão estar unidas à Fundação AIS, o que traduz uma adesão crescente de Portugal a esta iniciativa”, salienta o comunicado.

Na jornada de sensibilização vão ser iluminados de vermelho, “a cor que simboliza o sangue dos mártires”, monumentos como o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa; a Sé Catedral, em Bragança; a Basílica dos Congregados, em Braga; o Santuário de São Bento da Porta Aberta, também em Braga; e o Santuário do Cristo Rei, em Almada, “decorrendo em todos eles momentos de oração pelos Cristãos perseguidos”.

O relatório «Perseguidos e Esquecidos?», lançado em Lisboa em Outubro, é taxativo na avaliação que faz da questão da perseguição aos Cristãos.

A situação no Médio Oriente revela-se “mesmo dramática” e a “forte instabilidade que se vive na região poderá vir a acelerar o fim do cristianismo em países como a Síria ou o Iraque, se a comunidade internacional não atuar rapidamente”.

No entanto, “infelizmente, tanto Ásia como África revelam também sinais inquietantes de crescente hostilidade” para com os cristãos.

Perante esta realidade, em que “milhões de pessoas” em todo o mundo “não podem professar a sua fé em liberdade, pois são perseguidas, intimidadas, presas e muitas vezes mortas, impõe-se a mobilização da sociedade”, alerta.

A adesão da sociedade portuguesa a esta iniciativa da Fundação AIS tem-se revelado “cada vez maior, com a participação, de norte a sul do país, de paróquias, movimentos e grupos que não querem deixar passar esta oportunidade sem manifestarem a sua solidariedade por todos os homens, mulheres e crianças impossibilitados de viver a sua fé em total liberdade”.

Com esta iniciativa, a Fundação AIS procura dar “um sinal de que no nosso país os cristãos perseguidos não são esquecidos”.

Além de Portugal, outros países associaram-se já a esta iniciativa da Fundação AIS numa campanha global conhecida como Red Wednesday: Alemanha, Chile, Estados Unidos, Austrália, Canadá, Reino Unido, Áustria, Holanda, Eslováquia, Filipinas e Itália.

A Fundação AIS vai também dedicar este ano, em Portugal, a sua Campanha de Natal em favor dos Cristãos perseguidos em África, continente que tem sido palco de violência crescente contra esta comunidade religiosa, nomeadamente na Nigéria, Sudão do Sul, Camarões ou República Centro-Africana.

LFS

Igreja/Prisões: Celebração dos 50 anos da Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos
Nov 27 todo o dia

Porto, 12 nov 2019 (Ecclesia) – A Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos (O.V.A.R.) celebra os seus 50 anos, dia 27 deste mês, no Porto, com atividades alusiva a este dado histórico.

As comemorações realizam-se na sede do Conselho Central do Porto da Sociedade de São Vicente de Paulo (Rua de Santa Catarina, nº 769) e durante o dia a comunidade pode dialogar sobre o “sistema prisional” e pelas 15h00 decorre uma “sessão solene de homenagem aos fundadores” com “lançamento de publicação alusiva”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O bispo do Porto, D. Manuel Linda, preside, às 18h00, na Capela Nossa Senhora da Boa Hora de Fradelos à eucaristia de ação de graças pelo 50º aniversário da O.V.A.R.

No último ano, duas instituições decidiram realçar o trabalho feito pela Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos: A Assembleia da República com a atribuição do prémio «Direitos Humanos 2018» e, já em 2019, a «Terra Justa-Causas e Valores da Humanidade» (promovida pela Câmara Municipal de Fafe) que, também, premiou a O.V.A.R. pela sua ação humanitária.

LFS

 

Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Nov 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]