Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Out
19
Sáb
Igreja/Cultura: 12 concertos na edição da «Temporada Música em São Roque»
Out 19 todo o dia

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – A 31ª edição da Temporada Música em Roque (TMSR) começa esta sexta-feira e vai ter 12 concertos “únicos e imperdíveis”, organizada pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O maestro Filipe Carvalheiro é o diretor artístico deste evento, que decorre até ao dia 10 de novembro e que será composto por 12 concertos, que incluem algumas das orquestras e coros “mais conceituados do panorama da música clássica portuguesa”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A 31ª edição da Temporada Música em São Roque terá o Coro Gulbenkian a fazer as honras de abertura, com a «Petite Messe Solennelle», a pequena pérola religiosa de Gioachino Rossini, lê-se.

O Camerata Atlântica vai apresentar (13 outubro), em estreia mundial, a Sinfonietta para Cordas de Sérgio Azevedo, escrita a partir de esboços e andamentos inacabados que, por uma razão ou por outra, estavam “adormecidos em papel”.

O Coro Casa da Música leva (18 de outubro) à Igreja de São Roque a grandiosidade e serenidade das Vésperas de Claudio Monteverdi, enquanto que a Orquestra Orbis irá apresentar (19 de outubro) a obra-prima de André Caplet.

O Capella Joanina vai apresentar (20 de outubro) algumas obras do barroco ibérico que foram proibidas por decreto régio, e o grupo Divino Sospiro irá brindar (23 de outubro) o público com o “Passio Ibérica”, uma visão da piedade culta e popular do tema das Sete Palavras de Cristo na Cruz e do Stabat Mater, na tradição ibérica do século XVIII.

As Vozes Alfonsinas (25 de outubro) levarão ao Convento dos Cardaes as itinerâncias trovadorescas, através da redescoberta das cantigas medievais em Galego-Português; e o Concerto Campestre recordará (27 de outubro) o nascimento da Modinha em Portugal.

Os Ensemble MPMP irão apresentar (dia 01 de novembro) duas das maiores obras de João Domingos Bomtempo, a par com a estreia absoluta de uma obra de Hugo Ribeiro (que ganhou o prémio Musa 2019).

Vai ser também possível assistir (03 de novembro) ao concerto do grupo Cupertinos, que vai apresentar um programa baseado no seu 1º – e aclamado – trabalho discográfico, que representa uma incursão pela obra magistral de Manuel Cardoso.

Os Cupertinos são considerados os embaixadores da Polifonia Portuguesa e foram distinguidos recentemente pela revista britânica Gramophone, na categoria de Música Antiga.

Também faz parte do programa (08 de novembro) desta 31ª edição o grupo Sete Lágrimas que, este ano, comemora o seu 20º aniversário.

Já a fechar a temporada, e com o objetivo de encorajar o trabalho dos jovens músicos, vai estar presente (10 de novembro) a Orquestra Geração.

Os “palcos” dos concertos desta edição serão distribuídos pela Igreja de S. Roque, Igreja de São Pedro de Alcântara, Mosteiro de Santos-o-Novo e Convento dos Cardaes.

LFS

Portalegre: Irmão David no encontro diocesano de Taizé
Out 19 todo o dia

Portalegre, 25 set 2019 (Ecclesia) – Na localidade de Constância (Diocese de Portalegre – Castelo Branco) vai realizar-se, dia 19 de outubro, o encontro diocesano de Taizé que conta com a presença do irmão David.

No encontro (para jovens com mais de 14 anos e famílias cristãs) conta com a presença do irmão David (elemento da Comunidade de Taizé – França) e será feita a apresentação da nova diretora do Secretariado da Pastoral da Juventude e Vocações, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A atividade começa às 10h00 e durante a noite haverá uma vigília para a comunidade de Constância.

LFS

Portugal: Médicos Católicos promovem formação em «ética»
Out 19 todo o dia

Lisboa, 12 Set 2019 (Ecclesia) – A Associação dos Médicos Católicos Portugueses (AMCP) vai realizar o segundo módulo/sessão do Curso de Formação em Ética Médica, a 19 de outubro, no Anfiteatro do Instituto São João de Deus, em Lisboa.

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA, a AMCP informa que vão refletir sobre temas como “gerir as pessoas na saúde, com ética e compaixão”, “a objeção de consciência na medicina”.

O programa estabelecido inclui conferências a cargo de especialistas e investigadores portugueses e espanhóis, sobre temas como a relação médico-doente; a objeção da consciência na medicina; as decisões éticas centradas nas famílias; o impacto das notícias falsas (fake news) na saúde; a relação entre a ética médica e a doutrina da Igreja; e a ideologia de género.

Ao trazer o tema da ideologia de género para a ação de formação, a Associação dos Médicos Católicos Portugueses sublinha a importância de se promover na sociedade a harmonia entre a dimensão biológica e a dimensão psicológica/social da identidade sexual.

As situações em que essa harmonia não se verifica – designadas como «disforia de género» – são muito raras e devem ser acompanhadas individualmente por médicos e outros profissionais de saúde competentes e especializados.

A AMCP rejeita a apropriação desta condição médica por uma ideologia sem bases científicas, assente na proposição de que os sexos masculino e feminino são apenas uma construção mental e alerta para os perigos do impacto desta ideologia na educação, na política, na família e em outras áreas da sociedade.

A associação profissional católica considera que em Portugal se corre o risco de se tomarem decisões legislativas que, para além de não trazerem qualquer benefício em termos de saúde para as crianças e adolescentes com «disforia de género», impõem às escolas a doutrinação de professores e alunos com base numa ideologia que promove com radicalismo um mundo assexuado («a utopia do neutro»), desligado da realidade biológica, e que exclui as famílias e os profissionais da medicina de uma área fundamental que é a da identidade sexual humana.

O segundo módulo do Curso de Formação em Ética Médica é “aberto à participação de todos os interessados”, independentemente da área de formação ou profissional e também a estudantes, como na primeira sessão que contou com “uma centena de participantes”, em maio.

A AMCP foi fundada em 1915 encontra-se organizada regionalmente em núcleos que correspondem às dioceses portuguesas.

LFS

Santarém: Mostra de Doces Conventuais no museu diocesano
Out 19_Out 20 todo o dia

Santarém, 11 out 2019 (Ecclesia) – O Museu Diocesano de Santarém promove, dias 19 e 20 deste mês, a V Mostra de Doces Conventuais que decorre no Refeitório Jesuíta e Pátio da Cisterna daquele local.

Este evento integra “habitualmente a programação cultural” do museu e que se enquadra “na sua missão de aproximação a todos os públicos e para além do fito de dar a conhecer doces, licores, e outros produtos, tem como objetivo pastoral trazer ao contacto direto com as comunidades uma parte da igreja que para muitos é desconhecida, muito pelo seu carácter de recolhimento, as monjas e monges que oram pela igreja no silêncio dos seus cenóbios”, lê-se uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O programa integra «Vida e Artes do Claustro», um momento de testemunho e diálogo com as comunidades monásticas presentes, visita temática «Viagem no Tempo», apresentação da Carta Gastronómica da Lezíria do Tejo pela Confraria de Gastronomia do Ribatejo e momentos de animação musical, onde se destaca o concerto de Harpa, realça a nota.

LFS

Braga: Faculdade de Teologia promove Curso de Pastoral Juvenil
Out 19@9:30_16:00

Braga, 13 set 2019 (Ecclesia) – A Faculdade de Teologia, no Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa, vai realizar um Curso de Pastoral Juvenil, aos sábados, a partir de 19 de outubro, no novo ano académico 2019/2020.

“O curso foi pensado tendo em vista todos aqueles que têm o desejo levar o Evangelho aos jovens, pelo que se destina não só aos sacerdotes e animadores da pastoral juvenil, mas também outros crentes com interesse por esta temática, como sejam encarregados de educação, professores e outros”, explica a Faculdade de Teologia, divulga a Arquidiocese de Braga.

O Curso de Pastoral Juvenil começa no dia 19 de outubro e as formações são bimensais, aos sábados das 09h30 e as 16h00, entre o próximo mês e junho, exceto em dezembro e abril, com um núcleo temático e objetivos diversificados.

A Igreja e a pastoral de jovens nas últimas décadas  [19 e 26 de outubro de 2019];
Transmissão da fé como diálogo entre memória e inovação  [16 e 30 de novembro de 2019];
A Igreja como sacramento universal de salvação  [11 e 25 de janeiro de 2020];
Discípulo-missionário de Jesus Cristo  [8 e 15 de fevereiro de 2020];
Psicologia juvenil  [7 e 21 de março de 2020];
Culturas juvenis  [16 e 23 de maio de 2020];
Políticas públicas e juventude  [6 e 20 de junho de 2020];

A Faculdade de Teologia cita a Exortação Apostólica do Papa Francisco ‘Cristo Vive’ e assinala que “nas estruturas habituais, muitas vezes os jovens não encontram resposta para as suas inquietudes, necessidades, problemas e feridas”.

“A proliferação e o crescimento de associações e movimentos com caraterísticas predominantemente juvenis podem ser interpretados como uma ação do Espírito que abre novos caminhos. Mas é necessário um aprofundamento da sua participação na pastoral de conjunto da Igreja, bem como uma maior comunhão entre eles e uma melhor coordenação da atividade”, escreveu o Papa no documento publicado depois do Sínodo dos Bispos dedicado à juventude.

A Faculdade de Teologia adianta que as inscrições devem ser feitas na sua secretaria e para mais informações podem ser usado o endereço de correio eletrónico  secretaria.facteo@braga.ucp.pt.

CB

Ambiente: Livro infantil «Um Hotel de Imensas Estrelas» chega como «alerta para todos»
Out 19@11:00

«E tu? Vais ajudar a transformar este nosso hotel de lixo novamente num hotel de luxo?»

Lisboa, 15 out 2019 (Ecclesia) – O livro ‘Um Hotel de Imensas Estrelas’ vai ser apresentado este sábado, pelas 11h00, no Museu das Crianças, com o objetivo de ser “um alerta para todos” no cuidado do planeta, informa a Fundação Fé e Cooperação (FEC), da Igreja Católica em Portugal.

“Lembra-te: deitar fora é sempre deitar dentro do mundo. E na Natureza «nada se perde, nada se cria, tudo se transforma». E tu? Vais ajudar a transformar este nosso hotel de lixo novamente num hotel de luxo?”, lê-se na nova publicação infantil.

A FEC, organização não-governamental para o desenvolvimento, refere em comunicado enviado à Agência ECCLESIA que ‘Um Hotel de Imensas Estrelas’ é da autoria da professora universitária e escritora Rita Taborda Duarte e conta com ilustrações de Pedro Proença.

A organização católica convida “a conhecer a história deste Hotel especial” e disponibiliza uma hiperligação para inscrições.

FEC contextualiza que esta iniciativa é promovida com a Associação Casa Velha e a CIDSE – Aliança Internacional das Agências de Desenvolvimento pela Justiça Global, no âmbito do projeto ‘Juntos pela Mudança II’, que tem como objetivo “contribuir para a resiliência às alterações climáticas” através da adoção de estilos de vida e estratégias “mais justas e sustentáveis a nível local e global”.

CB/OC

Igreja/Património: Visita aos arquivos da Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra
Out 19@14:30_15:30

Mafra, 16 out 2019 (Ecclesia) – «Os Arquivos da Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra e da Paróquia de Santo André de Mafra» é o tema da iniciativa, dia 19 deste mês, às 14h30 e às 16h00, naquela localidade do Patriarcado de Lisboa.

Esta atividade, organizada pela Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra, em colaboração com a Paróquia de Santo André de Mafra, é uma visita guiada na sacristia da Real Basílica de Mafra aos arquivos da Irmandade e da Paróquia, sendo aceites dois grupos, apenas com marcação, até ao máximo de 20 pessoas, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma iniciativa integrada no Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja que se celebra a 18 de outubro.

LFS

Out
20
Dom
Igreja/Cultura: 12 concertos na edição da «Temporada Música em São Roque»
Out 20 todo o dia

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – A 31ª edição da Temporada Música em Roque (TMSR) começa esta sexta-feira e vai ter 12 concertos “únicos e imperdíveis”, organizada pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O maestro Filipe Carvalheiro é o diretor artístico deste evento, que decorre até ao dia 10 de novembro e que será composto por 12 concertos, que incluem algumas das orquestras e coros “mais conceituados do panorama da música clássica portuguesa”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A 31ª edição da Temporada Música em São Roque terá o Coro Gulbenkian a fazer as honras de abertura, com a «Petite Messe Solennelle», a pequena pérola religiosa de Gioachino Rossini, lê-se.

O Camerata Atlântica vai apresentar (13 outubro), em estreia mundial, a Sinfonietta para Cordas de Sérgio Azevedo, escrita a partir de esboços e andamentos inacabados que, por uma razão ou por outra, estavam “adormecidos em papel”.

O Coro Casa da Música leva (18 de outubro) à Igreja de São Roque a grandiosidade e serenidade das Vésperas de Claudio Monteverdi, enquanto que a Orquestra Orbis irá apresentar (19 de outubro) a obra-prima de André Caplet.

O Capella Joanina vai apresentar (20 de outubro) algumas obras do barroco ibérico que foram proibidas por decreto régio, e o grupo Divino Sospiro irá brindar (23 de outubro) o público com o “Passio Ibérica”, uma visão da piedade culta e popular do tema das Sete Palavras de Cristo na Cruz e do Stabat Mater, na tradição ibérica do século XVIII.

As Vozes Alfonsinas (25 de outubro) levarão ao Convento dos Cardaes as itinerâncias trovadorescas, através da redescoberta das cantigas medievais em Galego-Português; e o Concerto Campestre recordará (27 de outubro) o nascimento da Modinha em Portugal.

Os Ensemble MPMP irão apresentar (dia 01 de novembro) duas das maiores obras de João Domingos Bomtempo, a par com a estreia absoluta de uma obra de Hugo Ribeiro (que ganhou o prémio Musa 2019).

Vai ser também possível assistir (03 de novembro) ao concerto do grupo Cupertinos, que vai apresentar um programa baseado no seu 1º – e aclamado – trabalho discográfico, que representa uma incursão pela obra magistral de Manuel Cardoso.

Os Cupertinos são considerados os embaixadores da Polifonia Portuguesa e foram distinguidos recentemente pela revista britânica Gramophone, na categoria de Música Antiga.

Também faz parte do programa (08 de novembro) desta 31ª edição o grupo Sete Lágrimas que, este ano, comemora o seu 20º aniversário.

Já a fechar a temporada, e com o objetivo de encorajar o trabalho dos jovens músicos, vai estar presente (10 de novembro) a Orquestra Geração.

Os “palcos” dos concertos desta edição serão distribuídos pela Igreja de S. Roque, Igreja de São Pedro de Alcântara, Mosteiro de Santos-o-Novo e Convento dos Cardaes.

LFS

Igreja/Ensino: Semana da Educação Cristã vai ao encontro dos «distantes e marginalizados»
Out 20_Out 27 todo o dia

Lisboa, 17 out 2019 (Ecclesia) – Os bispos da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé apelaram a uma ação educativa que vá ao encontro dos que “se encontram mais distantes e marginalizados, esquecidos”.

A mensagem é lançada por ocasião da Semana Nacional da Educação Cristã (20-27 de outubro), manifestando gratidão a todos os que têm compromissos neste campo.

“Empenhados nesta nobre tarefa evangelizadora, encontramos, nos últimos anos, sinais de maior atenção e cuidado dos adultos – pais, catequistas e professores – pela educação cristã e humana das novas gerações”, refere o texto, enviado hoje à Agência ECCLESIA.

Os membros da comissão responsável pela área da Educação, na Conferência Episcopal Portuguesa, saúdam os que “procuram dinâmicas novas, cuidam das linguagens, partilham experiências e se formam continuamente para poderem testemunhar uma atitude missionária na sua vida quotidiana e em toda a sua atividade pastoral e educativa”.

LFS

Igreja/Ensino: Bispos desafiam a ação educativa que vá ao encontro dos «distantes e marginalizados»

Igreja/Missões: Homenagem a D. António Barroso em Cernache do Bonjardim
Out 20 todo o dia

Cernache do Bonjardim, 19 set 2019 (Ecclesia) – O bispo português, D. António Barroso (1854-1918), vai ser homenageado, dia 20 de outubro, na localidade de Cernache do Bonjardim (Diocese de Portalegre-Castelo Branco) com o descerramento de uma estátua em bronze.

Na estátua comemorativa – está a ser feita numa fundição em Vila Nova de Gaia – D. António Barroso aparece “com uma enxada na mão e uma cruz na outra”, disse à Agência ECCLESIA o vice-postulador da causa de canonização de D. António Barroso, Amadeu Araújo.

No monumento que fica localizado em frente ao Seminário das Missões em Cernache do Bonjardim vão ficar também inscritos os nomes dos 320 padres que saíram daquele seminário para as missões.

D. António Barroso, considerado como o “Bispo dos Pobres”, foi um dos frequentadores do Colégio das Missões Ultramarinas em Cernache, criado em 1856 por Sá da Bandeira e encerrado em 1912 por Afonso Costa.

Entre estas datas a casa foi frequentada por cinco mil homens e desses foram ordenados 320 padres.

Na sessão comemorativa vão estar presentes os bispos portugueses.

LFS

Porto: D. António Barroso pode vir a ser declarado «missionário modelo»

 

Leiria: Três encontros sobre a missão na Vigararia de Ourém
Out 20 todo o dia

Leiria, 08 out 2019 (Ecclesia) – A Vigararia de Ourém (Diocese de Leiria – Fátima) realiza três encontros sobre a missão com o objetivo de se passar de uma pastoral de “mera conservação” para uma pastoral “decididamente missionária”.

O primeiro encontro é no dia 17 de outubro, às 21h00, no Salão Paroquial da Freixianda, e é subordinado ao tema «Ourém, terra de Missionários», com os testemunhos do padre José Henriques, que viveu grande parte da sua vida na Guiné-Bissau, e da Irmã Maria Augusta, que viveu muitos anos em Moçambique e Angola, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No Centro Pastoral Paroquial de Nossa Senhora da Piedade (Ourém), dia 20 deste mês, das 14h45 às 18h00, realiza-se o segundo momento subordinado ao tema «Missionação de Ourém» com três comunicações: «A Devoção Cristã em Ourém em tempos medievais», por Saul António Gomes; «A Ação Pastoral dos frades do Convento de Santo António de Ourém (1600-1834)», por António Baptista e «A vivência cristã em Ourém no Século XIX», por Poças das Neves, lê-se

No dia 24 de outubro, no Salão Paroquial de Caxarias, às 21h00, o terceiro momento é subordinado ao tema «Ourém, terra de Missão», com duas intervenções: «A boa Nova de Jesus vivida pelos Jovens», por Jorge Martins e «Servir a alegria do amor vivido em família», pelo Casal Teresa e Ricardo.

Com o lema «Batizados e enviados», a Igreja celebra neste mês de Outubro, o Mês Missionário Extraordinário, proclamado pelo Papa Francisco, para que se compreenda mais profundamente, o quanto a Missão é “o máximo desafio para a Igreja” e “a primeira de todas as causas”.

Fazendo-se eco deste apelo do Papa Francisco, a Conferência Episcopal Portuguesa propôs um Ano Missionário, que agora termina, com o objetivo de apelar “a um maior vigor missionário em todas as dioceses, paróquias, comunidades e grupos eclesiais, desde os adultos aos jovens e crianças”.

LFS

Lisboa: Patriarcado convida paróquias para o encerramento do Ano Missionário
Out 20 todo o dia

Lisboa, 24 set 2019 (Ecclesia) – O Secretariado de Animação Missionária do Patriarcado de Lisboa convidou as paróquias da diocese à participação na Peregrinação Nacional a Fátima, no dia 20 de outubro, no encerramento do Ano Missionário.

“Como responsável pelo sector missionário do Patriarcado, convido a si e à sua comunidade a participarem na Peregrinação Nacional a Fátima que se vai realizar a 20 de outubro deste ano, para com gratidão e alegria confiarmos a Maria, Rainhas Missões e Estrela da Evangelização, o anúncio de Cristo vivo”, refere a carta «Batizados e enviados – A Igreja de Cristo em Missão», assinada pelo padre Albino dos Anjos, enviada recentemente ao clero do Patriarcado.

Na missiva, o sacerdote recorda ainda que «Todos, Tudo e Sempre em Missão» foi o título que os bispos portugueses deram à nota pastoral sobre a convocação do ano missionário.

“Certamente ao longo de todo este ano, muitas foram as iniciativas que desenvolveu como forma de renovar este encontro pessoal com Cristo e a ação pastoral em pastoral missionária. Os frutos a seu tempo virão para quem, com docilidade, se abriu ao protagonista da missão, que é O Espirito Santo”, frisa a carta.

LFS

Bens Culturais: Visita guiada aos têxteis da sacristia da Real Basílica de Mafra
Out 20@14:30_17:00

Mafra, 17 out 2019 (Ecclesia) – Os têxteis da sacristia da Real Basílica de Mafra: Palácio Nacional de Mafra, Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra e Paróquia de Santo André podem ser visitados, entre as 14h30 e as 17h00, do dia 20 deste mês, naquela localidade do Patriarcado de Lisboa.

Parte da coleção de “peças selecionadas do espólio do Palácio Nacional de Mafra nunca foram expostas ao público”, assim como “uma parcela das que pertencem ao espólio da Irmandade também não são habitualmente expostas”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Esta atividade é uma parceria entre a Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra, Paróquia de Santo André de Mafra e Palácio Nacional de Mafra

Uma iniciativa integrada no Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja que se celebra a 18 de outubro.

LFS

Braga: «Escola de Famílias» promove ciclo de conferências
Out 20@15:30_17:30

Braga, 15 out 2019 (Ecclesia) – A «Escola de Famílias» do Departamento da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Braga promove um ciclo de conferências sobre as temáticas familiares no ano pastoral de 2019/20.

Com os temas “Família com Valor(es): O desafio de educar”; “Em sociedade ou em rede social?”; “E agora «nós»: Viver com os defeitos do outro” e “Amor que gera Vida”, as sessões vão realizar-se ao domingo à tarde, das 15h30 às 17h30, e as datas são 20 de outubro, 1 de dezembro, 16 de fevereiro e 29 de março, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

O departamento convida todos os que se preocupam com estes temas e/ou vivem o dia a dia concreto da vida familiar a aparecer… porque ser família forte, autêntica e feliz também se aprende.

O local será o Centro Pastoral da Arquidiocese, na Rua de S. Domingos, 94B, em Braga.

LFS

Igreja/Sociedade: Município de Terras de Bouro homenageia o cónego João Aguiar
Out 20@15:30_16:30

Braga, 11 out 2019 (Ecclesia) – O cónego João Aguiar, antigo diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja, vai ser homenageado, dia 20 deste mês, às 15h30, pela Município de Terras de Bouro (Arquidiocese de Braga).

Na homenagem ao antigo diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja e antigo presidente do conselho de gerência da Rádio Renascença que decorre no Museu da Geira – Campo do Gerês vai ser também lançado, às 16h15, o livro «Nomadismo da Alma» da autoria de António Cunha, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Município de Terras de Bouro assinala, dia 20 deste mês, o dia do município, data em que, em 1514, o rei D. Manuel I lhe atribuiu a carta de foral, lê-se no programa.

O cónego João Aguiar Campos nasceu a 23 de dezembro de 1949 e é natural de São João do Campo, Terras de Bouro.

Formou-se em Teologia nos seminários de Braga e foi ordenado sacerdote em 1973. Entre 1974 e 1976 frequentou Ciências da Informação na Universidade de Navarra, em Espanha.

Ingressou no Diário do Minho em 1976 e desempenhou as funções de diretor entre 1997 até 2005.

LFS