Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Jun
23
Dom
Guarda: Diocese vive ordenação sacerdotal de Daniel Barroso
Jun 23@16:00

Guarda, 22 jun 2019 (Ecclesia) – A Diocese da Guarda vai viver este domingo a celebração da ordenação sacerdotal do diácono Daniel Barroso, a partir das 16h00, na Sé.

“Procuro viver estes últimos dias junto da família e das pessoas que me acompanharam neste percurso. Vivo este momento no encontro pessoal com Deus, agradecendo as maravilhas que Ele realizou no meu percurso e na minha vida”, disse o futuro presbítero em entrevista enviada à Agência ECCLESIA.

Daniel Barroso que procura ainda viver esta etapa segundo o lema que o “vai acompanhar ao longo do mistério sacerdotal – “Eis-me aqui, eu venho, ó Deus, para fazer a tua vontade” – fez o seu retiro de preparação para a ordenação sacerdotal, de 9 a 14 de junho.

“Aceitar um desafio nunca é fácil, principalmente quando vem de Deus. Não se trata de uma opção, trata-se de um caminho e realmente um caminho muito desafiante: Temos de ter coragem de arriscar e de nos entregarmos nas mãos de Deus”, disse sobre o sacerdócio.

Segundo Daniel Barroso a coragem de arriscar “é possível porque primeiro Deus se dá” e “nunca deixa sozinhos”, chamando “sempre” à felicidade.

Ao longo do atual ano pastoral, sob orientação do padre José Manuel Martins de Almeida, colaborou na ação pastoral do Arciprestado de Celorico da Beira e em várias paróquias.

“Nestes últimos meses, senti-me em casa. A experiência de trabalhar neste arciprestado de Celorico da Beira, mais propriamente em algumas paróquias, fez-me perceber a necessidade de trilhar caminhos novos para anunciar e testemunhar o Evangelho e que temos de ser pastores com vontade de arriscar e de não ter medo de estarmos próximos das pessoas”, desenvolveu.

Neste contexto, revela que sentiu que “as pessoas têm sede de Deus”, procuram novos caminhos de encontro, “mais atraentes” e sensibilizou-se com “o acolhimento e a forma como muitas aceitavam os desafios que lhes eram colocados”.

Com 26 anos de idade, Daniel Lopes Barroso que vai ser ordenado presbítero este domingo, a partir das 16h00, na Sé da Diocese da Guarda, nasceu em Cantar-Galo, no Concelho da Covilhã.

“A festa não é só minha, mas de toda a comunidade que me viu nascer. E não só a Vila do Carvalho, mas também a Paróquia de São José, Penedos Altos, que me ajudaram a descobrir o meu caminho vocacional, me viram crescer e sempre me apoiaram neste meu “SIM” ao desafio de Deus”, disse na entrevista ao jornal ‘A Guarda’.

CB

Jun
28
Sex
Guarda: Programa pastoral em destaque na reunião do Conselho Presbiteral
Jun 28@10:00_16:00

Guarda, 24 jun 2019 (Ecclesia) – O Conselho Presbiteral da Diocese da Guarda vai reunir e o programa pastoral para os próximos três anos é um dos pontos em destaque da agenda esta sexta-feira, entre as 10h00 e as 16h00, no seminário diocesano.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese da Guarda informa que os próximos três anos vão incidir sobre a Família e os Jovens, a partir das sugestões da assembleia de serviços diocesanos, dos dois últimos Sínodos dos Bispos (Família em 2015/2016 e jovens em 2018) e edição internacional da Jornada Mundial da Juventude, que vai ter lugar em Lisboa, em 2022.

Esta sexta-feira, o Conselho Presbiteral vai também referir-se à reorganização pastoral da diocese com base no ‘Relatório final dos contributos enviados à Diocese’ a partir das reflexões feitas nos Conselhos Pastorais Arciprestais, outras instâncias, e o Conselho Pastoral Diocesano.

A diocese informa que este conselho, presidido pelo D. Manuel Felício, e conta com “membros natos” – vigário-geral, reitor do seminário, coordenador da pastoral, vigário judicial e ecónomo –, os eleitos pelos 14 arciprestados e os religiosos, bem como elementos designados pelo bispo diocesano (Espiritualidade Diocesana, Colégio dos Consultores, Comunicação Social, Pastoral de Cidade e Economia Diocesana).

CB

Jul
8
Seg
Lisboa: Missionário apresenta livro que tem como objetivo o apoio a Moçambique
Jul 8@17:00_19:00

Foto: O padre Carlos Jacob trabalhou durante 13 anos como missionário em Moçambique, AE/JCP

Lisboa, 06 jul 2019 (Ecclesia) – O padre Carlos Jacob, dos Missionários de São João Batista, vai apresentar esta segunda-feira em Lisboa o livro ‘Missão em África: Lançar sementes, colher sorrisos’, cuja venda reverte a favor do trabalho da congregação em Moçambique e mais concretamente das vítimas dos ciclones naquele país

O lançamento deste projeto, que conta com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos, está marcado para as 17h00 no salão nobre (Sala D. Luís) das instalações do Edifício Sede da CGD, em Lisboa

O autor, o padre português Carlos Jacob, de 59 anos, integra a congregação dos Missionários de São João Batista, que está presente em Portugal mas também em outros países como é o caso de Moçambique, onde aquele sacerdote tem colaborado em várias missões.

Nos últimos meses, as atenções têm estado voltadas para a tragédia que atingiu aquele país lusófono há cerca de um mês, com a passagem do ciclone Idai, que provocou mais de 600 mortos, 70 mil desalojados e deixou pelo menos de 350 mil  em risco de vida.

Pouco tempo depois, o mesmo território foi atingido por um novo furação, batizado como Kenneth, que levou nova vaga de destruição ao país lusófono, embora felizmente em menor escala.

Fundada em 1948 na Alemanha, a congregação dos Missionários de São João Batista dedica-se ao apoio dos mais pobres e desfavorecidos e ao aprofundamento e anúncio da fé cristã junto das comunidades.

Na sessão de apresentação do livro ‘Missão em África: Lançar sementes, colher sorrisos’, do padre Carlos Jacob, nas instalações do Edifício Sede da CGD em Lisboa, estarão entre outras figuras o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca; Joana Clemente, da HELPO, Carlos Almeida, da HELPO Moçambique; Alfredo Filipe, da Câmara de Comércio Brasil-Portugal, e Paulo Moita de Macedo, da Caixa Geral de Depósitos.

JCP

Jul
29
Seg
Guarda: «Missão Play» é o tema do campo de férias jovem
Jul 29_Ago 2 todo o dia

Guarda, 18 jul 2019 (Ecclesia) – A Pastoral Juvenil Universitária Vocacional da Diocese da Guarda promove, de 29 de julho a 02 de agosto, um campo de férias jovem no Parque de Campismo de São Gião.

Com o tema «Missão Play», este campo de férias destina-se a jovens com idades entre os 15 e 30 anos e realiza-se no Parque de Campismo da Fundação Albino Mendes da Silva, em São Gião, arciprestado de Seia e concelho de Oliveira do Hospital, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Os participantes vão ter momentos de descontração, oração e compromisso com as comunidades locais.

As inscrições decorrem até ao dia 25 de Julho através do link, disponível na página da Pastoral Juvenil Universitária Vocacional da Diocese da Guarda e têm o custo de 35 euros e inclui refeições, acampamento e algum material para o campo de férias.

O campo de férias será em regime de acampamento pelo que “cada participante deve providenciar tenda, colchão e saco cama, bem como toalha e calção de banho, material de higiene pessoal, roupa e calçado confortável”, lê-se.

LFS

Out
5
Sáb
Guarda: Jornadas de pastoral centradas no Papa Francisco e na missão
Out 5 todo o dia

Guarda, 05 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese da Guarda vai dedicar os próximos três anos aos jovens e à família e a abertura do ano pastoral 2019-2020 está marcada para hoje, no Seminário da cidade, durante as Jornadas de Pastoral Diocesana.

A jornada, por coincidir com o «especial Outubro missionário», tem como tema «Papa Francisco e a missão» e são oradores os padres Vítor Hugo Mendes e Amaro Gonçalo Ferreira Lopes, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O programa desta jornada conta, na parte da manhã, com a orientação do padre Vítor Hugo Mendes, que tratará dois assuntos relacionados com o dinamismo missionário para o qual o Papa Francisco pretende motivar a Igreja “Bergoglio, Aparecida e a Igreja missionária” e “Francisco e a Igreja em saída missionária”.

Pelas 14h15 vai ser apresentado o Plano Pastoral Diocesano.

O resto da tarde será preenchido com o testemunho do padre Amaro Gonçalo Ferreira Lopes, pároco na Diocese do Porto, sobre a experiência de uma paróquia missionária.

O Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, diz que “são convidados para participar nesta jornada, em primeiro lugar, os sacerdotes e diáconos e depois também todos os que participam nos diferentes serviços diocesanos como igualmente os membros dos movimentos apostólicos”.

LFS

Out
10
Qui
Guarda: Casa de Saúde Bento Menni promove jornadas «saber envelhecer»
Out 10@9:00_Out 11@16:00

Guarda, 09 out 2019 (Ecclesia) – As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus promovem as jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, dia 10 e 11 de outubro, no auditório da Casa de Saúde Bento Menni, na Guarda.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, pela Diocese da Guarda, informa que esta iniciativa de cariz científico vai abordar temáticas importantes “para a comunidade em geral, como para aqueles que desenvolvem o seu estudo ou atividade profissional na área do envelhecimento”.

As jornadas começam com a conferência ‘Plano estratégico para as demências na zona Centro’, pelo psiquiatra Horácio Firmino, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, esta quinta-feira, às 09h30.

Segundo o programa, segue-se a primeira mesa-redonda sobre ‘Boas práticas transfronteiriças’, com diversos casos, e moderação da diretora da Escola Superior de Saúde da Guarda – Instituto Politécnico da Guarda, Paula Pissarra.

Durante a tarde, às 14h30, destaca-se o tema-pergunta “é possível Saber Envelhecer e prevenir a doença de Alzheimer?” com o neurologista André Leitão, do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, Covilhã; E depois duas mesas-redondas, sobre ‘Cuidados médicos’, às 15h10, e outra centrada em “boas práticas na Beira Interior”, a partir das 16h45.

O segundo dia da sexta edição das jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, começa com a conferência do pediatra Filipe Almeida que vai falar da “humanização dos cuidados em saúde”.

O programa no dia 11 continua com a mesa-redonda sobre ‘Cuidados de proximidade’, às 10h40, e, durante a tarde, os participantes assistem à conferência ‘Intervenção terapêutica farmacológica preventiva em estádios iniciais da demência – prós e contras’, com o subdiretor médico do Hospital Sagrat Cor de Martorell – Barcelona, Manel Sanchez Perez, e a três workshops: “Projectos de Vida no Envelhecer”, “Desnutrição e disfagia no idoso” e “Cuidados com a Oxigenoterapia no idoso”.

As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus estão em Portugal há 125 anos e prestam cuidados de saúde em particular nas áreas da Psiquiatria e Saúde Mental; ao longo dos anos foram contemplando outras áreas como a reabilitação psicossocial, a psicogeriatria e gerontopsiquiatria, a toxicodependência e os cuidados paliativos, em 12 centros assistenciais, no continente e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, apoiadas por dois mil colaboradores.

A congregação religiosa, que está em 27 países de quatro continentes, foi fundada a 31 de maio de 1881, em Ciempozuelos – Espanha, por S. Bento Menni; acompanhado por Maria Josefa Récio e Maria Angustias Giménez, e chegou a Portugal em 1894, onde abriu o primeiro centro assistencial em Belas – Sintra.

CB/OC

Out
12
Sáb
Guarda: Apresentação do projeto «Say Yes» rumo às JMJ 2022
Out 12 todo o dia

Guarda, 11 out 2019 (Ecclesia) – O projeto «Say Yes – Aprender a dizer sim: catequese com adolescentes rumo à JMJ 2022» vai ser apresentado na Diocese da Guarda, no dia 12 de outubro.

A iniciativa é orientada pelo padre Tiago Neto, responsável pela catequese do Patriarcado de Lisboa, e vai decorrer no Seminário da Guarda, entre as 09h30 e as 16h30 horas, e é aberto a todos os catequistas, principalmente aos que quiserem acompanhar este projeto, aos padres e diáconos, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, explica que “o objetivo principal deste projeto é, a pretexto das Jornadas Mundiais da Juventude, e da participação futura nelas dos adolescentes, já como jovens, levá-los a envolverem-se nas comunidades e a descobrirem o Evangelho de Jesus”.

D. Manuel Felício adianta que é proposta esta caminhada a todas as paróquias da Diocese, “sem carácter obrigatório, e destinada a todos os grupos da adolescência – 7º ao 10º – podendo funcionar em pequenos grupos do mesmo ano ou em grupos heterogéneos”, frisa.

Em carta enviada a todos os padres da Diocese da Guarda, D. Manuel Felício explica que o Patriarcado de Lisboa é “responsável pela produção dos materiais – texto do orientador e caderno do adolescente”.

LFS

Out
19
Sáb
Guarda: Vigília missionária assinala o Dia Mundial da Missões
Out 19@21:00_22:00

Guarda, 18 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese da Guarda vai assinalar o Dia Mundial da Missões, que acontece este domingo, dia 20 de outubro, com uma vigília, no dia anterior, às 21h00, na Sé daquela cidade.

Este domingo tem lugar a peregrinação nacional a Fátima organizada pela Conferência Episcopal Portuguesa para encerramento do ano missionário, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Papa Francisco convocou todo o mundo católico para que este outubro fosse vivido como um especial Outubro Missionário e propôs como tema “Baptizados e enviados”.

O Bispo da Guarda considera que “a geografia da missão mudou e aproximou-se mais dos nossos ambientes, onde somos desafiados a levar a novidade do Evangelho, mesmo onde a tradição cristã continua a apresentar muitos sinais”.

LFS

Out
22
Ter
Guarda: D. Manuel Felício preside à Solenidade da Dedicação da Catedral
Out 22@18:00

Guarda, 22 out 2019 (Ecclesia) – A solenidade da Dedicação da Catedral da Guarda vai ser assinalada, esta terça-feira, às 18h00 horas, com a celebração da missa, presidida por D. Manuel Felício.

“Não sabemos em que ano é que a nossa Catedral da Guarda foi terminada, mas sabemos o mês e o dia em que foi celebrada a sua dedicação, 22 de outubro”, disse D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, ao Jornal «A Guarda».

“Ao comemorarmos esta data, celebramos a importância do templo na vivência da Fé, mas, mais do que isso, reconhecemos que a Igreja Mãe da nossa Diocese tem significado único para todos os diocesanos”, referiu o bispo da Guarda.

Sendo o lugar onde o Bispo tem a sua cadeira (cátedra) é aí que ele, em datas significativas, se dirige a toda a comunidade diocesana e lhe propõe não só o essencial da mensagem evangélica, segundo as necessidades de cada tempo e lugar, mas também os caminhos pastorais ajustados a cada tempo e cada lugar em que hoje as pessoas vivem.

Para o Bispo da Diocese da Guarda, a catedral “é o monumento que marca, como nenhum outro, a identidade não só da cidade e da diocese, mas também de toda a região beirã”.

No aniversário da dedicação da Sé Catedral, o Bispo da Guarda convida, de maneira especial, os diáconos permanentes para, “nesta celebração, renovarem os seus compromissos diaconais e sufrágio pelo diácono falecido”.

A Sé-Catedral da Guarda foi erguida no seguimento do pedido de D. Sancho I ao Papa Inocêncio III para transferir a diocese de Egitânia (Idanha-a-Velha) para a nova cidade da Guarda.

Da original construção, de estilo românico, nada resta. Foram, no entanto, encontrados alguns vestígios que apontam para um edifício simples.

A atual Sé da Guarda foi mandada construir nos finais do século XIV, já no reinado de D. João I e as obras avançaram muito lentamente e só no reinado de D. João III seriam concluídas, já em pleno século XVI.

A Sé da Guarda é um dos monumentos portugueses dos últimos tempos do gótico, com influência manuelina.

LFS

Out
26
Sáb
Portugal: Fórum Ecuménico Jovem reúne comunidades cristãs na Covilhã
Out 26@9:30_17:00

20ª edição do encontro tem como tema «Atreve-te a Ser»Lisboa, 26 out 2019 (Ecclesia) – Os departamentos da pastoral juvenil de várias Igrejas Cristãs em Portugal promovem hoje a 20.ª edição do Fórum Ecuménico Jovem (FEJ), com o tema ‘Atreve-te a Ser’, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

“Ao marcar os 20 anos sobre o início deste caminho ecuménico com os jovens em Portugal, queremos regressar à escola de Jesus, a ouvir o seu apelo, a aceitarmos a aventura da vida, a não nos escondermos atrás das máscaras e das nossas defesas, a descobrirmos que o amor com que Ele nos ama é mais forte do que tudo e nos desafia a viver a vida ao seu jeito”, explica a equipa do FEJ

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, pelo Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, os organizadores informam que o acolhimento começa às 09h30 e o encontro uma hora depois, “com  muita música, festa e animação”.

As atividades durante a manhã e início de tarde foram preparadas “ecumenicamente” por várias Igrejas cristãs, com “muita imaginação e criatividade” e vão ser conhecidos os vencedores do concurso de vídeo ‘Mais que isto: É Cristo!’.

O 20.º FEJ termina com um momento de oração, compromisso e envio, pelas 16h30, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

Sobre o tema do encontro, ‘Atreve-te a Ser’, o comunicado contextualiza que o texto bíblico que serve de base é o das Bem-Aventuranças, que “Mateus associa a um lugar alto, a uma montanha”.

Fórum Ecuménico Jovem, que em 2018 celebrou duas décadas de existência, nasceu com o objetivo comum de pensar o trabalho ecuménico com os jovens através de representantes dos departamentos juvenis de várias de Igrejas cristãs – Igrejas Católica, Lusitana, Metodista e Presbiteriana – com presença histórica em Portugal.

A primeira reunião realizou-se no Seminário de Leiria, em 1999, quando foi criada uma equipa ecuménica juvenil.

Um ano antes, muitos dos que integravam esse grupo representaram Portugal na segunda Assembleia Ecuménica Europeia, na cidade austríaca de Graz, na Áustria.

CB

Nov
9
Sáb
Guarda: Jornada de Formação para refletir sobre organização de unidades pastorais
Nov 9@9:30_10:30

Guarda, 09 nov 2019 (Ecclesia) – A diocese da Guarda promove hoje uma Jornada de Formação sobre as unidades pastorais, no seminário diocesano. 

“Trata-se de uma jornada de formação sobre as unidades pastorais que pretende constituir no tecido pastoral do território da Diocese, o objecto desta formação será a proposta do grupo de trabalho para a reorganização pastoral da Diocese”, avança comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A proposta para esta reorganização vai refletir ainda sobre a situação atual das paróquias da diocese. 

“Uma grande parte das paróquias deixou de ter os recursos mínimos necessários para o habitual funcionamento e para cumprir a sua missão, o que se agrava pelo decréscimo populacional crescente”, pode ler-se. 

O bispo da Guarda, D. Manuel Felício, lançou esta jornada a que convida os “párocos e seus mais diretos colaboradores” para que o envolvimento seja grande. 

“Um sacerdote da Diocese de Bragança partilhará connosco a experiência de criação das unidades pastorais que também está em curso nessa mesma Diocese”, adianta D. Manuel Felício.

Os trabalhos têm início pelas 09h30.

SN

Dez
6
Sex
Pastoral Juvenil: Encontro de jovens da Covilhã para saber mais sobre a JMJ
Dez 6@21:00

Covilhã, 03 dez 2019 (Ecclesia) – Na cidade da Covilhã (Diocese da Guarda) vai realizar-se, dia 06 de dezembro, às 21h00, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus (Igreja de São Tiago) um encontro de jovens para saber mais sobre a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2022.

“Queres saber mais sobre este grande evento e, juntamente com outros jovens, preparar este encontro incrível com o Papa e com jovens de todo o mundo?!” é o mote para esta iniciativa, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A JMJ 2022 realiza-se em Portugal, na cidade de Lisboa.

LFS

Dez
7
Sáb
Igreja/Natal: Aldeia de Cabeça mostra presépio que respira os ares da Serra da Estrela
Dez 7 todo o dia

Guarda, 06 Dez 2019 (Ecclesia) – Na aldeia de Cabeça (Diocese da Guarda) vai ser inaugurado, este sábado, um presépio com decorações naturais 100% sustentáveis feitas com a vontade, criatividade e engenho dos habitantes.

A Serra da Estrela serve “como pano de fundo” para a festa de Natal de “mais uma aldeia de montanha” que decorre de 07 de dezembro a 01 de janeiro, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Há muito que os habitantes de Cabeça trabalham na mais peculiar e sustentável aldeia de Natal”, salienta.

Tudo é feito com “as mãos sábias dos cerca de 170 moradores” desta aldeia de montanha e “com materiais da natureza, como as giestas, as videiras, os pinheiros, folhas de fetos, lã das ovelhas bordaleiras, canas de milho e ainda outros materiais reciclados e que resultam das limpezas cirúrgicas das florestas do Parque Natural da Serra da Estrela e terrenos vizinhos.

Todo o trabalho é feito pela comunidade, com o empenho de todas as coletividades da aldeia, da Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede Aldeias de Montanha (ADIRAM) e do Município de Seia.

LFS

Dez
8
Dom
Guarda: Ordenação de quatro diáconos permanentes
Dez 8@16:00

Guarda, 25 nov 2019 (Ecclesia) – Na Sé da Guarda vão ser ordenados quatro diáconos permanentes, dia 08 de dezembro, às 16h00, numa celebração presidida por D. Manuel Felício.

Estes candidatos ao diaconado, instituídos acólitos no dia 20 de outubro passado, terminam assim o seu percurso de 3 anos de formação no seminário desta cidade, recebendo o Sacramento da Ordem no seu primeiro grau, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Carlos Alberto Martins Ventura, José da Silva Tenreiro, Paulo Caetano Abrantes Jorge e Pedro Miguel Santos Ferreira são os nomes dos futuros diáconos.

LFS

Dez
10
Ter
Guarda: Diocese recebe comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos
Dez 10@18:00

Sé da Guarda vai receber título honorífico «Lugar de Paz, Fé e Cultura»

Guarda, 10 dez 2019 (Ecclesia) – A Diocese da Guarda recebe hoje as comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos, promovida pelo Observatório Internacional de Direitos Humanos, a partir das 18h00, onde a sua Sé vai receber título honorífico ‘Lugar de Paz, Fé e Cultura’.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Diocese da Guarda informa que o Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) classifica a sua Sé de ‘Lugar de Paz, Fé e Cultura’, “inserido numa corrente solidária, à escala planetária pela paz mundial”, à semelhança do Convento de São Salvador, em Jerusalém, classificado como ‘Lugar de Paz e Bem’.

O título honorífico ‘Lugar de Paz, Fé e Cultura’ vai ser entregue à Sé da Guarda pelo presidente do OIDH, Luís Andrade, e o Papa Francisco e a Biblioteca Apostólica Vaticana e a Organização das Nações Unidas – ONU, vão igualmente receber um exemplar deste título.

O Papa Francisco já assinalou o Dia Internacional dos Direitos Humanos com um tweet na sua conta @pontifex na rede social Twitter, com o hasthag (marcador) #DireitosHumanos.

“O ser humano é sempre sagrado e inviolável, em qualquer situação e em cada fase do seu desenvolvimento. Se esta convicção ruir, não permanecerá fundamentos sólidos e permanentes para a defesa dos #DireitosHumanos.”

As comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos começam com cânticos tradicionais africanos pela Associação dos Estudantes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa da Guarda (AEPALOP), às 18h00.

Depois o programa continua com o cónego Manuel Pereira de Matos que vai apresentar as “Raízes Cristãs da Declaração Universal dos Direitos Humanos”, Khalid Jamal, do Observatório do Mundo Islâmico, e José Levy Domingos, da Comunidade Judaica de Belmonte, que vão falar, respetivamente, sobre “O Islão dos Direitos Humanos” e as “raízes Judaicas da Declaração Universal dos Direitos Humanos”.

A responsável pelo  secretariado nacional da Fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) em Portugal, Catarina Martins Bettencourt , apresenta o relatório sobre a situação do Direito à Liberdade Religiosa no Mundo relativo a 2018.

Às 19h00 começa um concerto do Grupo Coral Polifónico Pedras Vivas, com direção do maestro Vítor Casanova.

Segundo o comunicado, o Observatório Internacional de Direitos Humanos, que promove esta iniciativa tem associado entidades de vários lugares do mundo que “manifestam a sua incondicional solidariedade” com este evento, onde se incluem países do Continente Americano (Brasil), da Ásia (China), por exemplo.

CB/OC