Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Out
10
Qui
Guarda: Casa de Saúde Bento Menni promove jornadas «saber envelhecer»
Out 10@9:00_Out 11@16:00

Guarda, 09 out 2019 (Ecclesia) – As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus promovem as jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, dia 10 e 11 de outubro, no auditório da Casa de Saúde Bento Menni, na Guarda.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, pela Diocese da Guarda, informa que esta iniciativa de cariz científico vai abordar temáticas importantes “para a comunidade em geral, como para aqueles que desenvolvem o seu estudo ou atividade profissional na área do envelhecimento”.

As jornadas começam com a conferência ‘Plano estratégico para as demências na zona Centro’, pelo psiquiatra Horácio Firmino, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, esta quinta-feira, às 09h30.

Segundo o programa, segue-se a primeira mesa-redonda sobre ‘Boas práticas transfronteiriças’, com diversos casos, e moderação da diretora da Escola Superior de Saúde da Guarda – Instituto Politécnico da Guarda, Paula Pissarra.

Durante a tarde, às 14h30, destaca-se o tema-pergunta “é possível Saber Envelhecer e prevenir a doença de Alzheimer?” com o neurologista André Leitão, do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, Covilhã; E depois duas mesas-redondas, sobre ‘Cuidados médicos’, às 15h10, e outra centrada em “boas práticas na Beira Interior”, a partir das 16h45.

O segundo dia da sexta edição das jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, começa com a conferência do pediatra Filipe Almeida que vai falar da “humanização dos cuidados em saúde”.

O programa no dia 11 continua com a mesa-redonda sobre ‘Cuidados de proximidade’, às 10h40, e, durante a tarde, os participantes assistem à conferência ‘Intervenção terapêutica farmacológica preventiva em estádios iniciais da demência – prós e contras’, com o subdiretor médico do Hospital Sagrat Cor de Martorell – Barcelona, Manel Sanchez Perez, e a três workshops: “Projectos de Vida no Envelhecer”, “Desnutrição e disfagia no idoso” e “Cuidados com a Oxigenoterapia no idoso”.

As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus estão em Portugal há 125 anos e prestam cuidados de saúde em particular nas áreas da Psiquiatria e Saúde Mental; ao longo dos anos foram contemplando outras áreas como a reabilitação psicossocial, a psicogeriatria e gerontopsiquiatria, a toxicodependência e os cuidados paliativos, em 12 centros assistenciais, no continente e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, apoiadas por dois mil colaboradores.

A congregação religiosa, que está em 27 países de quatro continentes, foi fundada a 31 de maio de 1881, em Ciempozuelos – Espanha, por S. Bento Menni; acompanhado por Maria Josefa Récio e Maria Angustias Giménez, e chegou a Portugal em 1894, onde abriu o primeiro centro assistencial em Belas – Sintra.

CB/OC

Out
12
Sáb
Guarda: Apresentação do projeto «Say Yes» rumo às JMJ 2022
Out 12 todo o dia

Guarda, 11 out 2019 (Ecclesia) – O projeto «Say Yes – Aprender a dizer sim: catequese com adolescentes rumo à JMJ 2022» vai ser apresentado na Diocese da Guarda, no dia 12 de outubro.

A iniciativa é orientada pelo padre Tiago Neto, responsável pela catequese do Patriarcado de Lisboa, e vai decorrer no Seminário da Guarda, entre as 09h30 e as 16h30 horas, e é aberto a todos os catequistas, principalmente aos que quiserem acompanhar este projeto, aos padres e diáconos, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, explica que “o objetivo principal deste projeto é, a pretexto das Jornadas Mundiais da Juventude, e da participação futura nelas dos adolescentes, já como jovens, levá-los a envolverem-se nas comunidades e a descobrirem o Evangelho de Jesus”.

D. Manuel Felício adianta que é proposta esta caminhada a todas as paróquias da Diocese, “sem carácter obrigatório, e destinada a todos os grupos da adolescência – 7º ao 10º – podendo funcionar em pequenos grupos do mesmo ano ou em grupos heterogéneos”, frisa.

Em carta enviada a todos os padres da Diocese da Guarda, D. Manuel Felício explica que o Patriarcado de Lisboa é “responsável pela produção dos materiais – texto do orientador e caderno do adolescente”.

LFS

Out
18
Sex
História da Igreja: Porto recorda duas efemérides de D. António Ferreira Gomes
Out 18 todo o dia

Porto, 15 out 2019 (Ecclesia) – Para celebrar os 50 anos do regresso de D. António Ferreira Gomes do exílio e os 60 anos da carta a Salazar, a Fundação SPES e o Cabido da Sé do Porto organizam, dia 18 deste mês, um colóquio e um momento de teatro e música.

A primeira parte da iniciativa – reflexões e debate – decorre no Auditório do Paço Episcopal e conta com uma intervenção de José Barreto que falará sobre «O exílio do Bispo do Porto e a diplomacia da Santa Sé», refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O historiador Paulo Fontes apresenta também uma reflexão sobre «D. António Ferreira Gomes e o movimento católico do século XX» e no final da tarde realiza-se uma mesa redonda, moderada pelo jornalista Júlio Magalhães, com intervenções de Amândio Azevedo; Levi Guerra; Jorge Cunha e Emanuel Brandão.

A noite do dia 18 deste mês será de evocação de D. António Ferreira Gomes, na Sé do Porto, com um momento de teatro e música com o título «Um bispo para sempre».

Nesta iniciativa vai ser feita a estreia de uma peça musical de Fernando Lapa sobre o poema de Sofia de Melo Breyner Andresen «D. António Ferreira Gomes».

LFS

Out
19
Sáb
Guarda: Vigília missionária assinala o Dia Mundial da Missões
Out 19@21:00_22:00

Guarda, 18 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese da Guarda vai assinalar o Dia Mundial da Missões, que acontece este domingo, dia 20 de outubro, com uma vigília, no dia anterior, às 21h00, na Sé daquela cidade.

Este domingo tem lugar a peregrinação nacional a Fátima organizada pela Conferência Episcopal Portuguesa para encerramento do ano missionário, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Papa Francisco convocou todo o mundo católico para que este outubro fosse vivido como um especial Outubro Missionário e propôs como tema “Baptizados e enviados”.

O Bispo da Guarda considera que “a geografia da missão mudou e aproximou-se mais dos nossos ambientes, onde somos desafiados a levar a novidade do Evangelho, mesmo onde a tradição cristã continua a apresentar muitos sinais”.

LFS

Out
22
Ter
Guarda: D. Manuel Felício preside à Solenidade da Dedicação da Catedral
Out 22@18:00

Guarda, 22 out 2019 (Ecclesia) – A solenidade da Dedicação da Catedral da Guarda vai ser assinalada, esta terça-feira, às 18h00 horas, com a celebração da missa, presidida por D. Manuel Felício.

“Não sabemos em que ano é que a nossa Catedral da Guarda foi terminada, mas sabemos o mês e o dia em que foi celebrada a sua dedicação, 22 de outubro”, disse D. Manuel Felício, Bispo da Guarda, ao Jornal «A Guarda».

“Ao comemorarmos esta data, celebramos a importância do templo na vivência da Fé, mas, mais do que isso, reconhecemos que a Igreja Mãe da nossa Diocese tem significado único para todos os diocesanos”, referiu o bispo da Guarda.

Sendo o lugar onde o Bispo tem a sua cadeira (cátedra) é aí que ele, em datas significativas, se dirige a toda a comunidade diocesana e lhe propõe não só o essencial da mensagem evangélica, segundo as necessidades de cada tempo e lugar, mas também os caminhos pastorais ajustados a cada tempo e cada lugar em que hoje as pessoas vivem.

Para o Bispo da Diocese da Guarda, a catedral “é o monumento que marca, como nenhum outro, a identidade não só da cidade e da diocese, mas também de toda a região beirã”.

No aniversário da dedicação da Sé Catedral, o Bispo da Guarda convida, de maneira especial, os diáconos permanentes para, “nesta celebração, renovarem os seus compromissos diaconais e sufrágio pelo diácono falecido”.

A Sé-Catedral da Guarda foi erguida no seguimento do pedido de D. Sancho I ao Papa Inocêncio III para transferir a diocese de Egitânia (Idanha-a-Velha) para a nova cidade da Guarda.

Da original construção, de estilo românico, nada resta. Foram, no entanto, encontrados alguns vestígios que apontam para um edifício simples.

A atual Sé da Guarda foi mandada construir nos finais do século XIV, já no reinado de D. João I e as obras avançaram muito lentamente e só no reinado de D. João III seriam concluídas, já em pleno século XVI.

A Sé da Guarda é um dos monumentos portugueses dos últimos tempos do gótico, com influência manuelina.

LFS

Out
26
Sáb
Portugal: Fórum Ecuménico Jovem reúne comunidades cristãs na Covilhã
Out 26@9:30_17:00

20ª edição do encontro tem como tema «Atreve-te a Ser»Lisboa, 26 out 2019 (Ecclesia) – Os departamentos da pastoral juvenil de várias Igrejas Cristãs em Portugal promovem hoje a 20.ª edição do Fórum Ecuménico Jovem (FEJ), com o tema ‘Atreve-te a Ser’, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

“Ao marcar os 20 anos sobre o início deste caminho ecuménico com os jovens em Portugal, queremos regressar à escola de Jesus, a ouvir o seu apelo, a aceitarmos a aventura da vida, a não nos escondermos atrás das máscaras e das nossas defesas, a descobrirmos que o amor com que Ele nos ama é mais forte do que tudo e nos desafia a viver a vida ao seu jeito”, explica a equipa do FEJ

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, pelo Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, os organizadores informam que o acolhimento começa às 09h30 e o encontro uma hora depois, “com  muita música, festa e animação”.

As atividades durante a manhã e início de tarde foram preparadas “ecumenicamente” por várias Igrejas cristãs, com “muita imaginação e criatividade” e vão ser conhecidos os vencedores do concurso de vídeo ‘Mais que isto: É Cristo!’.

O 20.º FEJ termina com um momento de oração, compromisso e envio, pelas 16h30, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

Sobre o tema do encontro, ‘Atreve-te a Ser’, o comunicado contextualiza que o texto bíblico que serve de base é o das Bem-Aventuranças, que “Mateus associa a um lugar alto, a uma montanha”.

Fórum Ecuménico Jovem, que em 2018 celebrou duas décadas de existência, nasceu com o objetivo comum de pensar o trabalho ecuménico com os jovens através de representantes dos departamentos juvenis de várias de Igrejas cristãs – Igrejas Católica, Lusitana, Metodista e Presbiteriana – com presença histórica em Portugal.

A primeira reunião realizou-se no Seminário de Leiria, em 1999, quando foi criada uma equipa ecuménica juvenil.

Um ano antes, muitos dos que integravam esse grupo representaram Portugal na segunda Assembleia Ecuménica Europeia, na cidade austríaca de Graz, na Áustria.

CB

Nov
5
Ter
UCP: Simpósio «Teologia e Espaço Público nos 50 anos da Faculdade de Teologia»
Nov 5_Nov 6 todo o dia

Porto, 05 nov 2019 (Ecclesia) – A Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP) encerra as comemorações do seu cinquentenário com um simpósio, no Porto, que decorre entre hoje e amanhã.

A iniciativa que decorre no Campus Foz da UCP – Porto tem como tema «Teologia e Espaço Público nos 50 anos da Faculdade de Teologia» e vai ter como oradores Julio Luis Martínez Martínez (Universidade Pontifícia Comillas), Maria Clara Bingemer (PUC-Rio), Lieven Boeve (Faculty of Theology and Religious Studies, Catholic University of Leuve), Pierangelo Sequeri (Presidente do Instituto João Paulo II – Roma) e vários oradores da Faculdade de Teologia, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Os dois dias serão marcados por conferências sob os temas «A pertinência pública do discurso teológico hoje», «Tendências teológicas na América Latina», «A teologia no mundo universitário» e «O impacto da cultura (pós)secular na transformação do discurso teológico», lê-se

No simpósio vai ser apresentado o álbum evocativo dos 50 anos da Faculdade de Teologia, redigido pelo jornalista António Marujo e com fotografias de António Pedro Ferreira

Na sessão de encerramento usam da palavra o bispo do Porto, D. Manuel Linda, e a diretora da Faculdade, Ana Jorge.

LFS

Nov
8
Sex
Igreja/Cultura: UCP recorda centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner
Nov 8_Nov 9 todo o dia

Porto, 07 nov 2019 (Ecclesia) – A Cátedra Poesia e Transcendência Sophia de Mello Breyner [UCP Porto], em parceria com a Faculdade de Teologia e o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, organiza um congresso, entre sexta-feira e sábado, no âmbito das relações entre estudos teológicos e literários, entre poesia e transcendência.

O colóquio terá lugar na Universidade Católica Portuguesa – Polo do Porto, e vai dar particular atenção aos seguintes eixos temáticos: “linguagem poética e linguagem teológica: continuidades e descontinuidades”; “linguagem poética e linguagem mística: inter[con]textualidades” e “linguagem poética e sagrado: aproximações estético-fenomenológicas”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

«Trazida ao espanto da luz»: o assombro e a estranheza, o deslumbramento e o abismo, sugeridos pelo verso de Sophia de Mello Breyner Andresen, inspiram o primeiro congresso «no âmbito das hermenêuticas do religioso no espaço literário, com especial incidência sobre a sua dimensão poética» organizado no contexto do novo projeto Teotopias, refere o comunicado.

La elocuencia del mistério”, “O sagrado e o mistério como categorias de análise do religioso na literatura. Os casos de Dalila Pereira da Costa e de Mário Cláudio”, “Redenção e deformidade. A poética do estranhamento como discurso teológico da modernidade” e “Literatura y hospitalidad. El giro estético-dramático de la teologia” são os temas das conferências e painéis da manhã do primeiro dia.

Durante a tarde estão previstas seis intervenções, entre as quais “Razón teológica del arte literario”, “A salvação que habita a palavra. Um diálogo entre teólogos e poetas”, “A dimensão metafísica do banal profano. Graham Greene entre a literatura, o cinema e o ensaio”.

O programa prossegue na manhã de sábado com “«De mãos vazias perante a morte». Sobre o vazio de Deus em Vergílio Ferreira”; “«As coisas em que penso não existirão muitas vezes». A associação metonímica como princípio de continuidade em «Toda a Terra», de Ruy Belo”; “«De poderes abrir a vida». Sobre a casa na poesia de Daniel Faria e de Luiza Neto Jorge”; “«Silêncio de luz». Mística musical em Jorge de Sena”, “«Monoteísmo da razão e do coração, politeísmo da imaginação e da arte». A mitologia nova em Fernando Pessoa e Sophia de Mello Breyner” e “Frei Agostinho da Cruz: um poeta para o nosso tempo”.

“«E se Deus nos falta?» Inquietações espirituais e formas de relação com Deus na literatura portuguesa contemporânea”, “O espanto da luz e a inocência da carne. A poesia de Sophia de Mello Breyner e de Adélia Prado”;  “O transcendente, o sagrado e o cristão na obra de Sophia de Mello Breyner”, “«No tempo dividido». Mistagogia da temporalidade na poesia de Sophia” são as conferências agendadas para a tarde, antecedendo um recital de poesia e a sessão de encerramento, que conta com a intervenção da reitora da Universidade Católica, Isabel Capeloa Gil.

LFS

Igreja/Cultura: Sophia de Mello Breyner Andresen, a poeta e a cidadã inteira (c/vídeo)

Nov
9
Sáb
Guarda: Jornada de Formação para refletir sobre organização de unidades pastorais
Nov 9@9:30_10:30

Guarda, 09 nov 2019 (Ecclesia) – A diocese da Guarda promove hoje uma Jornada de Formação sobre as unidades pastorais, no seminário diocesano. 

“Trata-se de uma jornada de formação sobre as unidades pastorais que pretende constituir no tecido pastoral do território da Diocese, o objecto desta formação será a proposta do grupo de trabalho para a reorganização pastoral da Diocese”, avança comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A proposta para esta reorganização vai refletir ainda sobre a situação atual das paróquias da diocese. 

“Uma grande parte das paróquias deixou de ter os recursos mínimos necessários para o habitual funcionamento e para cumprir a sua missão, o que se agrava pelo decréscimo populacional crescente”, pode ler-se. 

O bispo da Guarda, D. Manuel Felício, lançou esta jornada a que convida os “párocos e seus mais diretos colaboradores” para que o envolvimento seja grande. 

“Um sacerdote da Diocese de Bragança partilhará connosco a experiência de criação das unidades pastorais que também está em curso nessa mesma Diocese”, adianta D. Manuel Felício.

Os trabalhos têm início pelas 09h30.

SN

Nov
23
Sáb
Igreja/Cultura: Cardeal Evaristo Arns homenageado em Felgueiras
Nov 23 todo o dia

Felgueiras, 23 set 2019 (Ecclesia) – O cardeal brasileiro, D. Paulo Evaristo Arns (1921-2016), vai ser homenageado, dia 23 de novembro, em Felgueiras (Diocese do Porto), no âmbito do festival «José Afonso – Festival Balada do Outono».

Na Escola Secundária de Felgueiras vai ser transmitido o documentário «Coragem! As muitas vidas do cardeal D. Paulo Evaristo Arns», dirigido por Ricardo Carvalho, alusivo à ditadura militar brasileira e apresentado o livro «D. Paulo Evaristo Arns – Um homem amado e perseguido», de Evanize Sydom e Marilda Ferri, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA

D. Januário Torgal Ferreira e José Pacheco Pereira estarão presentes para falar do cardeal, da ditadura militar e de vários aspetos alusivos.

O cardeal Evaristo Arns (1921-2018), arcebispo-emérito e cardeal de São Paulo, combateu “muito corajosamente a ditadura militar brasileira (1964-1985)”, lê-se.

O festival «José Afonso – Festival Balada do Outono», começa no dia 5 de outubro e prolonga-se até 30 de novembro.

LFS

Nov
25
Seg
Publicações: Lançamento da obra «No Tempo e na Eternidade: Caminhos com Telmo Ferraz»
Nov 25@18:30

Porto, 18 nov 2019 (Ecclesia) – A obra «No Tempo e na Eternidade: Caminhos com Telmo Ferraz» da autoria de Henrique Manuel Pereira vai ser apresentada dia 25 deste mês, às 18h30, no auditório Carvalho Guerra da Universidade Católica Portuguesa- Porto.

A apresentação estará a cargo de Luís Amaral, professor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, pretende celebrar o 94.º aniversário natalício de Telmo Ferraz, sacerdote da diocese de Bragança-Miranda ao serviço da Obra da Rua, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O autor que é professor da Escola das Artes da Universidade Católica do Porto escreve sobre Telmo Ferraz que “O que quer que sobre ele diga ou escreva deixa-me sempre a impressão de ficar no limiar de algo profundo ou muito alto. Este livro celebra a vida e a amizade.”

LFS

Nov
27
Qua
Igreja/Prisões: Celebração dos 50 anos da Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos
Nov 27 todo o dia

Porto, 12 nov 2019 (Ecclesia) – A Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos (O.V.A.R.) celebra os seus 50 anos, dia 27 deste mês, no Porto, com atividades alusiva a este dado histórico.

As comemorações realizam-se na sede do Conselho Central do Porto da Sociedade de São Vicente de Paulo (Rua de Santa Catarina, nº 769) e durante o dia a comunidade pode dialogar sobre o “sistema prisional” e pelas 15h00 decorre uma “sessão solene de homenagem aos fundadores” com “lançamento de publicação alusiva”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O bispo do Porto, D. Manuel Linda, preside, às 18h00, na Capela Nossa Senhora da Boa Hora de Fradelos à eucaristia de ação de graças pelo 50º aniversário da O.V.A.R.

No último ano, duas instituições decidiram realçar o trabalho feito pela Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos: A Assembleia da República com a atribuição do prémio «Direitos Humanos 2018» e, já em 2019, a «Terra Justa-Causas e Valores da Humanidade» (promovida pela Câmara Municipal de Fafe) que, também, premiou a O.V.A.R. pela sua ação humanitária.

LFS

 

Dez
3
Ter
UCP: Instituição junta-se à ação «Giving Tuesday», no dia da pessoa com deficiência
Dez 3 todo o dia

Porto, 02 dez 2019 (Ecclesia) – No âmbito do Dia da Pessoa com Deficiência, a Universidade Católica Portuguesa (UCP) junta-se, esta quarta-feira, à mega ação solidária «Giving Tuesday»

Com o mote «Dá para mudar», Universidade Católica Portuguesa, polo do Porto, promove uma recolha de bens e um torneio de matrecos, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Para assinalar o Dia da Pessoa com Deficiência, a UCP, em conjunto com a União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, a Associação Somos Nós e a APPACDM – Porto, organiza um torneio de matrecos entre grupos e associações de estudantes da UCP e utentes de associações de pessoas portadoras de deficiência.

Esta iniciativa visa “reduzir a indiferença ao celebrar a igualdade e fomentar momentos de convívio e diversão entre alunos e utentes”.

A “mega” recolha solidária, que se inicia também a 3 de dezembro, vai estender-se ao longo de todo o mês de dezembro, visando a recolha de bens alimentares, roupa, brinquedos entre outros, que irão reverter a favor de várias instituições parceiras da Universidade Católica Portuguesa, no Porto.

LFS

Dez
5
Qui
Porto: Debate sobre «Que Igreja (Não) Tem Futuro?»
Dez 5@21:00

Porto, 29 nov 2019 (Ecclesia) – O Bispo do Porto, D. Manuel Linda, e a ex-ministra da saúde e fundadora da Associação Dignitude, Maria de Belém Roseira, vão participar, 05 de dezembro, no debate «Que Igreja (Não) Tem Futuro?».

Esta iniciativa que se realiza na Casa Diocesana de Vilar, Porto, às 21h00, tem também como interveniente Guilherme d´Oliveira Martins, professor universitário e administrador executivo da Fundação Calouste Gulbenkian, e o debate é moderado pelo padre Anselmo Borges, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA

A obra «Conversas com Anselmo Borges – A vida, as religiões, Deus» de Anselmo Borges é o mote para este debate.

LFS

Dez
6
Sex
Porto: Novo Núncio Apostólico visita instituições da diocese
Dez 6_Dez 7 todo o dia

Porto, 26 nov 2019 (Ecclesia) – O novo Núncio Apostólico em Portugal, D. Ivo Scapolo, vai visitar, dias 06 e 07 de dezembro, várias instituições da Diocese do Porto.

“Está a ser ultimado um programa para essa permanência do embaixador da Santa Sé em Portugal na diocese do Porto do qual se destaca a visita aos seminários diocesanos, à casa sacerdotal, aos santuários diocesanos e à Obra Diocesana de Promoção Social, lê-se no site do jornal «Voz Portucalense».

D. Ivo Scapolo foi nomeado pelo Papa Francisco a 29 de agosto e apresentou as suas cartas credenciais ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa no dia 22 de novembro.

LFS

Portugal: Novo núncio destaca «boas relações» de colaboração Igreja-Estado