Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Set
21
Sáb
Aveiro: Inscrições para as aulas no Centro de Formação D. António Marcelino
Set 21 todo o dia

Aveiro, 17 jul 2019 (Ecclesia) – O Centro de Formação D. António Marcelino (CEFAM), em Aveiro, tem abertas as inscrições, até ao dia 21 de setembro, para continuidade do Curso Teológico-Pastoral (2º ano) e para novos alunos que queiram frequentar disciplinas de forma livre.

O CEFAM iniciou a sua atividade no ano letivo 2018-2019 e “foram já cerca de 60 os cristãos que frequentaram este primeiro ano”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Neste momento está a ser lecionado um curso teológico-pastoral, dirigido para leigos candidatos ao diaconado permanente, como também a todos que queiram seguir um plano de formação estruturado nas áreas da religião e da teologia, ou com interesse em frequentar algumas disciplinas que se apresentem como mais oportunas para uma formação pastoral mais cuidada, respondendo a uma melhor formação para os serviços realizados nas comunidades.

O Curso que está a ser ministrado está estruturado em três anos, mas qualquer cristão pode frequentar disciplinas em qualquer trimestre, à sua escolha e na modalidade que desejar, lê-se na nota.

LFS

Set
22
Dom
Aveiro: D. Manuel de Almeida Trindade é irmão a título póstumo na Irmandade de Santa Joana
Set 22@15:00

Aveiro, 16 set 2019 (Ecclesia) – A Irmandade de Santa Joana Princesa, em Aveiro, vai investir, dia 22 deste mês, às 15h00, D. Manuel de Almeida Trindade como irmão a título póstumo naquela instituição.

D. Manuel de Almeida Trindade (bispo de Aveiro entre 1962 e 1988) e Querubim do Valle Guimarães (provedor da irmandade entre 1935 e 1970) são os dois irmãos investidos a título póstumo numa celebração presidida por D. António Moiteiro, bispo de Aveiro, na Igreja de Jesus daquela cidade, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Na cerimónia vão ser também investidos como irmão honorários os filhos mais velhos de Duarte Pio de Bragança: Afonso de Santa Maria e Maria Francisca de Bragança

Na ocasião será descerrada uma lápide evocativa na sacristia da Igreja de Jesus.

LFS

Set
28
Sáb
Beja: Ordenação de diácono na Sé
Set 28@10:30

Beja, 10 set 2019 (Ecclesia) – Na Sé de Beja vai ser, dia 28 deste mês, ordenado diácono o candidato ao presbitério Francisco Diogo Costa Molho.

A celebração, pelas 10h30, vai ser presidida por D. João Marcos, bispo de Beja, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Após a Eucaristia será servido o almoço no refeitório do Seminário de Beja.

LFS

Out
4
Sex
Igreja/Cultura: Inauguração da exposição sobre «a porcelana Vista Alegre na Diocese de Aveiro»
Out 4@21:00

«As peças para o serviço do culto e devoção dos cristãos são marcadas por uma beleza ímpar» – D. António Moiteiro

Aveiro, 04 out 2019 (Ecclesia) – A Comissão Diocesana dos Bens Culturais da Igreja de Aveiro e a empresa Vista Alegre inauguram hoje a nova exposição temporária ‘A Porcelana Vista Alegre na Diocese de Aveiro: Arte e Devoção’, às 21h00

“As peças de porcelana fabricadas pela Vista Alegre para o serviço do culto e devoção dos cristãos são marcadas por uma beleza ímpar, sempre destacando a sua delicadeza que nos atrai e nos eleva à Fonte da Beleza, Deus”, afirmou o bispo de Aveiro sobre esta mostra.

D. António Moiteiro assinala que a Vista Alegre mostrou-se, “desde cedo, audaz” no campo da arte da porcelana, sobretudo por ter “investido em ultrapassar as várias dificuldades deste caminho” e procurou conhecer para iniciar e “aperfeiçoar para melhor servir”.

“Somos todos testemunhas disto mesmo, e a Comunidade Cristã não é exceção”, acrescentou, divulga a diocese.

A exposição que vai ser inaugurada hoje mostra ao público a ligação entre “a arte da porcelana e a devoção” com peças das paróquias da Diocese de Aveiro, de colecionadores privados e do espólio do Museu Vista Alegre.

De entrada livre, a exposição ‘A Porcelana Vista Alegre na Diocese de Aveiro: Arte e Devoção’ pode ser visitada todos os dias, incluindo fins de semana, das 10h00 às 19h00, até 31 de dezembro, no Museu Vista Alegre.

CB

Out
5
Sáb
Vila Real: Dia diocesano do catequista em Vila Pouca de Aguiar
Out 5@9:00_16:00

Vila Real, 04 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Vila Real vai promover o dia diocesano do catequista, com o tema «Catequese e Missão» entre as 09h00 e as 16h00, este sábado, em Vila Pouca de Aguiar.

Os catequistas vão reunir-se na Igreja Matriz de Vila Pouca de Aguiar, durante a manhã, para conviver, refletir, e partilhar práticas relacionadas com a «Catequese e Missão» e dos trabalhos fazem parte sete temas/workshops, seguidos de um plenário, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Após o almoço convívio, os catequistas voltam a reunir-se às 15h00 para a celebração do compromisso e envio presidida pelo Bispo de Vila Real, D. António Augusto de Oliveira Azevedo.

LFS

Out
8
Ter
Universidade: Diocese de Aveiro promove bênção do estudante
Out 8@19:00

Aveiro, 07 out 2019 (Ecclesia) – O bispo de Aveiro vai presidir à bênção do estudante universitário, numa Missa de início do novo ano letivo, esta terça-feira, 8 de outubro, às 19h00.

“Marca o início do teu ano letivo de uma forma diferente”, destaca o Centro Universitário Fé e Cultura (CUFC) que dinamiza a celebração.

Na nota enviada à Agência ECCLESIA, pela Diocese de Aveiro, o CUFC convida os estudantes universitários e irem trajados à Eucaristia.

A Missa começa às 19h00, e o Centro Universitário Fé e Cultura adianta que depois oferece o jantar, num momento de convívio entre os estudantes.

O CUFC foi fundado a 25 de março de 1987 e tem ao dispor dos alunos biblioteca, sala de estudo; sala de reuniões, bar e café e ainda espaço para descontrair, bem como uma Capela onde celebram a Eucaristia aos domingos às 21h00 e de segunda a sexta-feira às 12h40.

CB

Out
25
Sex
Vila Real: Conferência sobre «Liturgia e Catequese» no Centro Católico de Cultura
Out 25@21:00

Foto 360portugal.com

Vila Real, 24 out 2019 (Ecclesia) – O Centro Católico de Cultura de Vila Real retoma, esta sexta-feira, às 21h00, as suas atividades formativas neste ano letivo com uma conferência sobre «Liturgia e Catequese».

O orador é o padre José Cardoso de Almeida, da Diocese de Viseu, que é formado em catequese no Instituto de São Dâmaso, em Madrid, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O ano letivo inicia com uma conferência “aberta a todos, padres e leigos”, tendo como título «Liturgia e Catequese» e vai abordar “as relações entre a prática litúrgica e a catequese em todas as idades, incluindo grupos de jovens, escuteiros, entre outros”, lê-se.

A conferência terá lugar no auditório do Seminário de Vila Real.

LFS

 

Out
30
Qua
Aveiro: Teólogo Pablo D’Ors lança livro na Paróquia da Vera-Cruz
Out 30@21:30

Aveiro, 24 out 2019 (Ecclesia) – A Paróquia da Vera-Cruz, na Diocese de Aveiro, acolhe, às 21h30, o teólogo Pablo D’Ors e o lançamento do seu mais recente livro «O Amigo do Deserto», dia 30 deste mês.

Com a chancela da Quetzal Editores, o lançamento nasce de “uma parceria entre a paróquia e a Livraria Santa Joana” que apresentará o livro no salão paroquial, onde em setembro de 2018 o autor já esteve a abriu um ciclo de conversas abertas, “valorizando o tema do silêncio e da meditação e confirmando um caminho paroquial de valorização da espiritualidade como forma de vivência da fé”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Com a publicação deste novo livro surge a “continuidade de uma temática de alcance espiritual” e a paróquia tem vindo a apostar em propostas culturais dentro de uma reflexão espiritual e cristã.

Com estas iniciativas o padre João Alves adianta que no seguimento da visita pastoral do bispo no ano 2017, em que pedia um maior diálogo com a cultura, a paróquia tem vindo a procurar afirmar uma opção mais clara e estruturada nesse âmbito e diálogo.

LFS

Nov
23
Sáb
Aveiro: Pastoral Sociocaritativa promove reflexão pelo Dia Mundial dos Pobres
Nov 23@16:30

Aveiro, 23 nov 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano da Pastoral Sociocaritativa de Aveiro vai promover hoje uma sessão de reflexão pelo terceiro Dia Mundial dos Pobres, a partir das 16h30, no Edifício da antiga Capitania.

“Tem como principal objetivo incentivar a reflexão sobre os desequilíbrios sociais na sociedade contemporânea e a importância de medidas que promovam a dignificação e integração do pobre na comunidade”, lê-se na informação enviada à Agência ECCLESIA, pela Diocese de Aveiro.

O Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa de Aveiro convidou Carlos Farinha Rodrigues, economista e professor no ISEG, e para moderar o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca.

O encontro começa com a inauguração de uma exposição fotográfica, seguindo-se a reflexão do “especialista em matéria de desigualdades e pobreza” e o encerramento do encontro é da responsabilidade do bispo diocesano, D. António Moiteiro.

A organização escolheu para tema da sessão ‘A esperança dos pobres jamais se frustrará’, da mensagem do Papa Francisco para o terceiro Dia Mundial do Pobres, que a Igreja Católica celebrou no último domingo.

CB

Nov
28
Qui
Vila Real: D. António Augusto Azevedo convoca os jovens para encontro
Nov 28@21:00

Foto Diocese do Porto, D. António Augusto Azevedo

Vila Real, 12 nov 2019 (Ecclesia) – O bispo de Vila Real, D. António Augusto Azevedo, convoca os jovens da sua diocese para um encontro, dia 28 deste mês, pelas 21 horas, na Capela Nova.

“Com muitos jovens de Portugal estamos a iniciar um caminho que nos levará até às Jornadas Mundiais da Juventude que se realizarão em Lisboa em 2022 e que juntarão milhões de jovens de todo o mundo”, refere a carta convite enviada à Agência ECCLESIA.

Em Vila Real, o início da caminhada começa com um encontro de jovens e vai ser “um momento especial” para conhecer, rezar e conviver mas, sobretudo, para se dar o “primeiro passo deste percurso tão importante para os jovens”, lê-se.

O Papa Francisco tem desafiado os jovens a «não renunciar ao melhor da juventude nem observar a vida de uma varanda; a não confundir felicidade com um sofá ou um ecrã», mas assumir a sua missão no presente e no futuro da sociedade.

LFS

Nov
30
Sáb
Seminários: Diocese de Aveiro com «dia aberto» para dar a conhecer proposta vocacional a rapazes e raparigas
Nov 30 todo o dia

D. António Moiteiro diz que é preciso ir ao encontro dos jovens onde eles estão e pede que cada «paróquia, comunidade ou movimento» crie «mecanismos de evangelização»

Aveiro, 07 nov 2019 (Ecclesia) – O pré-Seminário da diocese de Aveiro promove um dia aberto, marcado para 30 de Novembro, entre as 9h30 até às 18 horas, para acolher “rapazes, raparigas, pais, catequistas e demais interessados” que queiram conhecer a proposta de discernimento vocacional.

Destinado, inicialmente, a “rapazes do 5º e 6º anos”, a diocese quis este ano abrir “a raparigas que assim queiram ter um tempo de visita ao Seminário e de proposta vocacional”, contando para o acompanhamento com a presença das Irmãs do Amor de Deus.

“Não raras vezes a Equipa do Pré-Seminário era abordada no sentido de saber o que havia para as raparigas”, manifesta um comunicado enviado à Agência ECCLESIA dando conta que se trata de “um encontro, que embora sendo numa idade precoce, é essencial ao funcionamento do pré-seminário”.

A Igreja católica, em Portugal, celebra entre 10 e 17 de novembro a Semana dos Seminários, propondo subsídios elaborados, este ano, pela diocese de Aveiro.

D. António Moiteiro assina uma nota pastoral onde afirma ser fundamental para “corresponder à vocação” uma “formação” para que cada pessoa possa “dar razões da sua fé e das suas opções”.

“O futuro joga-se no modo como propomos itinerários de formação cristã, uma formação capaz de mudar mentalidades. O Seminário é o espaço necessário para o discernimento e para uma sólida configuração com Cristo, que é favorecido pela vida comunitária que ajuda cada um na descoberta de si mesmo e do outro”, explica o bispo de Aveiro.

Num mundo “autossuficiente” torna-se necessário “ir ao encontro dos jovens onde eles se encontrem”, “escutar o que têm para dizer e também as suas críticas”, ajudando-os “a discernir a sua vocação e a viverem felizes”.

“Não existem jovens perfeitos, mas não é preciso ter medo da imperfeição, da fragilidade, nem mesmo dos conflitos; preciso é aprender a enfrentá-los de forma construtiva”, indica.

O bispo de Aveiro pede que cada paróquia, comunidade ou movimento eclesial “crie mecanismos de evangelização que interajam com o universo dos jovens” pois, acredita D. António Moiteiro, “uma vez evangelizado, o jovem será o melhor evangelizador de outro jovem”.

Também os sacerdotes, “com o seu estilo de vida” como na sua forma de “ser pastor” são “fundamentais no despertar de novas vocações ao sacerdócio”, finaliza.

LS

Aveiro: Serviço de Animação Missionária promove encontro de formação
Nov 30@21:30_22:30

Aveiro, 14 nov 2019 (Ecclesia) –  O Serviço Diocesano de Animação Missionária (SDAM), da diocese de Aveiro, promove no próximo dia 30 de novembro, um encontro de formação sobre  os 100 anos da promulgação da Carta Apostólica “Maximum Illud”.

“No dia em que se assinalam os 100 anos da promulgação da Carta Apostólica “Maximum Illud”, que esteve na origem da convocação do mês missionário extraordinário, haverá um encontro de reflexão orientado pelo padre António Leite”, missionário do Verbo Divino, como divulgado no site da diocese

A iniciativa do SDAM acontece às 21h, na Igreja de Santo António, em Aveiro, e é um encontro aberto a todos. 

No seguimento da vivência do Ano Missionário em Portugal e da vivência do mês missionário extraordinário convocado pelo Papa Francisco o SDAM vai propor ao longo deste ano pastoral alguns encontros de formação e reflexão no âmbito da ação missionária da Igreja.

SN

 

Dez
1
Dom
Beja: Diocese vai celebrar 250 anos da sua restauração
Dez 1 todo o dia

Programa das comemorações é apresentado esta quarta-feira, 10 de julho

Beja, 08 jul 2019 (Ecclesia) – A diocese de Beja prepara-se para a celebração dos 250 anos da sua restauração, reconhecendo uma “história difícil e dramática” mas que importa assinalar junto do povo que “deseja e precisa da mãe Igreja”.

“A Igreja sempre foi mãe, neste novo contexto sublinha a dimensão da maternidade, porque as pessoas no fundo, desejam e precisam dessa maternidade. Estas festividades poderão ajudar nesse sentido”, explica à Agência ECCLESIA D. João Marcos, bispo diocesano desde 2016, que fará a apresentação pública das comemorações na tarde do dia 10.

“Estamos num tempo novo, de término e início de outras. Vamos devagarinho, mas há vida, há festa”, sublinha, recordando uma nota escrita aos diocesanos onde convida “diocesanos e não diocesanos” para um programa de celebração, com início marcado para 1 de dezembro e encerramento a 22 de novembro de 2020.

Para contar a história da diocese estará patente uma exposição, na pousada de São Francisco, desde 1 de março a 9 de maio, que será objeto de visita dos seis arciprestados de Beja.

A par da exposição, estão previstas conferências com convidados que falarão da história mas também do futuro da diocese, a última a cargo do Arcebispo de Évora, D. Senra Coelho, sobre «Como olhar hoje e que lição tirar dos fatores e circunstâncias culturais, sociais, políticas e religiosas explicativas da descristianização do Alentejo no passado?»

Reconhece D. João Marcos a raiz católica de muitos diocesanos mas, afirma, “a semente não germinou”.

“A maioria das pessoas reconhece-se católica e foi batizada, apesar de essa semente não ter germinado. Esse é o problema deste Portugal que temos hoje, dos católicos portugueses que somos e desta diocese”, lamenta.

O bispo titular desde 2016 acredita que conhecer a história da diocese irá ajudar os cristãos a um relacionamento e prática mais assídua, contando para isso com a publicação, “em setembro”, de um livro da autoria do padre Luís Taborda, pároco de Castro Verde, e o cónego António Aparício.

O próximo ano vai ainda ser marcado pela oração.

“A diocese é convidada a praticar a oração: nas laudes, vésperas, antes das refeições, orações em família. Vemos que o ir à missa é o único momento de oração dos que praticam e é muito pouco”, lamento o responsável.

Numa carta dirigida aos diocesanos, D. João Marcos aponta a diocese como um terreno a ser “semeado”.

“A diocese é hoje um grande terreno que precisa de ser lavrado e semeado para produzir uma seara nova. Estas festas dos 250 anos da restauração da diocese deverão marcar o início desse tempo novo”, afirma.

LS

Dez
3
Ter
Publicações: Lançamento da obra «Bem-nascido… Mal-nascido…»
Dez 3@21:30

Aveiro, 20 nov 2019 (Ecclesia) – A obra «Bem-nascido… Mal-nascido…» da autoria de Luís Manuel Pereira da Silva vai ser apresentada, dia 03 de dezembro, às 21h30, no Centro Universitário Fé e Cultura (Aveiro).

O livro que analisa a condição humana e a ética a partir da deficiência vai ser apresentado por Walter Osswald (professor catedrático jubilado da Faculdade de Medicina do Porto e autor do prefácio), João Manuel Duque (diretor do Centro Regional da Universidade Católica – Braga e autor do posfácio) e António Jorge Ferreira (editor da Tempo Novo Editora), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A sessão tem início com um momento musical de grande simbologia, dado que será interpretada, por Bernardo Gomes, uma obra de Francesco Landini, um compositor cego do século XIV.

Com este momento, pretende o autor homenagear “os verdadeiros protagonistas deste ensaio: a deficiência e as pessoas que se encontram particularmente marcadas por esta condição”, lê-se

Também a data escolhida para a realização desta sessão – 03 de dezembro, dia internacional das pessoas com deficiência – está marcada por esta simbologia.

LFS

Dez
4
Qua
Publicações: Apresentação do livro «Migrações Bíblicas» de Jorge Arroteia
Dez 4@18:00

Aveiro, 02 dez 2019 (Ecclesia) – A obra «Migrações Bíblicas» de Jorge Arroteia vai ser lançada, dia 04 de dezembro, às 18h00, na assembleia municipal de Aveiro (antiga capitania) com apresentação do padre Manuel Joaquim Rocha, vigário-geral da Diocese de Aveiro.

O livro «Migrações bíblicas» tem a chancela da Editora Tempo Novo e é um estudo sobre os movimentos de pessoas e povos nas terras bíblicas (Médio Oriente), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Através de uma narrativa dinâmica que nos coloca em contacto com o mistério insondável da natureza humana, escutando o ruído do homem nas rotas descritas na Bíblia, o autor analisa esses diversos percursos, levando-nos ao encontro de protagonistas individuais e coletivos, triunfantes e oprimidos; somos confrontados, através deste contributo analítico, com momentos dramáticos da história do povo hebreu, de uma história tecida de sofrimento e glória”, lê-se no prefácio, assinado por Cassiano Reimão.

Jorge Carvalho Arroteia (Monte Redondo – Leiria, 1947) é professor catedrático da Universidade de Aveiro (Aposentado) e enquanto docente da U.A., desenvolveu diversos projetos e estudos no âmbito da geografia humana e da emigração portuguesa em Portugal, Espanha, França, Suíça e Luxemburgo.

LFS