Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Out
10
Qui
Bragança: Debate sobre a intervenção social nas regiões em Carrazeda de Ansiães
Out 10_Out 11 todo o dia

Bragança, 04 out 2019 (Ecclesia) – O II encontro de serviço social promovido pelo Centro Social Paroquial do Pombal (Diocese de Bragança – Miranda) tem como tema «A intervenção social na promoção e desenvolvimento sustentável das regiões».

O encontro terá lugar nos dias 10 e 11 de outubro, no Centro de Inovação Tecnológico Inovarural, em Carrazeda de Ansiães, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

A iniciativa dirige-se a técnicos da área social e pretende ser «um momento de partilha e reflexão sobre os serviços prestados à comunidade», salienta o padre Bruno Dias, presidente do Centro Social Paroquial do Pombal.

Ao longo dos dois dias, através de vários oradores nacionais e internacionais, serão debatidos «temas que vão desde a saúde à segurança social, passando pelas questões de igualdade, género e cidadania, e educação», frisa o sacerdote

LFS

Coimbra: Colóquio sobre «Álcool… Anjos e Demónios»
Out 10_Out 11 todo o dia

Coimbra, 24 jul 2019 (Ecclesia) – As jornadas da Sociedade Portuguesa de Alcoologia (SPA) realizam-se em Coimbra (Salão de São Tomás de Aquino – Seminário Maior), nos dias 10 e 11 de outubro e têm como tema «Álcool… Anjos e Demónios».

Nos dois dias vão ser abordados vários temas: «Álcool e Publicidade – entre a ordem e a desordem…»; «Vinho na História de Arte – entre o sagrado e o profano…»; «Álcool e Saúde Mental – entre a sanidade e a loucura…»; «Álcool e Cancro – entre a ciência e os mitos…», realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Para além das conferências, realizam-se vários Workshops e painéis e vai ser entregue o Prémio de Alcoologia 2019 a Aires Gameiro.

LFS

Igreja/Património: Congresso Internacional de Arquitetura Religiosa Contemporânea
Out 10_Out 12 todo o dia

Porto, 11 out 2019 (Ecclesia) – No Seminário Maior do Porto está a decorrer, de 10 a 12 deste mês, O VI Congresso Internacional de Arquitetura Religiosa Contemporânea.

Esta iniciativa – organizada pelo Observatorio de Arquitetura Religiosa Contemporánea (OARC), o Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da FAUP e o Centro de Estudos de História Religiosa – CEHR-UCP – é dedicada ao tema «Arquiteturas para uma nova liturgia. Intervenções no património religioso depois do Concílio Vaticano II», realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A Comissão Organizadora é constituída por Esteban Fernández-Cobián (Universidade da Coruña. Coordenador), João Luis Marques (CEAU-FAUP) e João Alves da Cunha (CEHR-UCP).

LFS

LOC/MTC: Seminário sobre precariedades e desigualdades no mundo do trabalho
Out 10_Out 13 todo o dia

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – A Liga Operária Católica – Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC) promove, de 10 a 13 de outubro, um Seminário Internacional com o tema «Precariedades e Desigualdades, nas Empresas e no Mundo Laboral, e Proteção Social para todos».

Nesta iniciativa que vai decorrer no Seminário de Nossa Senhora de Fátima (Alfragide – Lisboa) vão estar oradores portugueses e estrangeiros que vão falar sobre a realidade laboral, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Causas e consequências da falta de proteção social dos trabalhadores, no que põe em causa o modelo social europeu, e no que afeta a sociedade, principalmente as populações mais desprotegidas” é o tema a desenvolver por Frederico Cantante na manhã do dia 11 de outubro.

Wilfried Wienen, responsável do Secretariado Europeu do KAB Nacional da Alemanha, vai falar, às 14h30, no desta sexta-feira sobre “Consequências da desvalorização do trabalho humano, e o que isso significa na vida dos trabalhadores, na falta de coesão social, no necessário Dialogo Social e no desenvolvimento social Europeu”, lê-se no programa.

Ainda no mesmo dia, (das 16h30 às 18h15), realiza-se uma mesa redonda sobre “Partilhar o que se vive em cada um dos países, nesta onda do desemprego, da precariedade, das desigualdades nas empresas, da falta de coesão social e de proteção social e que desafios aí se colocam aos trabalhadores”.

“A precariedade do emprego e as desigualdades nas empresas e no mundo laboral e o que isso representa para a qualidade de vida dos trabalhadores e para o desenvolvimento da sociedade e da Europa” e “O que poderemos fazer para contrariar o rumo atual destas coisas, a partir de fundamentos técnicos, humanos e sociais, dos direitos humanos e da ecologia, numa perspetiva de desenvolvimento estável e duradouro” são os temas desenvolvidos no dia 12 deste mês.

LFS

Guarda: Casa de Saúde Bento Menni promove jornadas «saber envelhecer»
Out 10@9:00_Out 11@16:00

Guarda, 09 out 2019 (Ecclesia) – As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus promovem as jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, dia 10 e 11 de outubro, no auditório da Casa de Saúde Bento Menni, na Guarda.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, pela Diocese da Guarda, informa que esta iniciativa de cariz científico vai abordar temáticas importantes “para a comunidade em geral, como para aqueles que desenvolvem o seu estudo ou atividade profissional na área do envelhecimento”.

As jornadas começam com a conferência ‘Plano estratégico para as demências na zona Centro’, pelo psiquiatra Horácio Firmino, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, esta quinta-feira, às 09h30.

Segundo o programa, segue-se a primeira mesa-redonda sobre ‘Boas práticas transfronteiriças’, com diversos casos, e moderação da diretora da Escola Superior de Saúde da Guarda – Instituto Politécnico da Guarda, Paula Pissarra.

Durante a tarde, às 14h30, destaca-se o tema-pergunta “é possível Saber Envelhecer e prevenir a doença de Alzheimer?” com o neurologista André Leitão, do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, Covilhã; E depois duas mesas-redondas, sobre ‘Cuidados médicos’, às 15h10, e outra centrada em “boas práticas na Beira Interior”, a partir das 16h45.

O segundo dia da sexta edição das jornadas ‘Saber Envelhecer’, sobre o tema ‘Cuidados humanizados, porque cuidar é humano’, começa com a conferência do pediatra Filipe Almeida que vai falar da “humanização dos cuidados em saúde”.

O programa no dia 11 continua com a mesa-redonda sobre ‘Cuidados de proximidade’, às 10h40, e, durante a tarde, os participantes assistem à conferência ‘Intervenção terapêutica farmacológica preventiva em estádios iniciais da demência – prós e contras’, com o subdiretor médico do Hospital Sagrat Cor de Martorell – Barcelona, Manel Sanchez Perez, e a três workshops: “Projectos de Vida no Envelhecer”, “Desnutrição e disfagia no idoso” e “Cuidados com a Oxigenoterapia no idoso”.

As Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus estão em Portugal há 125 anos e prestam cuidados de saúde em particular nas áreas da Psiquiatria e Saúde Mental; ao longo dos anos foram contemplando outras áreas como a reabilitação psicossocial, a psicogeriatria e gerontopsiquiatria, a toxicodependência e os cuidados paliativos, em 12 centros assistenciais, no continente e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, apoiadas por dois mil colaboradores.

A congregação religiosa, que está em 27 países de quatro continentes, foi fundada a 31 de maio de 1881, em Ciempozuelos – Espanha, por S. Bento Menni; acompanhado por Maria Josefa Récio e Maria Angustias Giménez, e chegou a Portugal em 1894, onde abriu o primeiro centro assistencial em Belas – Sintra.

CB/OC

Igreja/Cultura: Escritora Julia Kristeva recebe doutoramento honoris causa da UCP
Out 10@10:30

Lisboa, 09 out 2019 (Ecclesia) – A escritora búlgara, Julia Kristeva, vai receber, esta quinta-feira, às 10h30, na sede da Universidade Católica Portuguesa (auditório Cardeal Medeiros), em Lisboa, o grau de doutora Honoris Causa.

Julia Kristeva, escritora búlgara, psicanalista e professora emérita da Universidade Paris Diderot-Paris 7, uma das “mais importantes intelectuais da contemporaneidade”, recebe o doutoramento Honoris Causa pela Universidade Católica Portuguesa (UCP) na Sessão de Abertura do Ano Letivo 2019/20, por proposta da sua Faculdade de Ciências Humanas (FCH), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O grau de doutora será atribuído a Julia Kristeva, numa cerimónia presidida pelo magno chanceler da UCP, D. Manuel Clemente, sobre o apadrinhamento de Luísa Leal de Faria, professora catedrática da FCH, e discurso inaugural da reitora da UCP, Isabel Capeloa Gil.

A escritora búlgara é uma das “mais importantes intelectuais da contemporaneidade, tendo o seu trabalho sobre a construção da linguagem poética sido um marco na formação estruturalismo”.

Em 2012 foi convidada pelo cardeal Gianfranco Ravasi para participar no espaço de diálogo entre crentes e não crentes, tendo colaborado na obra “O átrio dos gentios – Crentes e não-crentes perante o mundo de hoje”.

Autora de mais de 30 obras, traduzidas em mais de 15 línguas, incluindo português, Julia Kristeva é membro titular da Sociedade de Psicanálise de Paris e doutora Honoris Causa de várias Universidades nos Estados Unidos, Canadá e Europa.

LFS

Out
11
Sex
Braga: UCP acolhe workshop sobre abuso infantil
Out 11 todo o dia

Braga, 19 set 2019 (Ecclesia) – O polo de Braga da Universidade Católica Portuguesa (UCP) realiza, dia 11 de outubro, das 18h00 às 19h30, um workshop sobre «Abuso infantil – Até que ponto estou eu e a minha organização preparada para reconhecer e lidar com casos?».

O workshop vai ser liderado pelo padre Hans Zollner, psicólogo, presidente do Centro de Proteção de Crianças da Universidade Gregoriana e membro da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores, criada pelo Papa Francisco em 2014, assim como pela Irmã Karolin Kuhn, colaboradora da Comissão para a Proteção de Menores, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A iniciativa é dirigida aos educadores, professores, técnicos de instituições da comunidade e “todos os interessados em aprender e preparar-se para reconhecer e lidar com situações de abuso na infância”.

LFS

 

Igreja/Cultura: 12 concertos na edição da «Temporada Música em São Roque»
Out 11 todo o dia

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – A 31ª edição da Temporada Música em Roque (TMSR) começa esta sexta-feira e vai ter 12 concertos “únicos e imperdíveis”, organizada pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O maestro Filipe Carvalheiro é o diretor artístico deste evento, que decorre até ao dia 10 de novembro e que será composto por 12 concertos, que incluem algumas das orquestras e coros “mais conceituados do panorama da música clássica portuguesa”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A 31ª edição da Temporada Música em São Roque terá o Coro Gulbenkian a fazer as honras de abertura, com a «Petite Messe Solennelle», a pequena pérola religiosa de Gioachino Rossini, lê-se.

O Camerata Atlântica vai apresentar (13 outubro), em estreia mundial, a Sinfonietta para Cordas de Sérgio Azevedo, escrita a partir de esboços e andamentos inacabados que, por uma razão ou por outra, estavam “adormecidos em papel”.

O Coro Casa da Música leva (18 de outubro) à Igreja de São Roque a grandiosidade e serenidade das Vésperas de Claudio Monteverdi, enquanto que a Orquestra Orbis irá apresentar (19 de outubro) a obra-prima de André Caplet.

O Capella Joanina vai apresentar (20 de outubro) algumas obras do barroco ibérico que foram proibidas por decreto régio, e o grupo Divino Sospiro irá brindar (23 de outubro) o público com o “Passio Ibérica”, uma visão da piedade culta e popular do tema das Sete Palavras de Cristo na Cruz e do Stabat Mater, na tradição ibérica do século XVIII.

As Vozes Alfonsinas (25 de outubro) levarão ao Convento dos Cardaes as itinerâncias trovadorescas, através da redescoberta das cantigas medievais em Galego-Português; e o Concerto Campestre recordará (27 de outubro) o nascimento da Modinha em Portugal.

Os Ensemble MPMP irão apresentar (dia 01 de novembro) duas das maiores obras de João Domingos Bomtempo, a par com a estreia absoluta de uma obra de Hugo Ribeiro (que ganhou o prémio Musa 2019).

Vai ser também possível assistir (03 de novembro) ao concerto do grupo Cupertinos, que vai apresentar um programa baseado no seu 1º – e aclamado – trabalho discográfico, que representa uma incursão pela obra magistral de Manuel Cardoso.

Os Cupertinos são considerados os embaixadores da Polifonia Portuguesa e foram distinguidos recentemente pela revista britânica Gramophone, na categoria de Música Antiga.

Também faz parte do programa (08 de novembro) desta 31ª edição o grupo Sete Lágrimas que, este ano, comemora o seu 20º aniversário.

Já a fechar a temporada, e com o objetivo de encorajar o trabalho dos jovens músicos, vai estar presente (10 de novembro) a Orquestra Geração.

Os “palcos” dos concertos desta edição serão distribuídos pela Igreja de S. Roque, Igreja de São Pedro de Alcântara, Mosteiro de Santos-o-Novo e Convento dos Cardaes.

LFS

Igreja/Sociedade: Movimento Fraternitas reflete sobre a encíclica «Laudato Si»
Out 11_Out 13 todo o dia

Porto, 10 out 2019 (Ecclesia) – O movimento «Fraternitas», congrega padres dispensados do exercício do ministério, casados ou não, e suas respetivas famílias, realiza, de 11 a 13 deste mês, no Seminário Redentorista de Cristo-Rei, em Vila Nova de Gaia (Diocese do Porto), o seu encontro nacional centrado na encíclica «Laudato Si».

Quando ocorre em Roma (Itália), o Sínodo sobre a Amazónia, esta sessão de estudos tem como tema as “candentes questões da ecologia”, levantadas pela encíclica do Papa Francisco «Laudato Si», “analisando-a como um instrumento de conversão ecológica e de diálogo entre crentes e não crentes”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O padre José Maria Pacheco; Maria de Lourdes Ludovice Paixão e António Ludovice Paixão são os conferencistas desta iniciativa da «Fraternitas».

Para este movimento, a ecologia ameaçada “reclama mudanças de hábitos e a liberdade de recusar os benefícios escorregadios de certas comodidades da civilização tecnológica”.

Diante do “agravamento do equilíbrio ambiental cada dia mais preocupante”, este movimento pretende “encontrar respostas que se situem entre o desejo de fugir da realidade e a impaciência de a mudar”.

LFS

Solidariedade: «Ajuda de Berço» vai aumentar em «15 vagas» o acolhimento de crianças
Out 11@15:00
Solidariedade: «Ajuda de Berço» vai aumentar em «15 vagas» o acolhimento de crianças

Lisboa, 09 out 2019 (Ecclesia) – A ‘Ajuda de Berço’ vai assinalar o início da construção da nova casa da instituição, que vai permitir um “aumento de 15 vagas para acolhimento de crianças”, com o lançamento simbólico da primeira pedra, pelas 15h00, desta sexta-feira, em Benfica, Lisboa.

“Este novo espaço tem como objetivo aumentar a capacidade de resposta de acolhimento de crianças que, acrescendo ao facto de terem sido abandonados ou retiradas às suas famílias, por alguma situação de negligência, têm situações de saúde muito frágil, como deficiência ou doenças crónicas ou agudas”, explica um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

A nova casa da ‘Ajuda de Berço’ vai significar um aumento de “15 vagas para acolhimento de crianças” e este espaço vai receber as 20 crianças que estão na casa da Av. De Ceuta, que “apresenta sinais de degradação visível”.

Segundo a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) a construção da nova casa tem um período de construção de 18 meses e surge para “dar uma resposta mais competente” a crianças doentes vítimas de abandono ou situações de risco, para quem “é muito difícil encontrar um projeto de vida definitivo”.

“A construção permitirá ainda alargar a idade de acolhimento das crianças com doença e prolongar a sua permanência na casa. O outro espaço da Ajuda de Berço, a casa de Monsanto, irá manter-se com capacidade para 20 crianças”, explica.

A associação de solidariedade assinala que pretende ser uma “resposta social” dando a muitas crianças em risco a possibilidade de viver e crescer numa casa que lhes “proporcione condições favoráveis ao seu bom desenvolvimento e estabilidade e que tenha os meios necessários, técnicos e humanos, para prestar os cuidados inerentes às suas doenças”.

A ‘Ajuda de Berço’, centro de acolhimento temporário, que se constituiu como IPSS no dia 12 de março de 1998, “já acolheu um total de 405 crianças” dos 0 aos 3 anos de idade que são vítimas de situação de risco ou abandono, em regime de permanência, e desde a sua fundação, a instituição.

O ator Ricardo Carriço vai ser o “anfitrião” da iniciativa simbólica ao apresentar o novo projeto no terreno da futura Nova Casa da ‘Ajuda de Berço’, esta sexta-feira, na Rua Jorge Barradas, em Benfica, Lisboa.

O evento vai ter as intervenções do cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, o “grande impulsionador do projeto”, da presidente da direção da associação, Sandra Anastácio, e de Fátima Madureira, chefe do gabinete do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, organismo que cedeu o terreno.

O cantor João Só vai apresentar o hino da campanha da ‘Ajuda de Berço’, um tema da sua autoria, e vai estar presente a equipa que tornou este projeto possível, fundadores, sócios e doadores da instituição, assim como algumas figuras públicas que têm ligação a este projeto.

CB

Especial: «Ninguém é mãe de substituição» – Sandra Anastácio, diretora da Ajuda de Berço

Publicações: Apresentação da obra «A Redenção do Coração – Celibato e Caráter Esponsal»
Out 11@19:00

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – O livro «A Redenção do Coração – Celibato e Caráter Esponsal», da autoria de Miguel Pereira, vai ser apresentado esta sexta-feira, às 19h00, na Igreja Misericórdia, em Óbidos (Patriarcado de Lisboa).

Esta iniciativa, integrada no Festival Literário Internacional de Óbidos – F(O)LIO, conta com a presença de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa, monsenhor Duarte da Cunha, pároco de Santa Joana Princesa e o padre Ricardo Figueiredo, Pároco de Óbidos, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma investigação sobre o celibato “pelo reino dos céus diante do significado esponsal do corpo, no âmbito da Teologia do corpo de São João Paulo II”, lê-se no comunicado.

Esta obra, com a chancela da Universidade Católica Editora, versa sobre vários âmbitos em que a filosofia de Wojtyla se desenvolveu, com especial ênfase em São Tomás de Aquino e no personalismo.

A Universidade Católica Editora (UCE) está presente na edição deste ano do F(O)LIO com a apresentação de dois livros da área da Teologia.

LFS

Out
12
Sáb
Coimbra: Cáritas alerta para questões ambientais através de caminhada solidária
Out 12 todo o dia

Coimbra, 20 set 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana de Coimbra, através dos seus Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL), está a organizar, no dia 12 de outubro, a caminhada solidária «Cuidar da Casa Comum».

Esta iniciativa tem como principal objetivo “sensibilizar toda a comunidade para as questões ambientais, respondendo ao desafio e apelo lançado pelo Papa Francisco”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A caminhada será também uma ocasião para celebrar o Dia Mundial para a Prevenção dos Desastres Naturais e o Dia do Mar.

De modo a permitir uma maior participação de toda a comunidade, a caminhada solidária será realizada, simultaneamente, em dois locais distintos, nomeadamente, Leirosa (Figueira da Foz) e Côja (Arganil).

Segundo o Papa Francisco, o mais importante é “conseguir que o ser humano mude o seu olhar e o seu coração, reconhecendo profundamente a sua responsabilidade pelo cuidado devido à casa comum.”

LFS

Fátima: Cardeal de Seul preside à peregrinação de outubro
Out 12_Out 13 todo o dia

Fátima, 01 out 2019 (Ecclesia) – O cardeal Andrew Yeom Soo-jung, arcebispo de Seul (Coreia do Sul) preside à Peregrinação Internacional Aniversária à Cova da Iria, Fátima, dias 12 e 13 de outubro.

A presença do cardeal Andrew Yeom Soo-jung “é mais um sinal da atenção do santuário com a Ásia e uma chamada de atenção para a necessidade de paz naquela região”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Nesta peregrinação que evoca a última aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos em 1917, a presença deste arcebispo exprime a atenção que o Santuário tem “dado ao continente asiático, de onde se tem registado um aumento anual de peregrinos, mas é, também, uma chamada de atenção para a necessidade de paz naquela zona do globo”.

Recorde-se que no ano do Centenário das Aparições, uma das imagens da Virgem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima esteve na Coreia do Sul, entre 22 de agosto e 13 de outubro, tendo percorrido 14 dioceses, numa visita sem precedentes.

Na altura, o Santuário da Paz de Fátima, localizado perto da fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, acolheu de 22 a 30 de agosto, uma novena pela paz no país.

Em 2018, dos 481 grupos de peregrinos provenientes da Ásia, que participaram nas celebrações oficiais do Santuário, 125 foram sul coreanos.

O programa da Peregrinação Internacional Aniversária de outubro integra às 16h00 do dia 12 a habitual conferência de imprensa, na qual participarão o cardeal de Seul, o cardeal D. António Marto e o reitor do Santuário, padre Carlos Cabecinhas.

LFS

 

Guarda: Apresentação do projeto «Say Yes» rumo às JMJ 2022
Out 12 todo o dia

Guarda, 11 out 2019 (Ecclesia) – O projeto «Say Yes – Aprender a dizer sim: catequese com adolescentes rumo à JMJ 2022» vai ser apresentado na Diocese da Guarda, no dia 12 de outubro.

A iniciativa é orientada pelo padre Tiago Neto, responsável pela catequese do Patriarcado de Lisboa, e vai decorrer no Seminário da Guarda, entre as 09h30 e as 16h30 horas, e é aberto a todos os catequistas, principalmente aos que quiserem acompanhar este projeto, aos padres e diáconos, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, explica que “o objetivo principal deste projeto é, a pretexto das Jornadas Mundiais da Juventude, e da participação futura nelas dos adolescentes, já como jovens, levá-los a envolverem-se nas comunidades e a descobrirem o Evangelho de Jesus”.

D. Manuel Felício adianta que é proposta esta caminhada a todas as paróquias da Diocese, “sem carácter obrigatório, e destinada a todos os grupos da adolescência – 7º ao 10º – podendo funcionar em pequenos grupos do mesmo ano ou em grupos heterogéneos”, frisa.

Em carta enviada a todos os padres da Diocese da Guarda, D. Manuel Felício explica que o Patriarcado de Lisboa é “responsável pela produção dos materiais – texto do orientador e caderno do adolescente”.

LFS

Lisboa: Bairro Padre Cruz inaugura busto de D. António Francisco Marques
Out 12_Out 13 todo o dia

Lisboa, 10 out 2019 (Ecclesia) – O Bairro Padre Cruz (Lisboa) vai celebrar, dias 12 e 13 deste mês, a festa do bairro onde vai ser inaugurado um busto de homenagem a D. António Francisco Marques.

Na festa destinada aos moradores, no primeiro dia, às 16h00, o padre António Araújo, sacerdote que durante mais de 20 anos prestou assistência pastoral naquele bairro, faz uma conferência (Centro Cultural de Carnide) evocativa da história do Bairro Padre Cruz, refere o programa enviado à Agência ECCLESIA.

Na noite do dia 12 faz-se também uma procissão de velas com a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, pelas ruas do Bairro e a participação da Banda da Charneca.

Pelas 11h00, do dia 13 deste mês, o bispo auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Mendes preside à celebração com a tomada de posse do novo pároco.

Logo de seguida, às 12h00, faz-se a inauguração do busto de homenagem a D. António Francisco Marques (“Padre Francisco”) que foi o primeiro bispo de Santarém.

LFS