Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Fev
12
Ter
Igreja/Missões: Exposição «Pelos Caminhos do Mundo» em Lamego
Fev 12_Fev 25 todo o dia

Lamego, 05 fev 2019 (Ecclesia) – A exposição missionária itinerante «Pelos Caminhos do Mundo», promovida pelos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG), vai estar aberta ao público entre 12 e 25 de fevereiro no Museu Diocesano de Lamego.

Esta mostra, que começou por ser apresentada em Guimarães, tem como objetivo “inquietar, provocar as comunidades cristãs”, em relação à questão da missão, num ano que a Igreja Católica está precisamente a dedicar a esta temática.

A inauguração da exposição missionária «Pelos Caminhos do Mundo», no Museu Diocesano de Lamego, está marcada para as 18h00 do dia 12 de fevereiro, e conta com a presença de D. António Couto, bispo de Lamego, que orientará uma Conferência acerca do Ano Missionário, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Em Ano Missionário, os Institutos Missionários Ad Gentes sentiram a necessidade de mostrar que a diversidade é riqueza e que a diferença exige que abramos janelas no nosso coração para que entrem rajadas de vento que nos desestabilizem e arejem toda a casa, evitando que ela se torne bafienta”, realça o padre Adelino Ascenso, presidente dos IMAG.

LFS

Fev
23
Sáb
EMRC: Dioceses do sul reúnem professores em formação
Fev 23_Fev 24 todo o dia

Faro, 20 fev 2019 (Ecclesia) – As Dioceses do sul – Algarve, Beja e Évora – vão promover uma ação de formação sobre o enquadramento da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) na autonomia e flexibilidade curricular, dias 23 e 24 de fevereiro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal da Diocese do Algarve refere que a formação vai “analisar os documentos de referência da autonomia e flexibilidade curricular”, nomeadamente, o “Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória”, que foi homologado pelo Ministério da Educação, em julho de 2017, e que entrou em vigor em julho do ano passado.

Da formação constam também os decretos-lei de 54/2018, de 6 de julho, e 55/2018, de 6 de julho, tendo em conta os desafios que se colocam à disciplina de EMRC: No primeiro vai ser identificado o que traz de novo relativamente à educação inclusiva e no segundo são abordados os princípios, os pressupostos e as orientações.

Vai ser analisado qual o contributo da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica relativamente ao novo perfil do aluno, que o Governo associou como um dos instrumentos para a execução da flexibilização curricular.

“Planificar com base nas aprendizagens essenciais de EMRC” e, de acordo com estas e com o novo perfil do aluno, “ponderar critérios de avaliação” fazem parte dos objetivos do encontro.

Segundo o programa para os dois dias também vão “fomentar o trabalho colaborativo” na construção de materiais essenciais à lecionação da EMRC, “no âmbito da autonomia e flexibilidade curricular”, e “partilhar experiências e práticas”.

O jornal diocesano ‘Folha do Domingo’ divulga ainda que a iniciativa interdiocesana, promovida pelos secretariados da pastoral escolar da Diocese do Algarve, Beja e Évora, vai reunir os professores de EMRC, no Centro Social e Pastoral em Ferragudo.

CB

Mar
16
Sáb
Lamego: Primeiro encontro diocesano de casais jovens
Mar 16@14:30_18:00

Lamego, 11 mar 2019 (Ecclesia) – O Departamento da Pastoral Familiar da Diocese de Lamego vai promover, dia 16 deste mês, um encontro de jovens casais convidando-os a refletirem sobre “o novo e insubstituível berço de amor e de fé que estão a construir, para os ajudar, nesta nova caminhada da vida, a formar uma sociedade mais cristã”.

Esta iniciativa que se realiza nas instalações da Obra Kolping, em Lamego, dia 16 de março, entre as 14h30 e as 18h00, destina-se aos casais que tenham contraído matrimónio nos últimos 8 anos, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O comunicado realça também que se pretende “criar um grande círculo de amigos”, proporcionando um “ambiente alegre e motivador para a troca de experiências e a aproximação de famílias com as mesmas realidades”, para descobrirem “o amor de Deus e fortalecer a espiritualidade e a união do casal e despertar o interesse dos jovens casais para o compromisso em serviços pastorais nas respetivas comunidades”.

LFS

Abr
13
Sáb
Beja: Dia da Juventude e festival da canção mensagem
Abr 13 todo o dia

Beja, 27 fev 2019 (Ecclesia) – No Dia da Juventude da Diocese de Beja, 13 de abril, em Vila Nova de Santo André, realiza-se também o Festival Diocesano da Canção de Mensagem.

Nesse festival escolhe-se a canção que vai representar a diocese no Festival nacional da Canção de Mensagem que terá lugar em Fátima, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Secretariado da Pastoral Juvenil da Diocese de Beja apela “à criatividade dos grupos para, através da música, partilharem os seus dons e talentos”, lê-se.

LFS

Mai
1
Qua
Beja: Ordenação de quatro diáconos permanentes
Mai 1@11:30

Beja, 30 abr 2019 (Ecclesia) – No dia do padroeiro da Diocese de Beja, 01 de maio, pelas 11h30, vão ser ordenados quatro diáconos permanentes pelo bispo diocesano, D. João Marcos.

Na celebração que decorre na Sé de Beja vão ser ordenados António Coelho, casado, pertence à Paróquia de São João Baptista de Beja; Carlos Prazeres, solteiro, vive em Cuba; Fernando Guerreiro, casado, membro da Paróquia de Santa Clara-a-Nova, concelho de Almodôvar e Manuel França, casado, reside em Moura, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Os diáconos, fortalecidos com os dons do Espírito Santo, têm por missão ajudar o Bispo e o seu presbitério no ministério da palavra, do altar e da caridade, mostrando-se servos de todos.” (Pontifical Romanodas Ordenações, nº199)

LFS

Mai
17
Sex
Pastoral Juvenil: Jovens de Lamego rumam ao Santuário de Nossa Senhora da Saúde
Mai 17_Mai 18 todo o dia

Lamego, 03 mai 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese de Lamego comemoram a sua jornada dias 17 e 18 deste mês, no Santuário de Nossa Senhora da Saúde, em Fonte Arcada (Zona Pastoral de Sernancelhe).

No primeiro dia haverá, pelas 21h30, uma vigília vocacional na Capela de Nossa Senhora da Saúde (Fonte Arcada) e no dia seguinte, depois da caminhada dos jovens, o bispo de Lamego, D. António Couto, celebra, às 11h45, naquele santuário, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Na tarde do dia 18 deste mês realiza-se um concerto musical e outras atividades lúdicas e vai ser entregue a cruz aos jovens que vão acolher a XXXV JDJ – 2020, lê-se.

LFS

Beja: Cáritas diocesana promove conferência sobre «Doutrina Social da Igreja»
Mai 17@16:00

Beja, 14 mai 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana de Beja realiza, dia 17 de maio, nas suas instalações na cidade do Alentejo, pelas 16h00, uma conferência sobre «Doutrina Social da Igreja».

A iniciativa, “aberta e dirigida à comunidade”, conta com a participação do padre da Companhia de Jesus (jesuíta) Fernando Ribeiro, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Com esta atividade pretende-se que se possam “encontrar os princípios de reflexão, os critérios de julgamento e as diretrizes de ação que permitam promover, no dia-a-dia, um humanismo integral e solidário”, lê-se na nota.

O padre Fernando Ribeiro nasceu em 1971, em Ribeirão (Famalicão), tendo estudado Agronomia antes de entrar na Companhia de Jesus.

Como jesuíta licenciou-se em Filosofia e Teologia e é mestre em Teologia Moral e migrações internacionais.

LFS

Mai
31
Sex
Património: Misericórdias vão debater realidade dos seus museus
Mai 31 todo o dia

Beja, 27 de mai 2019 (Ecclesia) – A Santa Casa da Misericórdia de Beja e a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) vão promover, dia 31 deste mês, naquela cidade, as jornadas «Museologia nas Misericórdias».

A iniciativa decorre no Salão Nobre da Misericórdia de Beja, a partir das 10h00, pretende refletir sobre a realidade e “as potencialidades do património museológico detido em todo o país pelas Misericórdias, inclusive pela de Beja”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A edição deste ano das jornadas vai aprofundar “as boas-práticas para a proteção e manutenção deste património, mas também os desafios que esta oferta cultural poderá representar para o desenvolvimento da economia do turismo, para a coesão do território, para a sustentabilidade das Santas Casas e, sobretudo, para a afirmação da sua identidade secular”.

Através das suas realidades museológicas, as Misericórdias têm “a possibilidade de mostrar e divulgar a vasta experiência e conhecimento dos movimentos sociais em cada comunidade, uma vez que ao longo de séculos foram, e ainda são, promotoras de cultura e tradições locais”.

Atualmente, as Misericórdias têm “cerca de 82 espaços museológicos” que se traduzem em museus, casas museu, núcleos museológicos, centros interpretativos, centros de memória, espaços musealizados, coleções visitáveis, entre outros.

A sessão de abertura conta com a presença da diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira; do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Beja, João Paulo Ramôa; do presidente da UMP, Manuel de Lemos; do Presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Jorge Lúcio Arsénio; e do Bispo de Beja, D. José João dos Santos Marcos.

LFS

PROGRAMA das JORNADAS de MUSEOLOGIA

Jun
8
Sáb
Igreja/Cultura: Colóquio recorda os 20 anos da morte de Daniel Faria
Jun 8_Jun 9 todo o dia

Tabuaço, 08 jun 2019 (Ecclesia) – Nos 20 anos da morte do poeta Daniel Faria (10/4/1971 – 9/6/1999) vai realizar-se um colóquio, entre hoje e amanhã, em Tabuaço (Diocese de Lamego), com o tema «Se acender a luz não morrerei sozinho».

Esta iniciativa é organizada pela Associação Casa Daniel, a Cátedra Poesia e Transcendência, Centro de Investigação em Teologia e Estudos da Religião (CITER), organismos ligados à Universidade Católica Portuguesa, com o patrocínio do Município de Tabuaço.

A sessão de abertura conta com as intervenções do presidente do colégio de fundadores da Casa Daniel, o bispo D. Carlos Azevedo, José Rui Teixeira, responsável pela Cátedra Poesia e Transcendência em Sophia de Mello Breyner, e o presidente da Câmara de Tabuaço, Carlos Carvalho, na qualidade de anfitrião, dado que a iniciativa decorre no salão nobre do município.

«Daniel: lugares mal situados» é o tema da mesa redonda que se segue, com D. Bernardino Costa (“Daniel Faria, Beneditino em Singeverga”), Joaquim Santos (“O livro do Joaquim”) e Nuno Higino Teixeira da Cunha (“Daniel Faria no Marco de Canaveses”).

A conferência «Raízes bíblicas da poesia de Daniel Faria», por José Carlos Carvalho, conclui a primeira parte do colóquio, que prossegue, após o almoço, com a visita à Casa Daniel, em Granjinha, e ao mosteiro de São Pedro das Águias, seguindo-se “Engenho e génio de Daniel Faria”, conferência proferida por Luís Adriano Carlos.

Para a noite está previsto um concerto na igreja matriz, intitulado “Lado aberto – Uma leitura musical e intertextual da poesia de Daniel Faria”, com música de Alfredo Teixeira e interpretação do Entre Madeiras Trio e do Coro e Ensemble São Tomás de Aquino.

O segundo dia inclui as conferências «‘Uma pedra incendiada’: pedras e outras hierofanias cósmicas na obra de Daniel Faria» (Martinho Tomé Soares), «‘Mais interior do que o sangue no coração que me darás’: para uma leitura teologal da poesia de Daniel Faria» (José Pedro Angélico) e, antes do encerramento, «Oficío de morrer: o corpo e a morte na poesia de Daniel Faria. Um tríptico para o desdobramento da imolação» (José Rui Teixeira).

Daniel Augusto da Cunha Faria nasceu em Baltar, Paredes, a 10 de abril de 1971. Defendeu a tese de licenciatura em Teologia no ano de 1996, antes, tinha concluído a licenciatura em Estudos Portugueses.

Daniel Faria viveu na paróquia Senhora da Conceição (Porto) e esteve ligado à paróquia de Santa Marinha de Fornos (Marco de Canaveses).

Na sua curta vida publicou “Oxálida” (1992), “A casa dos ceifeiros” (1993).

Após a morte, foram editados “Dos líquidos” (2000), “Explicações das árvores e de outros animais” (1998), “Dos líquidos” (2003), “Poesia” (2003, Quasi Edições), “O livro do Joaquim” (2007) e “Poesia” (2015, Assírio & Alvim).

Inscrições e informações em www.casadaniel.pt/20anos/.

LFS

DF2019_programa

Daniel Faria: o príncipe da poesia

Jun
22
Sáb
Lamego: Jornada da família no Santuário de Santa Eufémia
Jun 22 todo o dia

Lamego, 05 jun 2019 (Ecclesia) – A jornada da família da Diocese de Lamego realiza-se a 22 de junho, no Santuário de Santa Eufémia, na localidade de Lamego.

É numa ampla área de 8 hectares de terreno, pertença da Fábrica da Igreja de Penedono que está edificado o santuário da Virgem Mártir Santa Eufémia e a área divide-se em vários espaços.

A capela cuja construção atual será do início século XIX, (1809 segundo a inscrição que está no brasão do frontal) nada apresenta da primitiva construção, tem uma planta em forma retangular, com 4 portas.

No decurso do ano pastoral (2018-2019), a Diocese de Lamego cuida sobretudo a valência vocacional e missionária.

LFS

Jun
29
Sáb
Beja: Diocese peregrina ao Santuário de Fátima
Jun 29_Jun 30 todo o dia

Beja, 15 jun 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Beja realiza a sua peregrinação ao Santuário de Fátima, dias 29 e 30 deste mês, que tem como tema «Com Maria adoramos o Pai, o Filho e o Espírito Santo».

O primeiro momento, às 15h00, é a concentração e celebração na Basílica da Santíssima Trindade e depois, às 17h00, faz-se o desfile da Cruz Alta até à Capelinha das Aparições, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

Os participantes fazem, às 17h15, a consagração da Diocese de Beja a Nossa Senhora de Fátima e pelas 21h30 rezam o rosário.

O dia encerra, pelas 23h00, com a Via Sacra até aos Valinhos.

O segundo dia da peregrinação da diocese alentejana ao Santuário de Fátima encerra, às 11h00, com a celebração da Eucaristia.

LFS

Jul
7
Dom
Lamego: Ordenação sacerdotal de Diogo Martinho
Jul 7@16:00

Lamego, 26 jun 2019 (Ecclesia) – O diácono Diogo Martinho vai ser ordenado padre, dia 07 de julho, às 16h00, na Sé de Lamego, por D. António Couto, bispo daquela diocese.

Diogo Martinho foi ordenado diácono a 25 de novembro de 2018, e vai ser o novo padre da Diocese de Lamego, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma semana após a ordenação, dia 14 de julho, o novo sacerdote vai celebrar a missa nova, às 17h00, na capela da Senhora do Fôjo.

LFS

Jul
10
Qua
Beja: Diocese vai celebrar 250 anos da sua restauração
Jul 10 todo o dia

Programa das comemorações é apresentado esta quarta-feira, 10 de julho

Beja, 08 jul 2019 (Ecclesia) – A diocese de Beja prepara-se para a celebração dos 250 anos da sua restauração, reconhecendo uma “história difícil e dramática” mas que importa assinalar junto do povo que “deseja e precisa da mãe Igreja”.

“A Igreja sempre foi mãe, neste novo contexto sublinha a dimensão da maternidade, porque as pessoas no fundo, desejam e precisam dessa maternidade. Estas festividades poderão ajudar nesse sentido”, explica à Agência ECCLESIA D. João Marcos, bispo diocesano desde 2016, que fará a apresentação pública das comemorações na tarde do dia 10.

“Estamos num tempo novo, de término e início de outras. Vamos devagarinho, mas há vida, há festa”, sublinha, recordando uma nota escrita aos diocesanos onde convida “diocesanos e não diocesanos” para um programa de celebração, com início marcado para 1 de dezembro e encerramento a 22 de novembro de 2020.

Para contar a história da diocese estará patente uma exposição, na pousada de São Francisco, desde 1 de março a 9 de maio, que será objeto de visita dos seis arciprestados de Beja.

A par da exposição, estão previstas conferências com convidados que falarão da história mas também do futuro da diocese, a última a cargo do Arcebispo de Évora, D. Senra Coelho, sobre «Como olhar hoje e que lição tirar dos fatores e circunstâncias culturais, sociais, políticas e religiosas explicativas da descristianização do Alentejo no passado?»

Reconhece D. João Marcos a raiz católica de muitos diocesanos mas, afirma, “a semente não germinou”.

“A maioria das pessoas reconhece-se católica e foi batizada, apesar de essa semente não ter germinado. Esse é o problema deste Portugal que temos hoje, dos católicos portugueses que somos e desta diocese”, lamenta.

O bispo titular desde 2016 acredita que conhecer a história da diocese irá ajudar os cristãos a um relacionamento e prática mais assídua, contando para isso com a publicação, “em setembro”, de um livro da autoria do padre Luís Taborda, pároco de Castro Verde, e o cónego António Aparício.

O próximo ano vai ainda ser marcado pela oração.

“A diocese é convidada a praticar a oração: nas laudes, vésperas, antes das refeições, orações em família. Vemos que o ir à missa é o único momento de oração dos que praticam e é muito pouco”, lamento o responsável.

Numa carta dirigida aos diocesanos, D. João Marcos aponta a diocese como um terreno a ser “semeado”.

“A diocese é hoje um grande terreno que precisa de ser lavrado e semeado para produzir uma seara nova. Estas festas dos 250 anos da restauração da diocese deverão marcar o início desse tempo novo”, afirma.

LS

Jul
11
Qui
Igreja/Património: Ciclo de concertos «Música nas Catedrais 2019»
Jul 11@21:30

Lisboa, 09 jul 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja e a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) promovem, de 28 deste mês a 26 de julho, às 21h30, a primeira edição do ciclo «Música nas Catedrais»

Esta iniciativa, que se enquadra no projeto nacional Rota das Catedrais, é coordenada pelo Teatro Nacional de São Carlos, que assegura diretamente alguns concertos através do Coro do Teatro Nacional de São Carlos, em colaboração com a Orquestra Clássica do Sul, a Orquestra Filarmonia das Beiras e a Orquestra do Norte, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O próximo concerto, esta quinta-feira (11 julho), realiza-se na Sé de Beja e tem como protagonistas o Coro do Teatro Nacional de São Carlos.

No dia seguinte (12 julho), o mesmo coro atua na Sé de Elvas (Arquidiocese de Évora).

O Coro do Teatro Nacional de São Carlos, um dos “pilares artísticos da única instituição que no nosso país se dedica há mais de dois séculos ao género lírico, propõe-nos uma deambulação pela ópera romântica italiana, sublinhando o facto de a religiosidade ter assumido na mesma uma particular importância”, refere o comunicado.

LFS

Jul
12
Sex
Igreja/Património: Ciclo de concertos «Música nas Catedrais 2019»
Jul 12@21:30

Lisboa, 09 jul 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja e a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) promovem, de 28 deste mês a 26 de julho, às 21h30, a primeira edição do ciclo «Música nas Catedrais»

Esta iniciativa, que se enquadra no projeto nacional Rota das Catedrais, é coordenada pelo Teatro Nacional de São Carlos, que assegura diretamente alguns concertos através do Coro do Teatro Nacional de São Carlos, em colaboração com a Orquestra Clássica do Sul, a Orquestra Filarmonia das Beiras e a Orquestra do Norte, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O próximo concerto, esta quinta-feira (11 julho), realiza-se na Sé de Beja e tem como protagonistas o Coro do Teatro Nacional de São Carlos.

No dia seguinte (12 julho), o mesmo coro atua na Sé de Elvas (Arquidiocese de Évora).

O Coro do Teatro Nacional de São Carlos, um dos “pilares artísticos da única instituição que no nosso país se dedica há mais de dois séculos ao género lírico, propõe-nos uma deambulação pela ópera romântica italiana, sublinhando o facto de a religiosidade ter assumido na mesma uma particular importância”, refere o comunicado.

LFS