Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Ago
28
Qua
Santo Agostinho: Celebração do padroeiro principal da Diocese de Coimbra
Ago 28 todo o dia

Coimbra, 18 jul 2019 (Ecclesia) – O bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, vai celebrar, dia 28 de agosto, 18h30, na Igreja de Santa Cruz, a festa do padroeiro principal da diocese: Santo Agostinho.

As comemorações incluem também o concerto «Cantata de Santo Agostinho», às 21h30 na mesma igreja daquela cidade.

LFS

Igreja/Cultura: Museu de Leiria recebe leitura de excertos das «Confissões de Santo Agostinho»
Ago 28@22:00

Foto: Diocese de Leiria-Fátima

Leiria, 13 ago 2019 (Ecclesia) – O Museu de Leiria vai receber a leitura encenada de excertos das “Confissões de Santo Agostinho”, no âmbito das comemorações do dia de santo padroeiro da Diocese de Leiria-Fátima, pelas 22h00 do dia 28 de agosto.

Um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, informa que a leitura de excertos das “Confissões de Santo Agostinho” vai ser encenada pelo grupo Teatro Maizum e musicada ao vivo por Rão Kyao.

O Museu de Leiria, instalado no convento anexo à igreja de Santo Agostinho, assinala que o evento começa pelas 22h00 e a entrada é gratuita mas condicionada à lotação do espaço, o claustro do convento.

Santo Agostinho é Padroeiro da Diocese de Leiria desde a sua restauração, em 1918, e um dos motivos “terá sido a pertença deste território ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra”, até à sua criação como diocese, em 1545.

A igreja começou a ser construída em 1577 e o complexo conventual dois anos mais tarde, 1579.

Santo Agostinho nasceu a 13 de novembro de 354, em Tagaste, na Argélia, e morreu a 28 de agosto de 430; Aos 32 anos de idade converteu-se ao catolicismo; Foi ordenado sacerdote, em 391, em Hipona, e nomeado bispo desta diocese quatro anos depois, com mais de uma centena de obras, as mais famosas são as ‘Confissões’ e ‘A cidade de Deus’. Foi canonizado por aclamação popular e reconhecido como Doutor da Igreja, pelo Papa Bonifácio VIII, em 1298.

CB

Ago
31
Sáb
Leiria: Segunda edição da academia coral de verão
Ago 31_Set 8 todo o dia

Iniciativa vai decorrer no seminário da cidade de 31 de agosto a 8 de setembro

Leiria, 10 jul 2019 (Ecclesia) – A segunda edição da Academia Coral de verão da Diocese de Leiria-Fátima vai decorrer no seminário daquela cidade, de 31 de agosto a 8 de setembro.

A primeira edição foi “um sucesso” – contou com cerca de 40 participantes – e a segunda edição pretende que os interessados possam aprofundar os seus conhecimentos musicais, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

A iniciativa está a ser organizada pela Academia Coral Mezzo e disponibiliza três cursos: dois de direção coral (1º e 2º níveis) e um de técnica vocal.

Para estas formações, a Academia conta com Paulo Lourenço e Fátima Nunes para os curso de direção coral, e Manuel Rebelo para o de técnica vocal.

Joana Vieira é a pianista que acompanhará os formadores.

De acordo com o padre Sérgio Henriques, diretor do Departamento de Liturgia da Diocese de Leiria-Fátima, “trata-se de ótima oportunidade para a obtenção de conhecimentos musicais ministrados por reconhecidos mestres nacionais”, por isso, para além da divulgação destes cursos nas paróquias da diocese, incentiva os respetivos conselhos económicos a comparticipar financeiramente “pois trata-se de valorização paroquial”.

O Concílio Vaticano II na constituição sobre a liturgia (SC 14) diz que esta é “a primeira e necessária fonte onde os fiéis hão-de beber o espírito genuinamente cristão”.

LFS

Set
13
Sex
Leiria-Fátima: Grupo Ondjoyetu celebra 20 anos de missão
Set 13_Set 15 todo o dia

Leiria, 08 ago 2018 (Ecclesia) – O Grupo Missionário Ondjoyetu, da Diocese de Leiria-Fátima, celebra 20 anos de existência em 2019, que correspondem a “20 anos de missão” e vai comemorar de 13 a 15 de setembro, no Mercado de Sant’Ana.

O Grupo Missionário Ondjoyetu começa por destacar a tertúlia ‘Voluntariado e Missão’, com testemunhos missionários, às 21h30, na sexta-feira 13 de setembro, e dois dias depois, um almoço solidário – Festival de Tachadas, a partir das 12h30 de domingo.

No seu sítio online, o grupo assinala que, brevemente, partilha o restante programa dos “três dias de celebração e ação de graças” pelo seu 20º aniversário, que comemora este ano.

O grupo missionário da diocese de Leiria-Fátima começou o seu percurso em agosto de 1999 e a principal ação missionária desenvolve-se no Gungo, Diocese do Sumbe, em Angola; ‘Ondjoyetu’ quer dizer “A Nossa Casa”, em umbundo, a língua que se fala no Gungo.

CB

Out
5
Sáb
Leiria-Fátima: Diocese dinamiza fórum dedicado às «oportunidades e caminhos» dos jovens
Out 5@9:00_19:30

Leiria, 06 ago 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano de Pastoral Juvenil de Leiria-Fátima está a organizar o fórum ‘Jovens: Oportunidades e Caminhos’, que começa às 09h00, do dia 5 de outubro, no Seminário de Leiria, e termina com a Eucaristia na Sé.

“Compreender as problemáticas que se colocam atualmente aos jovens; partilhar novas respostas pastorais para uma adequada transmissão da fé aos jovens de hoje”, são dois objetivos do encontro que vai também “lançar” o novo ano pastoral 2019/2020, o 2º de um biénio diocesano dedicado aos jovens.

O Secretariado Diocesano de Pastoral Juvenil de Leiria-Fátima informa que o fórum tem como destinatários jovens adultos, educadores e formadores de jovens – agentes de pastoral, professores, pais, catequistas, dirigentes do CNE – Corpo Nacional de Escutas, entre outros.

Depois da abertura (09h00), a atividade começa com a conferência ‘Os jovens de hoje: Constatações e desafios para a Igreja’, pelo padre Nuno Tovar de Lemos (Jesuíta), às 10h00, no Seminário de Leiria.

Segundo o Secretariado Diocesano da Pastoral da Juventude é uma conferência de fundo para “um olhar sobre os jovens de hoje (como pensam, como sentem, como vivem), principais problemáticas e potencialidades”.

‘Escutar e servir Cristo nos Jovens: O desafio espiritual da autenticidade criativa’ é o tema da segunda conferência de fundo do fórum que vai ser apresentada pela professora universitária Teresa Messias (UCP), às 14h30.

“Sobre o modo como a Igreja deve responder aos desafios que os jovens de hoje colocam, tendo em conta a cultura juvenil, abordando tópicos como a pastoral juvenil e a espiritualidade”, contextualiza a organização.

Segundo o programa, da parte da manhã, existe também um painel/diálogo com quatro temas – ‘dependências’; ‘escolhas e seguranças’; ‘a imagem, comportamento e influência nas redes sociais’; ‘(des)encontros geracionais’ – e de tarde, 11 workshops com temas como ‘os jovens do Papa Francisco’; ‘silêncio e meditação cristã’; ‘ecologia e fé: cuidar da casa comum’; ‘arte e espiritualidade: a via da beleza’; ‘aprofundar a fé no diálogo inter-religioso’.

O fórum termina depois da Missa (18h30) na Sé de Leira; As inscrições nesta iniciativa encerram no dia 27 de setembro e podem ser feitas através de um formulário online.

Foto: Diocese de Leiria-Fátima

O “ponto de partida” para o encontro de reflexão, partilha e formação é a carta pastoral ‘A alegria da fé no caminho dos jovens’, do bispo diocesano D. António Marto, para o biénio 2018/2020.

“Queremos sair ao encontro de uma das realidades que neste momento mais solicita o cuidado pastoral e deve estar no centro da nossa atenção, a saber, os jovens com todas as suas novidades e anseios”, escreveu o cardeal de Leiria-Fátima, destaca o Secretariado Diocesano de Pastoral Juvenil.

CB/OC

Out
31
Qui
Coimbra: Exposição «Regressar às origens pela xilogravura de Nunes Pereira»
Out 31 todo o dia

Coimbra, 14 fev 2019 (Ecclesia) – O Seminário Maior de Coimbra vai ter patente, de 20 deste mês a 31 de outubro, a exposição temporária «Regressar às origens pela xilogravura de Nunes Pereira».

Neste regresso tem destaque a sua obra «Os Contos de Fajão» (xilogravuras e texto),  um trabalho que tem hoje “um profundo significado cultural e antropológico, social e artístico”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Naquela obra descreve um «Portugal», uma sociedade, um tempo, um modo de ser pessoa e, ao mesmo tempo que faz rir, faz pensar e questiona sobre o modo como se vive hoje, acrescenta o comunicado.

Nestes contos entram figuras como o Senhor Doutor Juiz de Fajão, o Juiz da Relação do Porto, o almocreve, o Pascoal, o Senhor Bispo, o Senhor Prior, o sacristão, o oficial de diligências, o Escrivão e os estudantes da Universidade de Coimbra.

A inauguração vai ser às 18h30 da próxima quarta-feira, dia 20 de fevereiro.

LFS