Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Dez
15
Dom
Igreja/Natal: «Peças de fôlego» em concerto natalício na Sé de Lisboa
Dez 15@15:00

Lisboa, 10 Dez 2019 (Ecclesia) – O Coro Regina Coeli de Lisboa e o Ensemble da Banda da Armada vão interpretar duas “peças de fôlego”, dia 15 deste mês, às 15h00, na Sé de Lisboa, «Lauda per la Nativitá del Signore» e o «Gloria».

A primeira (“Lauda per la Nativitá del Signore”) é um marco da música sacra europeia, da autoria do compositor italiano Otorrino Respighi, conhecido pelas suas obras orquestrais e poemas sinfónicos, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA

O «Gloria» de John Rutter, que embora tendo um texto litúrgico, foi imaginado como uma peça de concerto.

Rutter baseou a sua composição em vários cânticos gregorianos que utilizam este texto e divide a peça em três secções, numa estrutura análoga à de uma sinfonia.

Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Lisboa e a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC)

LFS

Publicações: Lançamento da obra «Coletânea de Estudos Antonianos»
Dez 15@15:00

Lisboa, 11 Dez 2019 (Ecclesia) – A obra «Coletânea de Estudos Antonianos» de Henrique Pinto Rema vai ser lançada, dia 15 deste mês, às 15h00, no Museu de Lisboa – Santo António.

Com apresentação de Maria de Lurdes Sirgado Ganho, a obra «Coletânea de Estudos Antonianos» tem prefácio de Guilherme d´ Oliveira Martins, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Esta obra é a primeira publicação editada pelo Centro de Estudos de Investigação de Santo António do Museu de Lisboa – Santo António que reúne os principais artigos escritos pelo “mais importante investigador antoniano português”, Henrique Pinto Rema.

LFS

Igreja/Música: Concerto de Natal da Academia de Música de Santa Cecília
Dez 15@21:00

Lisboa, 14 nov 2019 (Ecclesia) – A Basílica do Palácio Nacional de Mafra vai acolher, dias 14 e 15 de dezembro, às 21h00, o 3º Concerto de Natal da Academia de Música de Santa Cecília (Lisboa).

Neste concerto participa um coro “constituído por 250 crianças e jovens dos 10 aos 17 anos e uma orquestra de cordas de alunos da escola, a soprano Ana Paula Russo e ainda o conjunto, único no mundo, dos seis órgãos da Basílica de Mafra”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

No programa estão representados vários compositores nacionais e estrangeiros, destacando-se a obra «Seus braços dão Vida ao mundo», sobre um poema de José Régio, da autoria da jovem Francisca Pizarro, aluna finalista do Curso Secundário de Composição da Academia de Música de Santa Cecília.

Este evento assume especial importância não apenas pela singularidade do conjunto dos seis órgãos do Palácio Nacional de Mafra, mas também pelo elevado número de jovens músicos envolvidos.

A Academia de Música de Santa Cecília é uma escola de ensino integrado de música, com um modelo de ensino que, pela sua estrutura e qualidade, potencia o prosseguimento de estudos a nível superior nas mais variadas áreas, musicais ou outras.

LFS

Dez
21
Sáb
Igreja/Natal: «Presépio na Cidade» de Lisboa celebra o 20º aniversário
Dez 21 todo o dia

Lisboa, 10 Dez 2019 (Ecclesia) – A iniciativa «Presépio na Cidade», projeto de leigos católicos, que nasceu em Lisboa, no ano 2000, volta a estar patente na zona do Chiado (Lisboa) de 08 deste mês a 23 de dezembro.

Diariamente, das 14h00 às 19h00, o «Presépio na Cidade» dá “a conhecer o Menino Jesus, à cidade de Lisboa, e a todos os que nela vivem ou trabalham, num Espírito de Paz, Alegria e Simplicidade”, e assim “repor o verdadeiro sentido do Natal”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Tal como em anos anteriores, às 18h30 haverá a oração do terço, junto ao presépio.

A bênção das grávidas, “um dos momentos altos do Presépio na Cidade”, vai decorrer no dia 21 de dezembro, sábado, às 16h15, na Basílica dos Mártires e, este ano, é presidida por D. Américo Aguiar, Bispo Auxiliar de Lisboa.

LFS

Igreja/Natal: Concerto natalício com cancioneiro tradicional de várias geografias
Dez 21@21:30

Lisboa, 11 Dez 2019 (Ecclesia) – O palco do último concerto da edição do Natal em Lisboa, é a 21 deste mês, às 21h30, na Igreja de São Vicente de Fora, localizada no local onde D. Afonso Henriques mandou construir um primitivo templo, também dedicado a São Vicente.

O Coro Ricercare, a Sinfonietta de Lisboa e a soprano Elsa Cortez, sob a direção de Vasco Pearce de Azevedo, apresentam-se no concerto de Natal que alterna entre compositores consagrados da música para coro e orquestra, como Fauré ou Mendelssohn, e jovens compositores contemporâneos portugueses, terminando com cancioneiro tradicional natalício oriundo de várias geografias, revela uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Lisboa e a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC)

LFS

Dez
23
Seg
Igreja/Natal: «Presépio na Cidade» de Lisboa celebra o 20º aniversário
Dez 23 todo o dia

Lisboa, 10 Dez 2019 (Ecclesia) – A iniciativa «Presépio na Cidade», projeto de leigos católicos, que nasceu em Lisboa, no ano 2000, volta a estar patente na zona do Chiado (Lisboa) de 08 deste mês a 23 de dezembro.

Diariamente, das 14h00 às 19h00, o «Presépio na Cidade» dá “a conhecer o Menino Jesus, à cidade de Lisboa, e a todos os que nela vivem ou trabalham, num Espírito de Paz, Alegria e Simplicidade”, e assim “repor o verdadeiro sentido do Natal”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Tal como em anos anteriores, às 18h30 haverá a oração do terço, junto ao presépio.

A bênção das grávidas, “um dos momentos altos do Presépio na Cidade”, vai decorrer no dia 21 de dezembro, sábado, às 16h15, na Basílica dos Mártires e, este ano, é presidida por D. Américo Aguiar, Bispo Auxiliar de Lisboa.

LFS

Dez
27
Sex
Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Dez 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]

Jan
20
Seg
Algarve: Cardeal Peter Turkson profere conferências na atualização do clero do sul
Jan 20_Jan 23 todo o dia

Faro, 27 nov 2019 (Ecclesia) – O cardeal Peter Turkson vai proferir duas conferências sobre ecologia integral nas jornadas de atualização do clero das dioceses do sul que se realizam de 20 a 23 de janeiro, em Albufeira (Diocese do Algarve).

O prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral (organismo da Santa Sé) apresenta duas conferências ao clero das dioceses do sul (Algarve, Beja, Évora e Setúbal) a primeira no dia 20 sobre «Direitos Humanos e desenvolvimento integral: o Homem no centro» e a segunda, no dia seguinte, sobre «Direitos Humanos e Criação», lê-se no jornal «Folha do Domingo»

Esta iniciativa, promovida pelo Instituto Superior de Teologia de Évora, tem como tema central “Ecologia integral: o Homem no Centro da Criação” e conta também com a participação do presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, D. Rino Fisichella, que reflete sobre “Antropologia Cristã e as outras Antropologias, face à Criação” e “A obra da Criação na Liturgia e na Espiritualidade Cristãs”.

O franciscano Martín Carbajo, docente da Pontifícia Universidade Antonianum e da Academia Alfonsiana, em Roma, que já interveio nas jornadas de 2014 e 2017, vai abordar os temas «Laudato Si’ – Propostas para uma nova relação do Homem com a obra da Criação» e «Laudato Si’ e a Nova Evangelização»,

Do programa consta também conferências de Francisco Ferreira (presidente da associação ambientalista Zero) sobre “Estaremos à beira do crepúsculo da Humanidade? Entre a realidade e a utopia”; Fernando Carvalho Rodrigues (físico) sobre “Que futuro para a Humanidade?”; José Augusto Martins Ramos (catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), sobre “Cuidar de Mundo: Ecologia Integral dos relatos da Criação”.

As jornadas de formação serão concluídas no dia 23 com a reflexão do presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, Pedro Vaz Patto, sobre o tema «New Age. Direitos dos animais versus direitos humanos – Novos fundamentalismos? Novo paganismo?».

LFS

Jan
25
Sáb
Algarve: Diocese dinamiza formação para catequistas
Jan 25@21:00

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 28 nov 2019 (Ecclesia) – O Setor da Catequese da Infância e Adolescência (SDCIA) da Diocese do Algarve promove uma ação de formação para os catequistas, sobre a sua “missão evangelizadora”, esta sexta-feira, 29 de novembro, e dia 6 de dezembro de 2020.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese do Algarve adianta que a formação é da responsabilidade do padre António de Freitas e, nos dois dias, começa a partir das 21h00.

Esta sexta-feira, o encontro destina-se aos catequistas das paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Pêra, e no dia 6 de janeiro de 2020 os agentes pastorais das paróquias das Vigararias de Faro e Tavira têm a formação na igreja da Altura.

‘A missão evangelizadora do catequista’ é o tema desta ação de formação que faz parte do plano de atividades do SDCIA, assinala o jornal ‘Folha de Domingo’.

A Igreja Católica começa este domingo a viver um novo tempo litúrgico e o Sector da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve propõe a construção de um “presépio”, que “tenha relação com a família” de hoje, na caminhada Advento-Natal, entre 1 de dezembro e 12 de janeiro de 2020.

O dia diocesano destes agentes vai refletir sobre a catequese com os adolescentes, no dia 25 de janeiro de 2020, na Vigararia de Faro, em local a anunciar.

Nos dias 15, 16 e 29 de fevereiro e 1 de março do próximo ano é dinamizado o curso de formação de catequistas para as paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Ferragudo.

Em julho de 2020, o SDCIA vai realizar o passeio de catequistas, que tem como destino a Ria Formosa, no dia 4, e a reunião de avaliação e programação para os responsáveis das equipas vicariais, é a 11 do mesmo mês, em Faro.

CB

Jan
27
Seg
Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Jan 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]

Fev
8
Sáb
Algarve: Bispo visita oito paróquias no ano pastoral 2019/2020
Fev 8@15:00

Faro, 22 nov 2019 (Ecclesia) – O bispo do Algarve vai começar este sábado, 23 de novembro, a visitas pastorais a oito paróquias que estão programadas para o ano 2019/2020.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’, adianta que D. Manuel Quintas começa a visita na Paróquia de Aljezur, este sábado preside à Eucaristia nas Alfambras, às 15h00, e duas horas mais tarde (17h00) na Carrapateira.

A abertura oficial da primeira visita pastoral deste ano é no dia seguinte, domingo, e o bispo diocesano vai presidir à Missa das 9h00 no Rogil, das 10h30 em Odeceixe e das 12h00 em Aljezur.

Até dia 1 de dezembro, vai visitar também as Paróquias da Bordeira, incluindo a comunidade da Carrapateira, e Odeceixe.

Ao longo da semana estão previstas reuniões com os Conselhos Económico e Pastoral, com os serviços da Paróquia de Aljezur, escuteiros, catequese (catequistas, crianças, pais), movimentos e grupo de catequese de adultos.

D. Manuel Quintas vai visitar também os doentes, a câmara municipal, as juntas de freguesia, a Santa Casa da Misericórdia, a Casa da Criança, os bombeiros, escolas, o Centro de Dia de Odeceixe e a creche do Rogil.

Durante o atual ano pastoral 2019/2020, o bispo do Algarve vai visitar ainda as paróquias da cidade de Faro, de 8 a 23 de fevereiro em 2020, e as da cidade de Loulé, de 8 a 22 de março.

O jornal diocesano ‘Folha do Domingo’ contextualiza que o Código de Direito Canónico estabelece que os bispos têm a obrigação de visitar toda a diocese ao menos a cada cinco anos, podendo, em caso de necessidade, delegar essa tarefa no prelado coadjutor ou auxiliar, ou ainda num padre.

Segundo o ‘Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos’, as visitas pastorais permitem “reavivar as energias dos obreiros evangélicos”, são uma “oportunidade de chamar todos os fiéis à renovação da sua vida cristã e a uma atividade apostólica mais intensa”.

CB

Fev
11
Ter
Lisboa: Paróquia de Carnide promove formações sobre o «Cuidador Informal»
Fev 11@21:15

Lisboa, 22 nov 2019 (Ecclesia) – No auditório do Centro Cultural Franciscano (Lisboa) realiza-se, dia 12 de dezembro, às 21h15, uma formação sobre «A pessoa humana face ao declínio da vida: Investimento político, social, cultural e religioso», integrado no ciclo de conferências sobre o «Cuidador Informal»

A iniciativa tem como formadora a terapeuta Eugénia Tomaz e é promovida pela Paróquia de Carnide, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O cuidador (in)formal assume, nos tempos atuais, uma importância fulcral no bem-estar das pessoas em situação de dependência e doença prolongada.

Contudo, face às necessidades, muitas vezes familiares, de prestar cuidados às pessoas necessitadas, o cuidador informal vê-se, em situações inesperadas e para as quais não se encontra preparado, sem saber como bem atuar.

Esta formação pretende “ser uma reflexão sobre a realidade portuguesa e europeia, e oferecer respostas concretas políticas, sociais, culturais e religiosas para o presente e o futuro”.

As formações continuam a 11 de fevereiro, 30 abril e 25 de junho, lê-se na nota.

LFS

Fev
12
Qua
Lisboa: Paróquia de São Tomás de Aquino promove ciclo de conferência sobre o tema «Viver a caridade hoje»
Fev 12@21:00


Lisboa, 20 set 2019 (Ecclesia) – A Paróquia de São Tomás de Aquino, em Lisboa, promove, um ciclo de conferências sobre «Viver a caridade hoje» que têm o seu início a 13 de novembro e encerra a 13 de maio de 2020.

Na primeira reflexão, às 21h00, na Igreja Paroquial de São Tomás de Aquino, vai estar presente Romualda Fernandes que aborda o tema «Política com Caridade», refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

«A caridade começa em casa» é o tema abordado, dia 12 de fevereiro de 2020, às 21h00, por Pedro Mota Soares.

Regina Tavares fala, dia 11 de março, sobre «Desafio das minorias à caridade» e Manuel Ferreira Leite reflete, 21 de abril, sobre «Onde está a caridade na vida económica».

O ciclo encerra, dia 13 de maio de 2020, com uma conferência de Pêpê Rapazote sobre «A caridade em palco».

LFS

 

Fev
15
Sáb
Algarve: Diocese dinamiza formação para catequistas
Fev 15@21:00

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 28 nov 2019 (Ecclesia) – O Setor da Catequese da Infância e Adolescência (SDCIA) da Diocese do Algarve promove uma ação de formação para os catequistas, sobre a sua “missão evangelizadora”, esta sexta-feira, 29 de novembro, e dia 6 de dezembro de 2020.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese do Algarve adianta que a formação é da responsabilidade do padre António de Freitas e, nos dois dias, começa a partir das 21h00.

Esta sexta-feira, o encontro destina-se aos catequistas das paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Pêra, e no dia 6 de janeiro de 2020 os agentes pastorais das paróquias das Vigararias de Faro e Tavira têm a formação na igreja da Altura.

‘A missão evangelizadora do catequista’ é o tema desta ação de formação que faz parte do plano de atividades do SDCIA, assinala o jornal ‘Folha de Domingo’.

A Igreja Católica começa este domingo a viver um novo tempo litúrgico e o Sector da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve propõe a construção de um “presépio”, que “tenha relação com a família” de hoje, na caminhada Advento-Natal, entre 1 de dezembro e 12 de janeiro de 2020.

O dia diocesano destes agentes vai refletir sobre a catequese com os adolescentes, no dia 25 de janeiro de 2020, na Vigararia de Faro, em local a anunciar.

Nos dias 15, 16 e 29 de fevereiro e 1 de março do próximo ano é dinamizado o curso de formação de catequistas para as paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Ferragudo.

Em julho de 2020, o SDCIA vai realizar o passeio de catequistas, que tem como destino a Ria Formosa, no dia 4, e a reunião de avaliação e programação para os responsáveis das equipas vicariais, é a 11 do mesmo mês, em Faro.

CB

Fev
16
Dom
Algarve: Diocese dinamiza formação para catequistas
Fev 16@21:00

Foto Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 28 nov 2019 (Ecclesia) – O Setor da Catequese da Infância e Adolescência (SDCIA) da Diocese do Algarve promove uma ação de formação para os catequistas, sobre a sua “missão evangelizadora”, esta sexta-feira, 29 de novembro, e dia 6 de dezembro de 2020.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese do Algarve adianta que a formação é da responsabilidade do padre António de Freitas e, nos dois dias, começa a partir das 21h00.

Esta sexta-feira, o encontro destina-se aos catequistas das paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Pêra, e no dia 6 de janeiro de 2020 os agentes pastorais das paróquias das Vigararias de Faro e Tavira têm a formação na igreja da Altura.

‘A missão evangelizadora do catequista’ é o tema desta ação de formação que faz parte do plano de atividades do SDCIA, assinala o jornal ‘Folha de Domingo’.

A Igreja Católica começa este domingo a viver um novo tempo litúrgico e o Sector da Catequese da Infância e Adolescência da Diocese do Algarve propõe a construção de um “presépio”, que “tenha relação com a família” de hoje, na caminhada Advento-Natal, entre 1 de dezembro e 12 de janeiro de 2020.

O dia diocesano destes agentes vai refletir sobre a catequese com os adolescentes, no dia 25 de janeiro de 2020, na Vigararia de Faro, em local a anunciar.

Nos dias 15, 16 e 29 de fevereiro e 1 de março do próximo ano é dinamizado o curso de formação de catequistas para as paróquias das Vigararias de Loulé e Portimão, no Centro Pastoral de Ferragudo.

Em julho de 2020, o SDCIA vai realizar o passeio de catequistas, que tem como destino a Ria Formosa, no dia 4, e a reunião de avaliação e programação para os responsáveis das equipas vicariais, é a 11 do mesmo mês, em Faro.

CB