Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Nov
23
Sáb
Aveiro: Pastoral Sociocaritativa promove reflexão pelo Dia Mundial dos Pobres
Nov 23@16:30

Aveiro, 19 nov 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano da Pastoral Sociocaritativa de Aveiro vai promover este sábado uma sessão de reflexão pelo terceiro Dia Mundial dos Pobres, a partir das 16h30, no Edifício da antiga Capitania.

“Tem como principal objetivo incentivar a reflexão sobre os desequilíbrios sociais na sociedade contemporânea e a importância de medidas que promovam a dignificação e integração do pobre na comunidade”, lê-se na informação enviada à Agência ECCLESIA, pela Diocese de Aveiro.

O Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa de Aveiro convidou Carlos Farinha Rodrigues, economista e professor no ISEG, e para moderar o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca.

O encontro começa às 16h30 com a inauguração de uma exposição fotográfica, meia hora depois começa a reflexão do “especialista em matéria de desigualdades e pobreza” e o encerramento do encontro é da responsabilidade do bispo diocesano, D. António Moiteiro.

A organização escolheu para tema da sessão ‘A esperança dos pobres jamais se frustrará’, da mensagem do Papa Francisco para o terceiro Dia Mundial do Pobres, que a Igreja Católica celebrou no último domingo.

CB

Nov
30
Sáb
Bragança: Vila Flor acolhe abertura do ano litúrgico e pastoral
Nov 30 todo o dia

Bragança, 31 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Bragança-Miranda inicia, dia 30 de novembro, em Vila Flor (Centro Cultural) o novo ano litúrgico e pastoral dedicado ao dom da caridade e mistério de vida eterna

Na sessão de abertura, presidida por D. José Cordeiro, segue-se uma conferência pelo padre António Valério, jesuíta, diretor da Rede Mundial de Oração do Papa em Portugal, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

Após a conferência apresenta-se o Plano Pastoral 2019/2020 pelo padre José Bento Soares, vigário episcopal para a Ação Pastoral e Diaconia da Caridade.

Depois do almoço realiza-se uma mesa redonda («Uma Palavra de Partilha») onde alguns agentes pastorais abordarão as procissões enquanto atos de fé, o papel dos acólitos e dos ministros extraordinários da comunhão, a fé dos ciganos, e o canto litúrgico.

LFS

Aveiro: Serviço de Animação Missionária promove encontro de formação
Nov 30@21:30_22:30

Aveiro, 14 nov 2019 (Ecclesia) –  O Serviço Diocesano de Animação Missionária (SDAM), da diocese de Aveiro, promove no próximo dia 30 de novembro, um encontro de formação sobre  os 100 anos da promulgação da Carta Apostólica “Maximum Illud”.

“No dia em que se assinalam os 100 anos da promulgação da Carta Apostólica “Maximum Illud”, que esteve na origem da convocação do mês missionário extraordinário, haverá um encontro de reflexão orientado pelo padre António Leite”, missionário do Verbo Divino, como divulgado no site da diocese

A iniciativa do SDAM acontece às 21h, na Igreja de Santo António, em Aveiro, e é um encontro aberto a todos. 

No seguimento da vivência do Ano Missionário em Portugal e da vivência do mês missionário extraordinário convocado pelo Papa Francisco o SDAM vai propor ao longo deste ano pastoral alguns encontros de formação e reflexão no âmbito da ação missionária da Igreja.

SN

 

Dez
3
Ter
Publicações: Lançamento da obra «Bem-nascido… Mal-nascido…»
Dez 3@21:30

Aveiro, 20 nov 2019 (Ecclesia) – A obra «Bem-nascido… Mal-nascido…» da autoria de Luís Manuel Pereira da Silva vai ser apresentada, dia 03 de dezembro, às 21h30, no Centro Universitário Fé e Cultura (Aveiro).

O livro que analisa a condição humana e a ética a partir da deficiência vai ser apresentado por Walter Osswald (professor catedrático jubilado da Faculdade de Medicina do Porto e autor do prefácio), João Manuel Duque (diretor do Centro Regional da Universidade Católica – Braga e autor do posfácio) e António Jorge Ferreira (editor da Tempo Novo Editora), realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A sessão tem início com um momento musical de grande simbologia, dado que será interpretada, por Bernardo Gomes, uma obra de Francesco Landini, um compositor cego do século XIV.

Com este momento, pretende o autor homenagear “os verdadeiros protagonistas deste ensaio: a deficiência e as pessoas que se encontram particularmente marcadas por esta condição”, lê-se

Também a data escolhida para a realização desta sessão – 03 de dezembro, dia internacional das pessoas com deficiência – está marcada por esta simbologia.

LFS