Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Out
26
Sáb
Portugal: Fórum Ecuménico Jovem na Covilhã
Out 26@9:30_17:00

Lisboa, 15 set 2019 (Ecclesia) – Os departamentos da pastoral juvenil de várias Igrejas Cristãs em Portugal vão dinamizar a 20.ª edição do Fórum Ecuménico Jovem (FEJ), com o tema ‘Atreve-te a Ser’, dia 26 de outubro, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

“Ao marcar os 20 anos sobre o início deste caminho ecuménico com os jovens em Portugal, queremos regressar à escola de Jesus, a ouvir o seu apelo, a aceitarmos a aventura da vida, a não nos escondermos atrás das máscaras e das nossas defesas, a descobrirmos que o amor com que Ele nos ama é mais forte do que tudo e nos desafia a viver a vida ao seu jeito”, explica a equipa do FEJ

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, pelo Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, informam que o acolhimento começa às 09h30 e o encontro uma hora depois, “com  muita música, festa e animação”.

As atividades durante a manhã e início de tarde foram preparadas “ecumenicamente” por várias Igrejas cristãs, com “muita imaginação e criatividade” e vão ser conhecidos os vencedores do concurso de vídeo ‘Mais que isto: É Cristo!’.

O 20.º FEJ termina com um momento de oração, compromisso e envio, pelas 16h30, na Universidade da Beira Interior na Covilhã.

Sobre o tema do encontro, ‘Atreve-te a Ser’, o comunicado contextualiza que o texto bíblico que serve de base é o das Bem-Aventuranças, que “Mateus associa a um lugar alto, a uma montanha”.

Fórum Ecuménico Jovem, que em 2018 celebrou duas décadas de existência, nasceu com o objetivo comum de pensar o trabalho ecuménico com os jovens através de representantes dos departamentos juvenis de várias de Igrejas cristãs – Igrejas Católica, Lusitana, Metodista e Presbiteriana – com presença histórica em Portugal.

A primeira reunião realizou-se no Seminário de Leiria, em 1999, quando foi criada uma equipa ecuménica juvenil.

Um ano antes, muitos dos que integravam esse grupo representaram Portugal na segunda Assembleia Ecuménica Europeia, na cidade austríaca de Graz, na Áustria.

CB

Out
27
Dom
Viana do Castelo: Bispo destaca importância do «acolhimento» e «significado especial» da peregrinação diocesana a Fátima
Out 27 todo o dia

«Só em Igreja se pode ser cristão», afirmou D. Anacleto Oliveira numa mensagem à diocese

Agência Ecclesia/MC

Viana do Castelo, 17 out 2019 (Ecclesia) – O bispo de Viana do Castelo espera que a peregrinação diocesana ao Santuário de Fátima seja “uma vivência do acolhimento” e afirma que tem um “especial significado” ao realizar-se no início da ‘Semana da Diocese’, a 27 de outubro.

“Esta peregrinação faz parte do jubileu dos quarenta anos da criação da Diocese. Neste terceiro e último ano somos convidados ao acolhimento. Para isso recorremos à proteção de Nossa Senhora, padroeira principal da Diocese, sob o título de «Santa Maria Maior» – «Maior» no modo como nos acolhe e nos incentiva a acolher, enquanto Mãe”, escreveu D: Anacleto Oliveira, numa mensagem aos diocesanos que vão peregrinar à Cova da Iria.

No documento enviado hoje à Agência ECCLESIA, pela Diocese de Viana do Castelo, o seu bispo começa com a exclamação ‘temos Mãe!’, do Papa Francisco no Santuário de Fátima, pelo centenário das aparições, a 13 de maio de 2017.

“E repetiu: «Temos Mãe! Temos Mãe!». Não há dúvida: foi a maternidade de Maria que mais o atraiu a Fátima”, acrescenta o bispo de Viana de Castelo, explicando que pela “mesma razão” também peregrinam ao santuário, para encontrarem “com a Mãe do Céu que lá acolhe”.

“Queremos saborear o seu amor, para o partilhamos uns com os outros: com os companheiros de viagem; com os restantes diocesanos que para lá se deslocam; com peregrinos de outros lugares do País e do mundo. Acolhamo-los a todos, ao deixarmo-nos acolher por Maria, nossa Mãe querida”, desenvolveu.

Na mensagem para ser lida, em cada autocarro, no início da peregrinação, o bispo de Viana do Castelo salienta que foi com uma mensagem que se pode resumir nas palavras “oração e conversão” que Nossa Senhora se manifestou em Fátima.

Do programa da peregrinação destaca-se a recitação do Terço, às 10h00, na Capelinha das Aparições, e passado uma hora a Eucaristia no altar do recinto de oração, todas as celebrações vão ser presididas por D. Anacleto Oliveira, no próximo dia 27.

O bispo de Viana do Castelo explica que com esta iniciativa começa a Semana da Diocese em que procuram anualmente “aprofundar a consciência” de que são membros da “grande família cristã que é a diocese”.

“Só em Igreja se pode ser cristão. E se eu preciso da Igreja, de igual modo ela precisa de mim”, acrescenta.

Numa carta aos sacerdotes de Viana do Castelo, o bispo diocesano lembra que a peregrinação “começa já com a viagem até Fátima”, recomenda que os autocarros sejam identificados com os cartazes alusivos à peregrinação que está integrada na Semana da Diocese 2019.

CB

Nov
3
Dom
Igreja/Liturgia: Dia diocesano da Música Litúrgica em Viana do Castelo
Nov 3 todo o dia

Viana do Castelo, 16 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Viana do Castelo vai promover, a 03 de novembro, no Auditório Paulo VI daquela cidade, o I Dia Diocesano da Música Litúrgica.

Esta iniciativa, promovida pelo Secretariado Diocesano de Liturgia de Viana do Castelo e integrada no dia da diocese, é um dia formativo “para todos os grupos corais da diocese”, com “grande destaque para a Apresentação do Cantoral Nacional”, recentemente publicado pelo Secretariado Nacional de Liturgia, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A abertura dos trabalhos, 09h30, é feita por D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo, e 15 minutos depois é apresentado o Cantoral Nacional por Emanuel Pacheco, Serviço Nacional de Música Sacra.

O resto da manhã é preenchido com vários workshops sobre canto, direção coral e órgão que vão ser orientados por Vítor Lima; Emanuel Pacheco e padre Jorge Barbosa.

“Só com a devida formação dos leigos neste campo, é possível reduzir a influência musical de pouca qualidade”, lê-se na nota.

A eucaristia, às 15h30, encerra os trabalhos e é presidida por D. Anacleto Oliveira.

LFS