Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Nov
21
Qui
UCP: Curso sobre «Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento»
Nov 21@18:30_20:30

Lisboa, 16 out 2019 (Ecclesia) – A Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa propõe um itinerário de formação, em regime presencial, dedicado ao tema «À Espera do Messias. Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento».

O curso decorre de 07 de novembro a 12 de dezembro, em Lisboa, e está estruturado em 6 sessões, à quinta-feira, entre as 18h30 e as 20h30, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

A iniciativa tem a coordenação científica do biblista e frade franciscano João Lourenço e as inscrições decorrem desde 06 deste mês.

LFS

Nov
22
Sex
Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 22@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
23
Sáb
Igreja/Ambiente: Dois oradores da Amazónia falam sobre a ecologia integral
Nov 23@10:00_18:00

Lisboa, 18 nov 2019 (Ecclesia) – «Novos caminhos para a Igreja e para a ecologia integral» é o tema que vai ser desenvolvido por dois oradores da Amazónia, dia 23 deste mês, no Centro Cultural Franciscano (Lisboa).

Esta temática que assinala os dois anos da rede «Cuidar da Casa Comum» tem como oradores, o padre Corrado Dalmonego, antropólogo que faz parte da Repam (Rede Eclesial Panamazónica), e o irmão Carlo Zacquini, um missionário da Consolata que vive há 50 anos na Amazónia, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

A conferência é uma parceria entre os Missionários da Consolata, o Centro Cultural Franciscano e a rede «Cuidar da Casa Comum» tem início às 10h00 e conta com uma introdução de Juan Ambrósio, professor de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.

LFS

Novos caminhos para a Igreja

Igreja/Sociedade: «Think Tank 3» sobre «Conciliação entre família, trabalho e impacto social»
Nov 23@14:30_20:00

Lisboa, 30 set 2019 (Ecclesia) – A Família Missionária Verbum Dei – Lisboa organiza, dia 23 de novembro, no salão nobre da Universidade de Lisboa, a segunda sessão do «Think Tank 3» sobre «Conciliação entre família, trabalho e impacto social».

Esta iniciativa, das 14h30 até as 20h00, surge na continuação do primeiro evento, realizado em abril 2018, e conta com intervenções de Alexandra Fernandes; Joana Costa Pereira; José Pedro Cobra; Manuel Barata de Tovar; Maria Teresa Ribeiro e Miguel Pina e Cunha, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

LFS

 

Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 23@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
24
Dom
Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 24@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
26
Ter
Igreja/Economia: UCP promove iniciativa «Escutar o Impacto»
Nov 26@17:45_20:00

Lisboa, 12 nov 2019 (Ecclesia) – A «Católica-Lisbon School of Business & Economics» da Universidade Católica Portuguesa (UCP) promove, dia 26 deste mês, das 17h45 e as 20h00, na sua sede em Lisboa, a iniciativa «Escutar o Impacto».

Na sequência do convite do Papa Francisco aos jovens economistas, empreendedores, e agentes de mudança que estão a estudar e a praticar uma economia diferente, “que dá vida e não mata, que inclui e não exclui, e que humaniza e não desumaniza”, a UCP desafia “todos os jovens que querem fazer parte de uma economia mais inclusiva e sustentável a virem «tomar o pulso» da economia de impacto em Portugal no evento «Escutar o Impacto»., refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

No final, a ambição “é criar um manifesto” onde por um lado “se descreve o estado atual do ecossistema de impacto em Portugal, como por outro, se identificam os principais desafios a conquistar, contribuindo assim para o crescimento deste ecossistema de impacto em Portugal através da partilha e difusão do conhecimento”.

LFS

Nov
27
Qua
Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Nov 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]

Nov
28
Qui
UCP: Curso sobre «Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento»
Nov 28@18:30_20:30

Lisboa, 16 out 2019 (Ecclesia) – A Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa propõe um itinerário de formação, em regime presencial, dedicado ao tema «À Espera do Messias. Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento».

O curso decorre de 07 de novembro a 12 de dezembro, em Lisboa, e está estruturado em 6 sessões, à quinta-feira, entre as 18h30 e as 20h30, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

A iniciativa tem a coordenação científica do biblista e frade franciscano João Lourenço e as inscrições decorrem desde 06 deste mês.

LFS

Nov
29
Sex
Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 29@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Nov
30
Sáb
Advento: Caminhada entre o Mosteiro dos Jerónimos e o Santuário de Cristo Rei
Nov 30@8:00

Lisboa, 12 nov 2019 (Ecclesia) – O projeto «Caminhar na fé» da paróquia de Santa Maria de Belém e da Paróquia de São Francisco Xavier (Lisboa) realiza, dia 30 deste mês, a caminhada “Ao encontro de Cristo Rei, para receber o Advento».

Esta iniciativa tem início às 08h00 na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos) e final no Santuário de Cristo Rei (Almada), refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O projeto «Caminhar na fé» realiza algumas atividades relacionadas com os tempos litúrgicos, uma forma de ajudar os cristãos a viverem melhor a sua fé.

LFS

Igreja/Cultura: Igrejas da Diocese do Algarve recebem festival de órgão
Nov 30@21:30

Faro, 30 out 2019 (Ecclesia) – As igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira, na Diocese do Algarve, vão receber concertos do Festival de Órgão 2019, sempre às 21h30, da Associação Música XXI, de 1 a 30 de novembro.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha de Domingo’ adianta que ao todo são 15 apresentações, com sete organistas e vários cantores/instrumentistas distribuídos por 12 concertos, um concerto pedagógico, uma apresentação de alunos da Escola de Órgão e uma Missa acompanhada ao órgão.

“Procurando reforçar a relação próxima da comunidade com o evento, avançamos este ano com os ensaios abertos à população e convidamos os entusiastas do órgão na região a apresentarem-se em concerto”, adianta a organização, a Associação Música XXI.

O primeiro concerto é com o organista Gyula Szilágyi e o Coral Adágio na interpretação do Magnificat de João Rodrigues Esteves, esta sexta-feira, 1 de novembro, na igreja matriz de Portimão.

Esta igreja vai receber também música de câmara para órgão e voz, respetivamente com André Ferreira e Teresa Duarte no programa ‘Do lamento à exaltação’, no dia 8 do próximo mês.

Em Faro, os concertos começam com um solo de Gyula Szilágyi – música ibérica, italiana e inglesa – no sábado, dia 2, na Sé; E a 9 de novembro a apresentação da Missa da Coroação de Mozart, com o organista André Ferreira e o Coral Ossónoba.

Em Tavira, Inês Machado e Sara Pedro apresentam um programa de exaltação da voz feminina, no dia 15, na igreja da Misericórdia.

A igreja do Carmo (Faro) também recebe dois concertos, no dia 16 com Rui Paiva e o quarteto de cordas Arabesco, que apresentam sons dos séculos XVII e XVIII, e a 23 de novembro o concerto para órgão e dois sopranos, por António Duarte, Ana Paula Russo e Ariana Russo.

Uma ‘Viagem pela Europa musical: dos Descobrimentos à Ópera Italiana’, com a organista Célia Tavares, é apresentada a 22 de novembro, na igreja de Santiago, em Tavira, que recebe Javier Artigas e os Ministriles de Marsias no dia 29.

“A terminar os concertos em Faro, convidámos o organista espanhol Javier Artigas e os Ministriles de Marsias, conjunto de instrumentos históricos de sopro habitual nas capelas das catedrais, para uma autêntica batalha musical na Igreja da Sé com tientos, glosas, pangelinguas e ensaladas”, salienta a organização sobre o dia 30 de novembro.

A Sé do Algarve vai receber também as atividades extra-concertos a 12.ª edição do Festival de Órgão: Concerto pedagógico para crianças, às 10h00, de 14 de novembro; o concerto de alunos da escola de órgão da Sé, 16h00, dia 17, e à mesma hora, mas dia 24, a Eucaristia acompanhada ao órgão de tubos.

Entre outras instituições, o festival conta com a parceria do Cabido da Sé de Faro, da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo de Faro, das paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira, refere o jornal da Diocese do Algarve.

CB

Dez
4
Qua
Lisboa: Clube de Leitura de São Tomás de Aquino aposta na «Palavra nas Periferias»
Dez 4@14:30

Lisboa, 12 nov 2019 (Ecclesia) – O Clube de Leitura de São Tomás de Aquino, sediado na biblioteca da Paróquia de São Tomás de Aquino, em Lisboa, propõe leituras que levam às periferias da vida e convidou, para 04 de dezembro, o escritor Afonso Reis Cabral.

O livro «O meu irmão» de Afonso Reis Cabral é o tema a refletir, 04 de dezembro, às 14h30, nesta atividade promovida pela Paróquia de São Tomás de Aquino, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Na sua quarta temporada, as propostas recaem mais uma vez em autores portugueses e em obras contemporâneas e foram inspiradas pelo lema da Diocese de Lisboa, «Sair com Cristo ao encontro de todas as periferias».

De uma maneira simples, pode-se ver que os livros “tocam temas como os refugiados, as pessoas com deficiência, a guerra colonial, a violência doméstica, a velhice”, todavia, a narrativa e o ensaio literário permitem “uma imersão” que leva mais longe e aproxima das contradições da própria fragilidade.

LFS

Dez
5
Qui
Lisboa: Conferência sobre «Saúde e espiritualidade» no Hospital de Santa Maria
Dez 5@9:00_13:15

Lisboa, 21 out 2019 (Ecclesia) – O presidente da Comissão da Liberdade Religiosa, José Vera Jardim, vai presidir, dia 05 de dezembro, a um colóquio sobre «Saúde e Espiritualidade» no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Esta iniciativa serve para comemorar o 10º aniversário do Decreto-lei 153/2009, de 23 de Setembro, e vai abordar temas relacionados com esta área: «Cuidados de Saúde e religião: perspectiva do Decreto-lei 253/2009, de 23 de Setembro»; «A espiritualidade nos cuidados de saúde: evidências científicas» e «Necessidades espirituais e assistência religiosa», realça o programa enviado à Agência ECCLESIA.

Pelas 12h00 realiza-se o painel inter-religioso sobre «Cuidados de saúde e religiões não-cristãs: boas práticas nos cuidados (ou atenção) ao doente em fim de vida e cuidados com a pessoa falecida».

LFS

UCP: Curso sobre «Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento»
Dez 5@18:30_20:30

Lisboa, 16 out 2019 (Ecclesia) – A Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa propõe um itinerário de formação, em regime presencial, dedicado ao tema «À Espera do Messias. Hermenêuticas das leituras do Tempo de Advento».

O curso decorre de 07 de novembro a 12 de dezembro, em Lisboa, e está estruturado em 6 sessões, à quinta-feira, entre as 18h30 e as 20h30, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

A iniciativa tem a coordenação científica do biblista e frade franciscano João Lourenço e as inscrições decorrem desde 06 deste mês.

LFS