Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Dez
22
Dom
Igreja/Natal: Grupo de jovens «Fé e Obras» faz o «Presépio Vivo de Poiares»
Dez 22 todo o dia

Porto, 27 nov 2019 (Ecclesia) – O grupo de jovens «Fé e Obras» promove mais uma edição do «Presépio Vivo de Poiares» nos dias 08, 15 e 22 de dezembro e 05 de janeiro que terá lugar na antiga Escola Primária de Poiares (Peso da Régua), Diocese do Porto.

As várias sessões (08, 15 e 22 de dezembro e 05 de janeiro) decorrem sempre entre as 15h30 e as 17h30, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O objetivo deste presépio vivo, visa “colocar Jesus menino no centro do natal de cada um”.

Ali concretiza-se o “mistério cristão” que se desenvolve “num ambiente de alegria” e este presépio mostra “a relação que existe entre Cristo que nasce” e das pessoas que o acolhem de “braços abertos”.

O presépio mostra “todas as cenas bíblicas que antecedem o nascimento do Menino e também o que lhe sucede com a representação de várias cenas e ambientes típicos da época e a participação de mais de uma centena de figurantes”.

LFS

Dez
24
Ter
Porto: Paróquia de Campanhã promove o «Natal dos Sós»
Dez 24@19:00

Porto, 11 Dez 2019 (Ecclesia) – A Paróquia de Campanhã (Porto) promove, na noite da consoada (24 de dezembro) uma ceia de Natal para os que estão sozinhos.

A iniciativa, que decorre desde 1987, vai acontecer na Casa dos Girassóis da Associação Nun’Álvares de Campanhã e costuma ter a participação de meia centena de pessoas de “diversa proveniência e estatuto social, gente que, nessa noite, não aguenta a solidão e vem fazer «família» na ceia tradicional”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Este “milagre de acolhimento” acontece pela generosidade de alguns voluntários e pelo franquear das portas da Associação Nun’Álvares de Campanhã (ANC).

Às 19h00 faz-se a evocação do Natal de Jesus, escutam-se algumas mensagens, nomeadamente da Junta de Freguesia e da ANC, e são apresentados poemas e cânticos de Natal, pelo Coro paroquial.

Depois é servida a ceia e pelas 22h00 é o regresso a casa, com o apoio de “Anjos do Natal”, voluntários que aparecem com seus carros para levar cada um a sua casa!

LFS

Jan
5
Dom
Igreja/Natal: Alunos de escola de Paços de Brandão expõem presépios ecológicos
Jan 5 todo o dia

Porto, 02 dez 2019 (Ecclesia) – Os alunos da Escola EB 2, 3 de Paços Brandão (Diocese do Porto) expõem, no Museu do Papel daquela localidade, 240 presépios ecológicos.

A exposição está patente até ao dia 05 de janeiro e estão envolvidos 550 alunos e respetivas famílias que mantêm a tradição há várias décadas, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

LFS

Igreja/Natal: Grupo de jovens «Fé e Obras» faz o «Presépio Vivo de Poiares»
Jan 5 todo o dia

Porto, 27 nov 2019 (Ecclesia) – O grupo de jovens «Fé e Obras» promove mais uma edição do «Presépio Vivo de Poiares» nos dias 08, 15 e 22 de dezembro e 05 de janeiro que terá lugar na antiga Escola Primária de Poiares (Peso da Régua), Diocese do Porto.

As várias sessões (08, 15 e 22 de dezembro e 05 de janeiro) decorrem sempre entre as 15h30 e as 17h30, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O objetivo deste presépio vivo, visa “colocar Jesus menino no centro do natal de cada um”.

Ali concretiza-se o “mistério cristão” que se desenvolve “num ambiente de alegria” e este presépio mostra “a relação que existe entre Cristo que nasce” e das pessoas que o acolhem de “braços abertos”.

O presépio mostra “todas as cenas bíblicas que antecedem o nascimento do Menino e também o que lhe sucede com a representação de várias cenas e ambientes típicos da época e a participação de mais de uma centena de figurantes”.

LFS

Jan
6
Seg
Igreja/Natal: Santo Tirso mostra mais de 200 presépios
Jan 6 todo o dia

Santo Tirso, 04 Dez 2019 (Ecclesia) – A localidade de Santo Tirso (Diocese do Porto) volta a receber, até 06 de janeiro, a exposição internacional de presépios com mais de 200 conjuntos de figurações que retratam o Natal.

As peças estão expostas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três lugares de culto do concelho: Mosteiro de Santa Escolástica; Mosteiro de Singeverga e Sala do Capítulo da Escola Profissional Agrícola Conde São Bento, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

O “destaque” vai para dois presépios com maquineta (assim designado por se apresentar protegido por armário envidraçado, de grande valor artístico) anteriores ao século XIX.

A mostra exibe, ainda, os “melhores artesãos nacionais, do século XX e XXI”.

LFS

Jan
20
Seg
Algarve: Cardeal Peter Turkson profere conferências na atualização do clero do sul
Jan 20_Jan 23 todo o dia

Faro, 27 nov 2019 (Ecclesia) – O cardeal Peter Turkson vai proferir duas conferências sobre ecologia integral nas jornadas de atualização do clero das dioceses do sul que se realizam de 20 a 23 de janeiro, em Albufeira (Diocese do Algarve).

O prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral (organismo da Santa Sé) apresenta duas conferências ao clero das dioceses do sul (Algarve, Beja, Évora e Setúbal) a primeira no dia 20 sobre «Direitos Humanos e desenvolvimento integral: o Homem no centro» e a segunda, no dia seguinte, sobre «Direitos Humanos e Criação», lê-se no jornal «Folha do Domingo»

Esta iniciativa, promovida pelo Instituto Superior de Teologia de Évora, tem como tema central “Ecologia integral: o Homem no Centro da Criação” e conta também com a participação do presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, D. Rino Fisichella, que reflete sobre “Antropologia Cristã e as outras Antropologias, face à Criação” e “A obra da Criação na Liturgia e na Espiritualidade Cristãs”.

O franciscano Martín Carbajo, docente da Pontifícia Universidade Antonianum e da Academia Alfonsiana, em Roma, que já interveio nas jornadas de 2014 e 2017, vai abordar os temas «Laudato Si’ – Propostas para uma nova relação do Homem com a obra da Criação» e «Laudato Si’ e a Nova Evangelização»,

Do programa consta também conferências de Francisco Ferreira (presidente da associação ambientalista Zero) sobre “Estaremos à beira do crepúsculo da Humanidade? Entre a realidade e a utopia”; Fernando Carvalho Rodrigues (físico) sobre “Que futuro para a Humanidade?”; José Augusto Martins Ramos (catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), sobre “Cuidar de Mundo: Ecologia Integral dos relatos da Criação”.

As jornadas de formação serão concluídas no dia 23 com a reflexão do presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, Pedro Vaz Patto, sobre o tema «New Age. Direitos dos animais versus direitos humanos – Novos fundamentalismos? Novo paganismo?».

LFS

Fev
7
Sex
Igreja/Ambiente: Pastoral da Cultura e Universidade dos Açores refletem sobre ecologia
Fev 7 todo o dia

Ponta Delgada, Açores, 21 nov 2019 (Ecclesia) – O Serviço da Pastoral da Cultura da Diocese de Angra, em parceria com a Universidade dos Açores, promove dois «ECOntros: economia, ecologia e humanização» (26 de novembro e 07 de fevereiro), sobre ecologia integral.

Uma atividade desenvolvida no âmbito da caminhada sinodal diocesana que, no momento presente, “procura escutar a voz da atualidade”, informa uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O primeiro evento, relacionado com a economia, consiste numa aula aberta na Universidade dos Açores, no dia 26 de novembro, entre as 16h00 e as 18h00 e será moderada pelo presidente da Faculdade de Economia e Gestão, Francisco Silva, e tem como intervenientes Gualter Furtado, presidente do Conselho Económico e Social da Região Autónoma dos Açores; Mário Fortuna, presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada; Zuraida Soares, ex-deputada do Bloco de Esquerda na Assembleia Legislativa dos Açores; Luís Toste, gestor de clientes do Novo Banco dos Açores e o padre Ricardo Tavares, teólogo e diretor do Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura.

A segunda sessão ocupa-se das várias dimensões que constituem uma “ecologia integral e integradora” e realiza-se no Centro Pastoral Pio XII, em Ponta Delgada (Ilha de São Miguel), no dia 07 de fevereiro, entre as 20h00 e as 22h00.

“Pretende-se que, para além da abordagem a cada um dos temas, se faça uma avaliação da situação em que se encontra a Região Autónoma dos Açores, analisando algumas das suas fragilidades e propondo soluções possíveis”, sublinha ainda a nota da organização.

LFS