Calendário

[wcp-carousel id=”90845″]

Set
20
Sex
UCP: Filme «Um Milagre todos os Dias» abre o ano académico na Faculdade de Teologia
Set 20@11:15_12:45

Lisboa, 16 set 2019 (Ecclesia) – O documentário «Um Milagre todos os Dias» foi escolhido para abrir, dia 20 deste mês, entre as 11h15 e as 12h45, o ano académico da Faculdade de Teologia, em Lisboa, da Universidade Católica Portuguesa.

«Um Milagre todos os Dias» é uma longa-metragem de documentário sobre as «Irmãzinhas dos Pobres do Pinheiro Manso» (Porto), e realizada por Henrique Manuel Pereira e produzida pela Escola das Artes da UCP Porto, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Após a exibição segue-se um debate em que participam Henrique Manuel Pereira, professor da Escola das Artes e realizador do filme; José Leitão, Centro de Reflexão Cristã e João Eleutério, professor da Faculdade de Teologia.

A moderação estará a cargo de Alfredo Teixeira, professor da mesma Faculdade de Teologia.

“Um Milagre Todos os Dias” gira em torno da vida do Lar das Irmãzinhas dos Pobres, do Pinheiro Manso, e conta com mais de três dezenas de depoimentos de residentes, funcionários, religiosas, voluntários, benfeitores, bem como personalidades da cultura.

Com manifestações de humor e de solidão, de força e de fragilidade, de abnegada dedicação e criativo serviço, tendo por horizonte a “última estação da vida”, o filme configura um retrato realista do pulsar da vida daquela que é uma das instituições mais apreciadas e estimadas da cidade do Porto.

O evento acontece no quadro das comemorações dos 50 anos da UCP e tem entrada livre.

LFS

Evangelização: Algarve acolhe «Pequena Fraternidade Provisória» de Taizé
Set 20@19:00

Faro, 06 set 2019 (Ecclesia) – A Diocese do Algarve está a acolher, desde o passado dia 30 de agosto, a segunda “Pequena Fraternidade Provisória” da Comunidade Ecuménica de Taizé.

Maria Fischhaber e Lisa Schmid, duas jovens alemãs, foram recebidas na paróquia da Mexilhoeira Grande onde vão ficar, respetivamente, até aos dias 21 e 30 deste mês, refere o jornal «Folha do Domingo».

A experiência tinha sido realizada pela primeira vez no Algarve no início de 2018, com a vinda de três jovens também alemãs para realizar trabalho pastoral e social que ficaram alojadas na casa das Missionárias da Caridade, popularmente conhecidas como Irmãs de Calcutá.

Esta sexta-feira, 06 de setembro, será realizada na igreja da Mexilhoeira Grande uma oração às 19h00, mas a principal vigília de oração decorrerá no dia 20 deste mês, às 21h, na mesma igreja.

As «Pequenas Fraternidades Provisórias» são um projeto da comunidade ecuménica francesa, a cerca de 390 quilómetros a sudeste de Paris, coordenado pelo irmão Léo, que desde 2014 propõe a jovens a vida comunitária, durante algumas semanas, no coração de uma aldeia ou de um bairro urbano para que possam dar testemunho do evangelho e partilhar as “alegrias e tristezas dos seus habitantes”.

O dia-a-dia é ritmado por três orações comunitárias, trabalho pastoral e social com as comunidades cristãs locais, visitas a pessoas isoladas ou em situação de sofrimento, animação de orações abertas a todos e encontros com jovens.

A Comunidade Ecuménica de Taizé foi fundada em 1940, em plena Segunda Guerra Mundial, pelo falecido irmão Roger Schutz com o propósito de “reunir homens que sentissem a necessidade de juntos fazerem comunhão e viverem em paz uma vida simples, partilhando o trabalho e as reflexões das Sagradas Escrituras, caminhando em comunidade à descoberta de Deus revelado aos homens por Jesus Cristo”.

A comunidade de Taizé é hoje constituída por mais de 100 irmãos, de várias nacionalidades e igrejas cristãs, incluindo a católica, recebendo semanalmente a visita de milhares de jovens.

A ligação do Algarve à Comunidade de Taizé remonta à realização do Concílio de Jovens que ali teve lugar na década de 70 do século passado.

As peregrinações do Algarve à comunidade monástica tiveram início desde então e todos os anos há grupos a passar alguns dias em Taizé.

LFS

Set
21
Sáb
Aveiro: Inscrições para as aulas no Centro de Formação D. António Marcelino
Set 21 todo o dia

Aveiro, 17 jul 2019 (Ecclesia) – O Centro de Formação D. António Marcelino (CEFAM), em Aveiro, tem abertas as inscrições, até ao dia 21 de setembro, para continuidade do Curso Teológico-Pastoral (2º ano) e para novos alunos que queiram frequentar disciplinas de forma livre.

O CEFAM iniciou a sua atividade no ano letivo 2018-2019 e “foram já cerca de 60 os cristãos que frequentaram este primeiro ano”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Neste momento está a ser lecionado um curso teológico-pastoral, dirigido para leigos candidatos ao diaconado permanente, como também a todos que queiram seguir um plano de formação estruturado nas áreas da religião e da teologia, ou com interesse em frequentar algumas disciplinas que se apresentem como mais oportunas para uma formação pastoral mais cuidada, respondendo a uma melhor formação para os serviços realizados nas comunidades.

O Curso que está a ser ministrado está estruturado em três anos, mas qualquer cristão pode frequentar disciplinas em qualquer trimestre, à sua escolha e na modalidade que desejar, lê-se na nota.

LFS

Igreja/Património: «Itinerários da Fé» com visitas guiadas a Igrejas de Lisboa
Set 21 todo o dia

Lisboa, 12 jul 2019 (Ecclesia) – O Patriarcado de Lisboa promove, dia 21 de setembro, os percursos guiados «Itinerários da Fé» que proporcionam aos participantes, ao longo de uma manhã, a visita “a algumas das mais relevantes igrejas da baixa de Lisboa».

Nesta iniciativa, com a colaboração da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, os participantes iniciam o percurso da Sé de Lisboa, seguindo depois para a Igreja da Madalena, Igreja da Conceição Velha, Igreja de São Nicolau e Ermida de Nossa Senhora da Oliveira, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

LFS

 

Igreja/Ecologia: Encontro da rede «Cuidar da Casa Comum» sobre «Também somos Terra»
Set 21@11:00_18:00

Lisboa, 16 set 2019 (Ecclesia) – A rede «Cuidar da Casa Comum» promove, dias 21 deste mês, na Casa das Irmãs Doroteias – Quinta da Fonte, Linhó – Lisboa, um encontro sobre «Também somos Terra».

A iniciativa começa às 11h00 com a apresentação do tema «Porque as coisas podem mudar! Caminhos para a ecologia integral» e pelas 12h30 faz-se um almoço partilhado onde se destaca as “boas práticas de cuidadores”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Após o almoço, realiza-se um painel de testemunhos onde se relatam algumas experiências, “sucessos e agruras, expectativas e planos”.

A atividade termina, às 17h00, com uma celebração ecuménica.

«Cuidar da Casa Comum» é uma iniciativa de uma rede de instituições, organizações, obras, movimentos da igreja católica e de outras igrejas cristãs, bem como pessoas a título individual e propõe-se aprofundar e difundir a encíclica «Laudato si» – Sobre o cuidado da casa comum, nomeadamente no âmbito das respetivas instituições, organizações, obras e movimentos.

LFS

Leiria: Encontro vicarial de jovens «Who Are You»
Set 21@15:00

Leiria, 05 set 2019 (Ecclesia) – A equipa da pastoral juvenil da Vigararia de Leiria está a organizar um encontro, intitulado ‘WAY – Who Are You’, entre as 15h00 e as 23h00 do próximo dia 21 de setembro, no seminário diocesano.

A organização que não quer “contar demasiado” do que vai acontecer no ‘WAY’ adianta que os jovens vão “conhecer ainda melhor a cidade e pensar no caminho que Deus tem” para eles.

“Sábados há muitos, mas no dia 21 de setembro queremos propor-te algo diferente”, acrescenta a pastoral juvenil da Vigararia de Leiria sobre o encontro para jovens entre os 15 e os 29 anos.

Segundo o programa, a atividade começa às 15h30, o jantar partilhado é às 20h00, e depois um momento de oração, a partir das 21h30, com o convívio final, às 23h00, no Seminário de Leiria.

Aos jovens interessados é pedido que preencham o formulário de inscrição, até dia 10 de setembro, e levem para a atividade jantar para partilhar e roupa e calçado confortável.

O bispo de Leiria-Fátima, o cardeal D. António Marto, percorreu a diocese em encontros vicariais com os jovens, com o tema ‘quem és Tu, Senhor?’, entre 7 de janeiro e 23 de março, no primeiro ano pastoral de um biénio dedicado ao tema ‘Jovens, Fé e Vocação’, e está também ligado à juventude através das redes sociais, nomeadamente com a conta antonio.a.marto no Instagram.

CB

Lisboa: Festival diocesano da canção sobre «Liturgia #lugardeencontro»
Set 21@21:00

Lisboa, 16 set 2019 (Ecclesia) – O festival da canção do Patriarcado de Lisboa realiza-se a 21 deste mês, no Externato Marista, às 21h00, naquela cidade, e tem como tema «Liturgia #lugardeencontro».

Esta iniciativa – organizada pelo Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa – pretende “incentivar a criação poético-musical como expressão da fé cristã; promover a canção cristã como instrumento de evangelização; possibilitar um encontro dos jovens da Diocese de Lisboa com Cristo e entre si”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Uma canção “não vive só da melodia, mas muito da mensagem, da profundidade e do alcance das palavras, da coerência com o tema proposto” por isso, a organização propõe aos autores das letras, que o processo “de criação seja acompanhado por um tempo de oração, de reflexão, de leitura da Palavra de Deus”.

LFS

Set
22
Dom
Barcelos: Peddy paper com «Pé no chão, bíblia na mão»
Set 22 todo o dia

Braga, 03 set 2019 (Ecclesia) – As paróquias de São Bento da Várzea e Gamil (Arciprestado de Barcelos – Braga) realiza, dia 22 deste mês, o «Domingo da Palavra» com várias atividades para as várias faixas etárias.

Para além das celebrações realiza-se um Peddy paper «Pé no chão, bíblia na mão», uma feira do livro com a editora Paulinas e atividades para as famílias, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

É uma sugestão “talhada para famílias e grupos de amigos” e a ideia é que a Palavra ponha os participantes a mexer.

LFS

Porto: Publicações Jesuítas apresentam «novidades» na Feira do Livro
Set 22 todo o dia

Porto, 05 set 2019 (Ecclesia) – O «Calendário AO 2020», o «Evangelho Diário 2020», a «Agenda Litúrgica 2020», o «Pai-Nosso» e o «Livro Cinzento» são as “grandes novidades editoriais” que as Publicações Jesuítas apresentam na Feira do Livro do Porto, que se realiza no Palácio de Cristal, de 6 a 22 de setembro.

Ilustrado pelo Atelier 15, do Brasil, o «Calendário AO 2020» apresenta informações sobre as intenções do Papa para cada mês, os santos que se celebram a cada dia, bem como as festas e solenidades litúrgicas, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O «Evangelho Diário», publicado pela Editorial AO desde 2011, disponibiliza o texto do Evangelho para cada dia, enriquecendo a reflexão sobre a Palavra de Deus com uma proposta de oração.

A «Agenda Litúrgica 2020» apresenta informação sobre a liturgia quotidiana, tem espaços para anotações e uma capa plástica, disponível em duas cores: bordeaux e azul.

O livro «Pai-Nosso» reúne as catequeses do Papa Francisco sobre a Oração do Senhor, proferidas em audiência geral entre 5 de dezembro de 2018 e 22 de maio de 2019.

O «Livro Cinzento» recolhe pela primeira vez músicas de vários compositores, criadas no contexto do LabOratório, uma atividade intensiva de formação em música litúrgica organizada por um conjunto de jesuítas e de leigos, num espírito de oração e de vida comunitária.

LFS

Fátima: Bênção dos Capacetes no santuário mariano
Set 22@11:00

Fátima, 17 jul 2019 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima vai acolher, dia 22 de setembro, a bênção dos capacetes dos motociclistas e motards sendo a eucaristia às 11h00 e no final serão benzidos os capacetes.

A bênção dos capacetes é uma das peregrinações “mais significativas” do Santuário de Fátima, realça o reitor deste santuário, padre Carlos Cabecinhas.

Em 2018 estiveram presentes “muitos” motociclistas e motards a “agradecer e a pedir bênçãos a Nossa Senhora”, sublinhou o reitor

LFS

Aveiro: D. Manuel de Almeida Trindade é irmão a título póstumo na Irmandade de Santa Joana
Set 22@15:00

Aveiro, 16 set 2019 (Ecclesia) – A Irmandade de Santa Joana Princesa, em Aveiro, vai investir, dia 22 deste mês, às 15h00, D. Manuel de Almeida Trindade como irmão a título póstumo naquela instituição.

D. Manuel de Almeida Trindade (bispo de Aveiro entre 1962 e 1988) e Querubim do Valle Guimarães (provedor da irmandade entre 1935 e 1970) são os dois irmãos investidos a título póstumo numa celebração presidida por D. António Moiteiro, bispo de Aveiro, na Igreja de Jesus daquela cidade, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Na cerimónia vão ser também investidos como irmão honorários os filhos mais velhos de Duarte Pio de Bragança: Afonso de Santa Maria e Maria Francisca de Bragança

Na ocasião será descerrada uma lápide evocativa na sacristia da Igreja de Jesus.

LFS

Set
23
Seg
Lisboa: Curso «A Arte Moderna e a Arte da Igreja» na Capela do Rato
Set 23_Set 28 todo o dia

Lisboa, 19 jul 2019 (Ecclesia) – O Artis – Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa, promove o curso livre ‘A Arte Moderna e a Arte da Igreja’, entre 23 e 28 de setembro, na Capela do Rato.

No programa enviado à Agência ECCLESIA pela Capela do Rato destaca-se a visita guiada à igreja de Moscavide, que tem obras de Manuel Cargaleiro, Lagoa Henriques, José Escada, Madalena Cabral, João de Almeida, pelo arquiteto João Alves da Cunha no último dia da formação, entre as 10h30 e as 12h30 de 28 de setembro.

Em cada um dos dias do curso diferentes oradores vão falar sobre diferentes tópicos, a começar pela “História”, com os coordenadores científicos desta iniciativa Maria João Baptista Neto e João Alves da Cunha, dos “protagonistas”, da “Igreja”, dos “curadores” e dos “artistas”, respetivamente de 23 a 27 de setembro, entre as 18h00 e as 20h00.

As vagas para o curso livre promovido pelo Artis ‘A Arte Moderna e a Arte da Igreja’ são limitadas e as inscrições encerram a 15 de setembro.

A formação toma o título do “expressivo do ensaio” do padre Manuel Mendes Atanázio que foi publicado há 60 anos e assinala também os 50 anos da conclusão do Movimento de Renovação da Arte Religiosa – MRAR.

“Se até ao século XX, a Arte sempre tivera um espaço privilegiado no seio da Igreja Católica, grande mecenas de artistas e programas arrojados, muitas dúvidas e receios ameaçaram, a partir das primeiras décadas de novecentos, essa relação intemporal”, assinala o Instituto de História da Arte.

Na nota recebida a organização recorda também o apelo do Papa Paulo VI aos artistas – “A Igreja tem necessidade de vós” (8 de dezembro de 1965) – e que eles responderam “dando origem a algumas das mais belas obras da história da Arte Moderna e da Arte da Igreja, de todos os tempos”.

CB

Portugal: Formação nacional reúne agentes da pastoral juvenil, vocacional e do Ensino Superior
Set 23@9:30_Set 27@13:00

Padre Rossano Sala, consultor da secretaria-geral do Sínodo dos Bispos, vai orientar reflexão

Padre Rossano Sala (foto arquivo)

Lisboa, 14 set 2019 (Ecclesia) – Os secretariados nacionais da Pastoral Juvenil, Vocacional e do Ensino Superior, da Igreja Católica em Portugal, vão promover um encontro de formação para os agentes destas áreas, com o sacerdote italiano Rossano Sala, de 23 a 27 de setembro, em Fátima.

“A pastoral juvenil necessita de formação para perceber que rumos, estratégias e metodologias a aplicar nas dioceses, movimentos e congregações. Neste sentido, a formação é para proporcionar um caminho sinodal para todos os que trabalham mais diretamente com a juventude em Portugal”, disse o diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil (DNPJ).

Em declarações à Agência ECCLESIA, o padre Filipe Diniz realçou que a formação é muito importante para “consolidar e estruturar um pensamento comum” nesta dimensão da pastoral na Igreja.

O Encontro Nacional de Formação surge na sequência do Sínodo dos Bispos 2018, que teve como tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento’, e o coordenador do Serviço Nacional da Pastoral do Ensino Superior (SNPES) assinala que “os acontecimentos na Igreja não podem ser desmembrados” e com o “conhecimento e experiência” do formador vai ajudar “a formar todos aqueles que trabalham” nestes setores da pastoral.

“Neste Sínodo, tivemos a oportunidade de conhecer, mais a fundo, a realidade dos jovens, a sua cultura, os seus contextos vivenciais, o que os preocupa, que sonhos guardam e o que os move, na sociedade atual. Tivemos também a oportunidade de pedir aos jovens que ajudem a identificar, na linguagem que lhes é própria, as modalidades mais eficientes para anunciar Cristo”, contextualizou o padre Eduardo Duque.

‘Acompanhar os Jovens, hoje: Uma proposta formativa a partir do Sínodo’ é o tema da formação que vai ser orientada padre Rossano Sala, professor de Pastoral Juvenil na Universidade Pontifícia Salesiana e consultor da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos, entre 23 e 27 de setembro, na Casa Nossa Senhora das Dores, em Fátima.

A partir do tema proposto, o padre Filipe Diniz explica que alguns temas do programa vão ajudar a “perceber que tipo de acompanhamento” querem para os jovens.

“Primeiro a compreender a juventude de hoje, segundo perceber que acompanhamento que lhes damos, terceiro discernir a sua vocação, e quarto perceber o perfil do acompanhador do jovem como o testemunho vivo de Jesus Cristo. Compreendendo os jovens, onde e como os queremos colocar a pensar e a trabalhar nesta missão da Igreja”, desenvolveu o diretor do DNPJ.

O encontro nacional de formação vai mobilizar e congregar agentes da Pastoral Juvenil, da Pastoral Vocacional e da Pastoral do Ensino Superior e para o padre Eduardo Duque, independentemente da área em que trabalham, é importante que “contribuam positivamente para o crescimento dos jovens, de forma a acompanhá-los na criação de um futuro com mais esperança”.

“A Pastoral não pode ser feita de forma desmembrada, descontínua, essa é a dificuldade da racionalidade moderna que, à medida que avança a sua lógica de diferenciação, diversifica-se internamente em esferas de valor, subsistemas, dimensões simbólicas, que não são necessariamente congruentes entre si, o que leva a que os jovens, pela fase da vida própria em que se encontram, sintam, muitas vezes, a falta de uma visão mais integrada da vida”, assinalou o coordenador do SNPES.

Por sua vez, o padre Filipe Diniz observa que desde o início da preparação do sínodo que as três áreas na Igreja portuguesa “têm vindo a caminhar em conjunto” e encontro foi preparado pelos secretariados nacionais da pastoral juvenil, universitária e vocações.

“Queremos pensar e discernir juntos para nos levar mais longe no entendimento e na perceção da juventude que temos dentro e fora da Igreja Portuguesa. A presença de Rossano Sala será uma grande ajuda para compreender as estratégias e modelos do Sínodo  e que propostas queremos para apresentar à juventude portuguesa”, salientou.

A 2 de abril, o Vaticano publicou a Exortação Apostólica do Papa Francisco ‘Cristo Vive‘, um documento que dá continuidade à assembleia do Sínodo dos Bispos que decorreu em outubro de 2018, sobre a relação entre os jovens e a Igreja Católica, antecedido por um inquérito global que envolveu milhares de pessoas, crentes e não-crentes e um pré-sínodo.

CB

Set
26
Qui
Media: Jornadas de Comunicação debatem importância da «imagem» e utilização do Instagram
Set 26_Set 27 todo o dia

Iniciativa do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais e da Rede Mundial de Oração do Papa em Portugal vai decorrer nos dias 26 e 27 de setembro

Lisboa, 11 set 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais e a Rede Mundial de Oração do Papa em Portugal vão promover, a 26 e 27 de setembro, uma nova edição das Jornadas de Comunicação, dedicadas ao tema “O impacto da imagem”.

“O objetivo destas Jornadas é aprofundar o tema da comunicação na perspetiva dos jovens, na qual a imagem tem um papel preponderante; por isso, a Rede Social em destaque é o Instagram”, assinala um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A iniciativa, que vai decorrer na ‘Domus Carmeli’, em Fátima, integra pelo segundo ano consecutivo as Jornadas Nacionais de Comunicação Social, promovidas pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais, e as IV Jornadas de Comunicação Digital, promovidas pela Rede Mundial de Oração do Papa em Portugal.

O programa inclui reflexões sobre os desafios da comunicação da Igreja aos jovens, estratégias de comunicação de eventos, marcas e pessoas e como usar o Instagram na comunicação de uma instituição eclesial.

A conferência inicial, ‘Imagem – Um canal de comunicação com o homem da era digital’, é proferida por monsenhor Lucio Adrian Ruiz, secretário do Dicastério para a Comunicação (Santa Sé).

Na tarde de quinta-feira, o primeiro painel debate sobre ‘Comunicar um evento, um produto, uma pessoa, com a participação de Ricardo Florêncio, responsável da comunicação do Rock in Rio, e de Fábio Lopes, conhecido como Conguito, locutor na Rádio Mega Hits.

‘Comunicar na era da convergência multimédia’ e ‘Comunicar no Instagram’ são os temas que encerram o primeiro dia de trabalhos.

A sexta-feira começa com uma conferência sobre ‘Instagram: a influência e o poder da imagem – Estratégias e Práticas’, por Paulo Salgado, docente da Universidade do Minho, antes da elaboração das conclusões.

Acrescentando uma vertente mais prática às Jornadas, o programa prevê, na tarde de sexta-feira, 27 de setembro, dois workshops sobre Design de comunicação de eventos (cartazes, posts para várias Redes Sociais) e captação e elaboração de pequenos vídeos institucionais, breves declarações ou entrevistas.

O encontro destina-se comunicadores católicos e outros interessados; o programa das Jornadas de Comunicação e os formulários para inscrição estão disponíveis na página www.ecclesia.pt/jornadas2019.

PR/OC

Set
27
Sex
Algarve: Diocese dinamiza testemunhos sobre a Jornada Mundial da Juventude 2019
Set 27@21:00

Faro, 27 fev 2019 (Ecclesia) – Os jovens da Diocese do Algarve que participaram na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá começam hoje, um mês depois desse encontro, a dar testemunho dessa vivência num périplo mensal por todas as paróquias.

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, o ‘Folha do Domingo’ adianta que os participantes algarvios da JMJ 2019 começam “encontros mensais de testemunho” do que foi a sua experiência, um mês após o final do encontro no Panamá.

O primeiro encontro, esta noite, realiza-se na igreja matriz da Paróquia de Vila Real de Santo António, e o jornal diocesano  indica que os encontros vão realizar-se mensalmente, sempre no dia 27, pelas 21h00, até de janeiro de 2020.

O próximo encontro é Olhão (abril), Faro (maio), Quarteira (junho), Loulé (julho), Ferreiras (agosto), Portimão (setembro), Paderne (outubro), Silves (novembro) e Monchique (dezembro), e terminam com um encontro diocesano na Sé de Faro (janeiro 2020).

Os encontros mensais vão ter um momento de ambientação, uma catequese sobre um tema da Doutrina Social da Igreja, um testemunho de um participante na JMJ e por um momento de oração, baseado na vida de um dos oito santos patronos da JMJ, com adoração ao Santíssimo Sacramento.

A JMJ realizou-se pela primeira vez na América Central, mais concretamente na Cidade do Panamá, onde estiveram 25 jovens do Algarve, onde também se contava um casal, de nove paroquias – Silves (9), Paderne (4), Quarteira (3), São Pedro de Faro (2), Ferreiras (3), Portimão (1), Tavira (1), Loulé (1) e Olhão (1) – para além do assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil, o padre Nelson Rodrigues, e mais dois sacerdotes, Tiago Veríssimo, pároco de Monchique, e Adelino Ferreira, pároco de Vila Real de Santo António.

O jornal ‘Folha do Domingo’ realça ainda que todos os participantes já deram testemunho da JMJ 2019 em Eucaristias nas suas paróquias de origem após o regresso do Panamá.

‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua Palavra’ foi o tema do 34.º encontro mundial de jovens que terminou há um mês, a 27 de janeiro, e foi presidido pelo Papa Francisco.

Na Missa de encerramento do encontro foi anunciado que a próxima edição internacional realiza-se em Portugal, mais concretamente no Patriarcado de Lisboa, em 2022.

Estiveram no Panamá, 300 portugueses de 12 dioceses e de seis congregações e movimentos, seis bispos e 30 voluntários.

As JMJ nasceram por iniciativa de São João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; são um acontecimento religioso e cultural que reúne jovens de todo o mundo durante uma semana.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

CB

[Notícia atualizada a 1 de março]